fbpx

Lufthansa encomenda 40 aeronaves Boeing 787-9 e Airbus A350-900

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Grupo Lufthansa comunicou que seu conselho aprovou a compra de um total de 40 aeronaves de última geração para as companhias aéreas do grupo. Os 20 aviões Boeing 787-9 e 20 Airbus A350-900 serão entregues entre o final de 2022 e 2027 e pela foto podemos ver que as cias vão ser Swiss e Austrian – além claro, da própria LH.

O investimento em novas tecnologias, eficiência e conforto dos passageiros faz parte do plano de modernização das frotas das companhias aéreas do grupo. As empresas do Grupo Lufthansa operam atualmente uma frota de 199 aeronaves de longo curso (dados de dezembro de 2018), incluindo doze aeronaves Airbus A350-900 de última geração. A partir de 2020, a Lufthansa começará a operar o novo Boeing 777-9.

Com o Airbus A350-900, o Boeing 777-9 e o Boeing 787-9, o Grupo Lufthansa terá o maior número de aeronaves eficientes de longa distância, em termos de consumo de querosene por passageiro e 100 km voados. Esse pedido destaca o desejo da empresa de investir em tecnologia de ponta e no cuidado com o meio ambiente. Em média, a nova aeronave consumirá cerca de 2,9 litros de querosene por passageiro e 100 km voados. Isso é 25% abaixo do que consomem aeronaves anteriores.

As aeronaves Boeing 787-9 e Airbus A350-900 que foram encomendadas substituirão aeronaves de quatro motores. Em meados da próxima década, toda a frota de longa distância terá sido modernizada. As possíveis economias de combustível somam mais de 500.000 toneladas métricas por ano. Isso equivale a uma redução de 1,5 milhão de toneladas de CO2.

Com as aeronaves mais novas e econômicas, o custo operacional comparado aos modelos anteriores cairá em torno de 20%. Além disso, o Grupo Lufthansa reduzirá significativamente a diversificação e a complexidade de sua frota nos próximos anos e desativará sete tipos de aeronaves, o que reduzirá os custos e a complexidade da manutenção e do fornecimento de peças de reposição, entre outros benefícios.

Após a substituição das aeronaves de longa distância, a empresa oferecerá aos seus clientes uma das frotas mais modernas do mundo. Isso também envolverá um aumento significativo no conforto e confiabilidade.

A decisão sobre quais companhias aéreas receberão as aeronaves e em qual hub será feita em uma data posterior.

Venda de seis aeronaves Airbus A380

Na sessão de hoje, o grupo também informou a venda de seis dos seus 14 aviões Airbus A380 para a Airbus. As aeronaves deixarão a Lufthansa em 2022 e 2023. As partes concordaram em não divulgar o preço de compra.


Gostaram do anúncio da Lufthansa? Vocês preferem o B787 ou o A350? Aliás, é sempre bom ver as companhias renovando suas frotas oferecendo aeronaves mais modernas e eficientes, não acham?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.