fbpx

Iberia se despede do seu último A340, parte da frota da companhia há 24 anos

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Iberia se despediu do seu último A340. A aeronave de matrícula EC-JLE fazia parte da frota de outros 12 aviões do modelo há 24 anos. Teve o seu último voo feito no dia 1º de agosto, voando de Quito a Madri com 296 passageiros. O jato recebeu uma singela homenagem da Iberia, que anunciou a aposentadoria da frota de A340 no começo do mês.

Iberia A340


Sobre o A340 na Iberia

O primeiro A340-300 da companhia espanhola entrou em serviço em 1996. Todas essas aeronaves foram nomeadas em homenagem a mulheres ilustres espanholas, incluindo a poetisa Rosalía de Castro, Santa Teresa de Ávila, herói de guerra do século 16 e María Pita, oficial do exército Agustina de Aragón.

A Iberia primeiro implantou seus Airbus A340 em voos para as Ilhas Canárias e depois os utilizou na rota da Espanha para Nova York, Cidade do México, Bogotá, São Paulo e Santo Domingo. Em janeiro de 1998, eles começaram a voar entre Madrid e Santiago, no Chile, um voo de 13 horas, a rota mais longa da Iberia até retomar os voos de Tóquio em 2016.

Em 2003 os A340-600 foram trazidos à frota da Iberia e até 2011 eram os aviões comerciais mais longos do mundo, com 75,3 metros, apresentando também o maior alcance – 14.600 km. Todos os modelos foram nomeados em homenagem a grandes artistas espanhóis, incluindo o pintor Salvador Dalí, o romancista Jacinto Benavente, o violonista Andrés Segovia, o arquiteto Antoni Gaudí, o compositor Isaac Albéniz e o pintor Julio Romero de Torres.


Eventos marcantes

Durante os 24 anos em operação, o A340-600 foi palco de diversos acontecimentos, entre eles um parto a bordo em um voo de Madri a Bogotá. Além disso, eles também foram usados ​​para acelerar a ajuda às vítimas dos desastres naturais que devastaram a Guatemala, Chile e Equador, bem como levar 450 toneladas de suprimentos de socorro ao Haiti após o terremoto de 2010.

Outra grande operação com a aeronave foi a da inédita conquista da Copa do Mundo pela Espanha em 2010, no mundial disputado na África do Sul. O modelo levou e trouxe jogadores, comissão técnica e espanhóis que viram a conquista do troféu de pertinho.

Em maio de 2014, também em ano de Copa do Mundo, o A340 tornou-se a primeira aeronave da Iberia a realizar um voo de longo curso com tripulação exclusivamente feminina, indo de Madrid a São Paulo.

A Iberia se despede de último Airbus A340 para dar boas vindas ao A350. A mudança visa, além da modernidade e tecnologia, uma pegada mais ambiental, visto que o avião gasta menos combustível e diminui a poluição sonora. O último modelo do A340 recebeu o nome de Santiago Ramón y Cajal como forma de homenagem ao cientista espanhol considerado “pai da neurociência moderna”.

Alguém já voou no A340 da Iberia? Saiba mais sobre a aeronave no site da companhia espanhola.

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.