fbpx

Emirates vai fazer um ‘voo para lugar nenhum’ com apenas vacinados a bordo

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Emirates irá operar um voo para lugar nenhum com seu A380 apenas com passageiros e tripulantes vacinados. O voo será em comemoração à campanha de vacinação dos Emirados Árabes. Em 10 de abril de 2021, o avião da companhia partirá do Aeroporto Internacional de Dubai às 12h, horário local, para cruzar vários emirados do país, antes de voltar a Dubai (DXB).

Emirates A380

O voo especial marca não apenas comemora o sucesso do programa de vacinação dos Emirados Árabes Unidos até o momento, mas também destaca o progresso da Emirates na vacinação de sua equipe e, em particular, de seus pilotos e tripulação de cabine. “A aviação foi e continua sendo uma força insubstituível para o bem, conectando pessoas e cidades, facilitando importantes fluxos comerciais e viagens de passageiros que trazem prosperidade econômica e alegria a milhões de pessoas”, disse a companhia em nota.

Os passageiros a bordo terão a oportunidade de experimentar a mais nova aeronave A380 da Emirates, que apresenta os novos assentos da Premium Economy da companhia aérea e interiores de cabine renovados em todas as classes.


Detalhes do voo

Os bilhetes para o voo EK2021 estarão disponíveis para cidadãos e residentes dos Emirados Árabes Unidos que tenham completado o período de duas semanas após a segunda dose da vacina da COVID-19. As passagens podem ser adquiridas no contact center da Emirates, nos escritórios de vendas da Emirates nos Emirados Árabes Unidos, bem como em agentes de viagens locais. Elas custam AED 1.000 (aproximadamente R$1.570) por pessoa na classe econômica e AED 2.000 (R$2.570) na classe executiva.

O valor adquirido no voo comemorativo serão doadas à Emirates Airline Foundation, a organização de caridade sem fins lucrativos da companhia aérea que apoia projetos em todo o mundo que visam melhorar a qualidade de vida de crianças carentes.

Como acontece com qualquer voo regular, os passageiros deverão chegar no momento do check-in com sua passagem aérea, 3 horas antes da partida do voo. Eles deverão trazer seu passaporte ou documento de identidade dos Emirados Árabes Unidos, bem como o certificado de vacinação. Todos os clientes que forem viajar no A380 receberão testes rápidos de COVID-19 antes da partida, gratuitamente. Seguindo as medidas de precaução, os clientes devem observar protocolos de distanciamento físico e usar máscaras durante todo o trajeto.


O que são voos para lugar nenhum?

Os voos para lugar nenhum receberam bastante atenção nos últimos meses, devido ao impedimento e ao fechamento das fronteiras em diversos países do mundo. A operação nada mais é do que um voo que tem como destino o próprio aeroporto de origem (semelhante a um voo panorâmico). Diversas companhias aéreas viram este tipo de operação como uma forma de diminuir o prejuízo causado pela pandemia.

Na Oceania, por exemplo, a australiana Qantas (que ainda não está operando voos internacionais) foi outra empresa aérea que fez este tipo de voo. Além da companhia, a Singapore Airlines e a ANA também operaram voos “bate e volta”. No caso da japonesa, a aeronave utilizada para o trajeto também foi o A380, apelidado de Flying Honu.


Aplicativo Tripset da Airbus

A Airbus lançou um aplicativo de viagem chamado Tripset, que tem como objetivo fornecer instruções claras sobre os voos dos passageiros, restaurando a confiança e facilitando seus deslocamentos durante a pandemia da COVID-19.

Tripset faz parte do compromisso da Airbus, juntamente com seus parceiros, como as companhias aéreas e agências reguladoras, para incentivar o retorno seguro das viagens, seguindo todos os protocolos de segurança durante os voos, o que é essencial para a recuperação da confiança de todos os passageiros.

O aplicativo está disponível para download gratuito no Google Play e na App Store.


Vacinação nos Emirados Árabes

Os Emirados Árabes Unidos são um dos países líderes mundiais em vacinação para cidadãos e residentes. Até o momento, mais de 8 milhões de vacinas foram administradas no país, protegendo mais da metade da população dos Emirados.

O Grupo Emirates apoiou o programa nacional de vacinação, tornando as vacinas COVID-19 prontamente disponíveis para sua força de trabalho, que é baseada nos Emirados Árabes Unidos. Até o momento, mais de 35 mil funcionários da Emirates receberam a vacina de um dos centros de vacinação da empresa, com mais de 85% dos pilotos e tripulantes da companhia aérea recebendo duas doses.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.