fbpx

Embarcando durante as manifestações no Chile – Leitor de Primeira

Leitor de Primeira Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

No quadro #LeitorDePrimeira de hoje vamos compartilhar a história do Paulo (@osvidasviajam), que acaba de nos enviar o relato que escreveu durante o voo de Santiago para São Paulo que pousou a pouco. Ele vivenciou de perto toda experiência e incertezas de quem tem que embarcar durante o momento delicado que vive o país.


Relato de Primeira

24 horas de tensão: Como o PP e um pouco de sorte me ajudaram a não ficar preso em Santiago no Chile durante as manifestações

Olá pessoal, faço este relato por dois motivos: O primeiro para compartilhar a minha percepção sobre a situação caótica que se instalou em Santiago no Chile, decorrente das manifestações recentes contra o governo e segundo para demonstrar como um pouco de sorte aliada ao conhecimento que eu obtive por ser um leitor assíduo do PP me tiraram de lá.

Eu e minha esposa aproveitamos essa promoção da Iberia (já encerrada) para viajar até Madri em classe executiva saindo de Guarulhos.

O retorno à Guarulhos não estava disponível na data que poderíamos viajar, portanto pesquisamos alternativas e emitimos o trecho Madri-Santiago, chegando no destino às 07:00 da manhã do dia 20/10.

Por fim, emitimos o trecho Santiago-Guarulhos pela LATAM utilizando pontos, na época Multiplus, e acabamos optando pelo vôo mais barato em Premium Economy que sairia de Santiago às 01:55 do dia 21/10. (Este vôo seria operado por um A320 que não possui assentos em Executiva, somente em Economy e Premium Economy)

Acontece que em meados de Julho, este nosso último vôo foi cancelado e a LATAM nos alocou automaticamente em um outro vôo que sairia às 23:00 do dia 20/10, também operado por um A320.

Neste momento, com o conhecimento que adquiri aqui no site, eu já sabia que, nessas situações, o passageiro pode buscar um vôo que mais lhe convenha na mesma data e não é obrigado a aceitar o vôo que a cia sugere para este. Sabia também, novamente em virtude de acompanhar o portal, que a LATAM não opera somente o A320 na rota de Santiago a Madri, mas também aviões maiores (wide-body).

De posse desses conhecimentos, procurei no site e encontrei um vôo operado por um B787, que sairia no dia 21/10 às 10:05 da manhã e que tinha 2 assentos disponíveis na classe executiva! Muito melhores que os assentos da Premium Economy do A320. Anotei os dados, liguei na central da LATAM e prontamente a atendente nos colocou neste vôo, fazendo com que eu pudesse ficar 24 horas em Santiago e aproveitar a ocasião para um passeio e quem sabe comprar alguns vinhos.

A tensão se iniciou pouco antes de sair de Madri, quando recebemos de parentes alguns links de matérias demonstrando as rebeliões e protestos que se iniciaram na tarde de sexta-feira, 19/10, em todo o Chile.

No nosso vôo de Madri a Santiago tudo correu perfeitamente, com exceção de uma pessoa que tentou embarcar alcoolizada e foi impedida pelo comandante por não estar em condições. Nada foi falado sobre a situação em nosso destino.

Ao desembarcar portanto, notamos um excesso de pessoas na área de segurança e posteriormente no saguão do aeroporto. A falta de veículos no trajeto do aeroporto até o hotel também demonstrou que algo não estava normal.

No saguão do hotel haviam alguns hóspedes tentando prorrogar a estadia devido a voos cancelados e o restaurante estava fechado. Alguns funcionários não tinham conseguido ir trabalhar. A cidade estava parada.

Todos os comércios, shoppings, restaurantes e lojas estavam fechados. Pouquíssimos táxis e Ubers operavam e foi aí que nós percebemos a furada que tínhamos entrado. Será que conseguiríamos ir embora no outro dia?

No bairro de Vitacura, onde nos hospedamos, tudo parecia mais calmo. Nenhum sinal de manifestação até que a realidade explodiu aos nossos olhos: Um incêndio em uma lanchonete ao lado do nosso hotel. Muitos bombeiros, policiais e curiosos chegaram. E nós ficamos ainda mais preocupados.

Mais tarde, o governo decretou toque de recolher das 19:00 às 06:00 e a notícia chegou pela TV: “Todos os vôos das 19:00 do dia 20/10 às 10:00 do dia 21/10 estão cancelados” e este foi o momento que a sorte nos ajudou como falado no começo do texto. Nosso vôo não foi cancelado pois estava marcado para as 10:05!

Deixamos combinado com um motorista para sair do hotel as 06:05, logo após o fim do toque de recolher e assim o fizemos. O trajeto até o aeroporto nunca foi tão rápido, pois novamente quase não haviam veículos nas ruas.

Já no aeroporto, a situação estava caótica. Cerca de 4.500 passageiros tiveram que dormir no aeroporto devido aos cancelamentos. Muitas famílias com crianças e bebês.

Nosso vôo sofreu um atraso de 1:30, sendo reprogramado para as 11:30. Os funcionários das cias também tiveram atrasos e os balcões de check-in abriram somente às 08:20.

Vimos todos os vôos saindo lotados devido a reacomodação dos passageiros que tiveram os seus cancelados e muitos passageiros preocupados por que não conseguiram reacomodação e terão que esperar sabe-se lá até quando.

Muito triste ver o que o país está passando para conseguir lutar por mudanças e mais ainda por afetar muitas pessoas que não tem nada a ver com a situação.

Novamente: Por sorte e conhecimento, escrevo este relato no avião a caminho de casa. Feliz por ter conseguido terminar nossa viagem sem maiores transtornos, mas triste por não ter conseguido comprar sequer UMA garrafa de vinho.

Obrigado PP e boa sorte a quem ainda vai enfrentar e está enfrentando toda essa turbulência.

@osvidasviajam


Comentário

Obrigado Paulo – @osvidasviajam –  por compartilhar seu relato de quem viu de perto o transtorno que tem sido os últimos dias no Chile. Temos certeza que muitos leitores com viagens de/para o país irão ficar atentos as alterações e cancelamentos e, assim como você, buscar a melhor solução possível para o momento.

Veja aqui a política de remarcação da LATAM devido a situação no Chile.

Alguém com voos para o Chile foi afetado com a situação? Qual alternativa buscou para sua viagem?


☞ confira relatos já publicados:

Se você quer ter sua história aqui, siga as instruções deste post.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.