fbpx

Como limpar objetos como celular e cartão de crédito e se prevenir do coronavírus

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A medida em que o coronavírus se expande, se tornando uma pandemia, conforme anunciado nos últimos dias, também aumentam as preocupações e prevenções para o contágio do vírus. A falta de limpeza de alguns objetos presentes em nosso cotidiano – como celular e cartão de crédito – pode ser uma arma contra nós, durante este período muito crítico.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o coronavírus é um vírus que ataca os sistemas respiratórios, e que é transmitida através de saliva, mucosa, ou então então pelo ar, através de um espirro, tosse e até mesmo com a fala. Isso não significa que você precise estar próximo de alguém que esta tossindo, espirrando ou coisa do tipo, pois você pode contrair o vírus simplesmente pelas partículas presentes em suas mãos ou em objetos que temos contato durante todo o nosso dia.

Um celular ou cartão de crédito sem a devida higienização é um prato cheio para o vírus – afinal de contas, ele pode viver até dias em algumas superfícies. Por conta disso, fizemos este post pensando em você, que utiliza estes objetos regularmente e que quer se manter longe do COVID-19.


Como limpar seu cartão de crédito?

Higienizar um cartão de crédito não é nada difícil e você pode higienizá-lo com coisas que tem em casa, como por exemplo água e sabão. Sim, a maneira, apesar de básica, é uma das formas mais aconselhadas para limpar o cartão e deixá-lo livre de vírus e bactérias. Também existem outras maneiras, como desinfetar o cartão com cloro e água ou então, para àqueles que tem o equipamento, pode ser usado máquinas que esterilizam em raios ultravioleta, uma vez que o UV ajuda a matar o vírus.

Para quem está em dúvida se o procedimento irá comprometer o funcionamento, ou causar avarias no cartão, pode ficar tranquilo. Como sabemos, os cartões de crédito são produzidos por plástico, metal e, além disso, são a prova d’água e outras substâncias como álcool e vinagre. Não é recomendado lavar seu cartão com substâncias corrosivas. No caso do cloro, é aconselhável lavar rapidamente – nada além dos 20 segundos e sempre misturando com sabão ou água, nunca diretamente.


Como higienizar o celular?

No caso do celular, muda um pouco – pois alguns dispositivos não podem ser submetidos a superfícies úmidas ou ficarem submersos na água. Às vezes, por prevenção e medo em se contaminar, o dono do aparelho passa álcool ou substâncias parecidas no telefone. No entanto, ao invés de higienizar, você pode prejudicar o funcionamento de seu smartphone. Isso se deve, pois o álcool direto pode descascar os revestimentos que impedem que o óleo e a água danifiquem sua tela, deixando-a vulnerável.

O jeito mais prático de limpar seu telefone celular é com o lenço umedecido. O produto é composto por álcool na medida certa, misturado com outras substâncias que, ao contrário do que falamos anteriormente, não irá prejudicar o aparelho. A própria Apple, inclusive, autorizou que seus dispositivos sejam higienizados por com substância que contenham álcool isopropílico a 70%. Contudo, essa mistura deve estar sempre envolta de algum pano ou lenço, nunca em contato direto com a tela do aparelho.


Comentário

A limpeza desses objetos é de suma importância para prevenção e eliminação de possíveis vírus causadores do COVID-19. Nesta época de quarentena, quando todo cuidado é pouco, pequenos gestos de higiene – como estes – podem ser fatores-chave para que o vírus não se espalhe e não afete sua família ou qualquer outra.

Além disso, é sempre bom lembrar os cuidados aconselhados pela OMS, entre eles lavar as mãos com frequência e evitar tocar em áreas com alta produção de muco, como olhos, nariz e boca.


Como anda a sua prevenção?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.