fbpx

Infraero encerra operações no Aeroporto de Maceió

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A partir desta quinta-feira (13/02), a Infraero encerra as operações no Aeroporto Internacional de Maceió/Zumbi dos Palmares (AL), o qual passa a ser administrado pela empresa espanhola Aena Desarrollo Internacional.

Crédito: Divulgação/Infraero

Além do aeroporto alagoano, a nova gestora arrematou, em 15 de março de 2019, os terminais de Campina Grande (PB) e Juazeiro do Norte (CE), que já estão sendo administrados por ela, além dos terminais de Aracaju (SE), João Pessoa (PB), e Recife(PE), que se encontram em Plano de Transferência Operacional (PTO).

Intitulado Bloco Nordeste, o conjunto de aeroportos foi leiloado por R$ 1,9 bilhão, com ágio de 1.010% em relação ao lance mínimo inicial de R$ 171 milhões. De acordo com o contrato de concessão celebrado entre a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e a nova gestora, a estimativa de investimento para os aeroportos do Bloco Nordeste ao longo dos próximos 30 anos é de R$ 2,153 bilhões, sendo que um terço, ou R$ 788 milhões, serão aplicados nos próximos cinco anos.

A Infraero já finalizou as transições dos aeroportos dos blocos Sudeste e Centro-Oeste, e segue a fase de Operação Assistida nos demais aeroportos do Bloco Nordeste, que continua até o início de março deste ano.


Algum leitor nosso costuma utilizar o aeroporto de Maceió? Conta pra gente como tem sido a experiência!

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.