fbpx

Companhias aéreas começam a transportar vacinas contra a COVID-19 no Brasil

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Azul e a LATAM estão realizando a partir de hoje (18) o transporte das vacinas contra COVID-19 pelo Brasil. Saiba abaixo como funcionará o serviço de cada uma das companhias aéreas.

Vacina


Azul

Assim como a LATAM, a Azul começa, nesta segunda-feira (18), a transportar em seus voos regulares e de cargas pelo Brasil as doses da vacina contra a COVID-19. As primeiras cidades que irão receber o imunizante por meio dos voos da empresa são Cuiabá, Vitória, João Pessoa, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Salvador, São Luis, Aracajú, Natal e Maceió com decolagens que partem do aeroporto de Guarulhos, na grande São Paulo. 

“A Azul tem servido ao Brasil nos últimos 12 anos, trazendo serviços aéreos essenciais para mais de 100 cidades. Estamos muito animados em poder ajudar e apoiar o Governo Federal, em parceria com a VTCLOG, nessa crítica missão de distribuir vacinas em todo o território nacional. Junto com nossa empresa de logística, a Azul Cargo Express, temos a capacidade única de transportar vacinas com segurança e eficiência para cidades e comunidades em todo o país”, disse John Rodgerson, presidente da Azul. “É hora de estarmos juntos e ajudarmos o Brasil. Vamos continuar atendendo todos os pedidos possíveis, tanto para o transporte de vacinas, como para o transporte de insumos para o abastecimento das redes hospitalares, como fizemos com alguns voos nos últimos dias para Manaus, completa Rodgerson.

Ao todo, a companhia irá transportar 2,7 milhões de doses a essas cidades. A empresa havia anunciado em dezembro que estava à disposição das autoridades brasileiras para realizar o transporte das vacinas pelo país utilizando sua malha de voos existente e fretamentos, movimento que foi aderido também por outras empresas do setor. A companhia disponibilizará, em breve, os detalhes dos voos que levarão hoje as vacinas da COVID-19.


LATAM

A pedido do Ministério da Saúde, por meio da VTCLOG e com o apoio da ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), a LATAM começarará o transporte doméstico gratuito de 513 caixas – que equivalem a 15 toneladas de vacinas contra a COVID-19. Com o aval da Anvisa para o início da vacinação na população brasileira, em reunião que aconteceu neste domingo (17), o Avião Solidário da LATAM se prepara para seguir o Plano de Imunização do Governo Nacional.

De acordo com o Plano Nacional de Imunização, a LATAM tem, por meio de suas aeronaves da família Airbus A320, a capacidade de levar até 800.000 doses da vacina, considerando que este número pode variar de acordo com o tipo da vacina a ser transportada. Para que seja possível realizar todo o trâmite de emissão e aceitação deste tipo de transporte, é necessário, no mínimo, 5 horas de antecedência para preparação do voo, principalmente se a embalagem conter gelo seco (que necessita de um processo de aceitação diferenciado) para manter as vacinas em temperaturas mais baixas. A agilidade no transporte é fundamental não apenas pela importância da vacina, mas também para garantir a cadeia de frio.

Por meio das suas operações da LATAM Cargo, a companhia é a primeira aérea do continente americano e a única da América do Sul a obter a certificação CEIV Pharma, emitida pela IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo). Isso significa que a LATAM atende os mais altos padrões de qualidade para o transporte de produtos farmacêuticos com controle de temperatura.

Desde agosto, uma equipe com mais de 20 funcionários da LATAM Cargo tem planejado e adiantado os cenários para o transporte, levando em consideração o País e o destino, a infraestrutura dos aeroportos e a logística necessária para a preparação do transporte das vacinas. Atualmente, a LATAM Cargo conta com 30 pontos de recebimento de insumos médicos em todo o mundo, incluindo Europa, Estados Unidos e Chile, além de outros quatro que pretende habilitar na China.

Avião Solidário da LATAM

O programa Avião Solidário beneficia há 9 anos a América Latina. Por meio da LATAM Cargo, o programa transportou nesta pandemia mais de 1.000 toneladas de cargas, como testes rápidos para COVID-19, medicamentos, máscaras, entre outros produtos, beneficiando o Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Argentina.

Além disso, o Avião Solidário já transportou gratuitamente mais de 900 profissionais de saúde para atender às urgências do COVID-19 e mais de 500 pessoas com necessidades médicas diversas, como enfermidades ou cirurgias que requerem atendimento urgente.


Azul e LATAM estão realizando o transporte gratuito das vacinas, vale ressaltar. Estamos na torcida para que elas cheguem aos cantos mais remotos do país o quanto antes. Parabenizamos as duas empresas.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.