fbpx

O que esperar dos aeroportos brasileiros em 2020

Aeroportos Notícias

Por Rafael Castro

O ano de 2020 já chegou chegando e nós fomos atrás das administradoras dos principais aeroportos brasileiros para investigarmos o que podemos esperar deles nesse ano. Perguntamos sobre novas rotas, empresas aéreas, serviços diferenciados que serão oferecidos aos passageiros e possíveis obras e modernizações dos terminais. Confesso que descobrimos algumas novidades bem interessantes!

☞ pular para


Salvador Bahia Airport

Aeroporto de Salvador

Aeroporto de Salvador.

De acordo com o pessoal do aeroporto, o ano de 2019 foi bastante animado no Salvador Bahia Airport. Foram 169 novas frequências semanais domésticas e 8 novas frequências internacionais acrescentadas durante o ano, que contribuíram para uma estimativa de crescimento de +7,6% no volume de assentos para a Alta Temporada 2019/2020 (dezembro a março) em relação a 2018/2019 – quando desconsiderada a Avianca Brasil, esse crescimento passa para +43%.

Sem dúvidas, há um ambiente muito propício para o Salvador Bahia Airport continuar crescendo, graças à redução do ICMS sobre o Querosene de Aviação (QAV) pelo Governo do Estado e aos diversos investimentos em infraestrutura turística, em especial o novo Centro de Convenções de Salvador e as aberturas de novos hotéis. Toda essa convergência de fatores resultou em belos frutos para 2020, como os voos diretos para Santiago do Chile (com SKY e JetSMART, inaugurando o serviço de companhias Ultra Low-Cost no Nordeste brasileiro), a temporada estendida nos voos para Foz do Iguaçu (operados pela GOL até março) e o aumento da conectividade com o interior do estado (novas frequências para Lençóis, Ilhéus, Porto Seguro e Vale do São Francisco/Petrolina).

Em relação aos serviços oferecidos aos passageiros, em 2020 haverá a inauguração de algumas lojas  (como a Brasileirissima, VX Case, Chilli Beans), Restaurantes/Cafés (Mariposa, Delta Expresso, Abdul, San Paolo Gelato), a Sala VIP, Farmácia (Farmais), novo guarda volumes (Malex) e um espaço voltado para diversão das crianças.

A concessionária já iniciou as obras da fase 1C do Contrato de Concessão, que serão entregues até outubro de 2021 e incluem duas novas pontes de embarque, 12 novos balcões de check-in, 4 novos pórticos de detecção de metais; e 6 novos equipamentos Raio-x para inspeção de bagagens. Também serão realizadas no próximo ano outras melhorias de iniciativa própria da Concessionária, como o retrofit da praça de alimentação e a construção de uma usina solar. Além disso, pequenas obras serão realizadas para adequação dos novos espaços comerciais pelos lojistas.


Aeroporto Internacional de Fortaleza

Aeroporto de Fortaleza

Aeroporto de Fortaleza. Imagem: Divulgação / Fraport Brasil.

De acordo com as informações recebidas da Fraport, administradora do Fortaleza Airport, desde que foram assumidas as operações do aeroporto, em janeiro de 2018, vem trabalhando para oferecer aos passageiros um novo mix comercial e padrões internacionais de serviços. Recentemente foi inaugurado o McDonald’s e Extrafarma. Em breve, será inaugurada uma Pizza Hut na praça de alimentação.

Com relação às obras, em abril de 2018 a Fraport Brasil – Fortaleza iniciou as obras de expansão e melhorias do terminal.

Abaixo, as obras realizadas em 2019 as próximas entregas:

2019

– Maio: ampliação do acesso ao embarque internacional (aumento de espaço no controle de segurança e de passaporte);

– Maio: abertura do novo viaduto que liga a Av. Senador Carlos Jereissati ao piso de desembarque;

– Junho: ampliação da sala de embarque e desembarque internacional, com novos sanitários, balcões de imigração mais modernos, nova esteira de bagagem – com tecnologia de padrão internacional – e novos elevadores;

– Junho: nova área de check-in doméstico e internacional;

– Junho: abertura da via de acesso viário ao novo piso de check-in, que segregou o fluxo de veículos na chegada e saída do aeroporto;

– Julho: novo fluxo para passageiros em desembarque doméstico;

– Julho: novo local (saída) para o desembarque doméstico, no mesmo piso do anterior;

– Julho: novo fluxo de conexão doméstica x internacional;

– Outubro: liberação de um pequeno trecho da expansão da área de embarque;

– Outubro: duas novas esteiras de restituição de bagagens, completando a área que já havia recebido outras três novas esteiras;

– Novembro: instalação do BCBP (Bar Coded Boarding Pass), que permite a leitura automática do cartão de embarque. Foram instaladas oito máquinas antes do canal de inspeção do embarque doméstico e seis no acesso ao embarque internacional;

– Dezembro: passarela interna que auxiliará o fluxo dos passageiros, do check-in até a área de embarque;

– Dezembro: abertura de seis das oito novas pontes de embarque.

Próximas entregas:

Até abril/2020:

  • Novos banheiros no desembarque doméstico;
  • E-gates – controle de passaporte eletrônico no canal internacional de entrada e saída do país;
  • Novo local para o desembarque internacional, no mesmo piso do atual.

Até dezembro/2020: expansão da pista de pousos e decolagens.

As obras do Aeroporto de Fortaleza já estão 95% concluídas e são fruto de um investimento de R$ 1 bilhão.


Aeroportos de Natal e Brasília – Inframérica

Aeroporto de Natal

Aeroporto de Natal. Imagem: Divulgação / Inframerica.

Ambos os Aeroportos de Natal e Brasília são administrados pela Inframérica e recebemos as informações deles de forma conjunta. A assessoria nos informou que na empresa existe uma gerência de “Negócios Aéreos”. Os profissionais trabalham todos os dias analisando o setor e prospectando novas companhias aéreas e rotas para os aeroportos de Brasília e Natal.

Em 2019, somente em Brasília foram quatro novos destinos internacionais: Cancún no México, Santiago no Chile, Lima no Peru e no Assunção no Paraguai. Brasília é uma cidade bem localizada geograficamente e o terminal é o maior hub doméstico brasileiro. Natal é uma das cidades mais próximas à Europa e o aeroporto tem estrutura capaz de receber voos domésticos e internacionais.

Em 2020 começará a operar no Aeroporto de Natal a VoePass (Passaredo) com uma operação regular com voos para Fortaleza. Até abril deste ano a companhia aérea Corendon vai operar voo charter para Amsterdã, na Holanda.

Ainda esse ano, o Aeroporto de Brasília vai receber o primeiro Starbucks do Centro-Oeste. Serão cinco lojas, uma na Praça Pick Up, uma no saguão público que terá dois andares para atendimento tanto no piso de embarque como no desembarque, uma no Píer Norte, outra no Corpo Central e uma última na sala de embarque internacional.

Até o final do 1º trimestre o Aeroporto de Brasília vai inaugurar uma nova área, a Praça Pick Up. O espaço localizado em frente ao Terminal aéreo onde hoje é o estacionamento coberto foi pensado para destinar os embarques de passageiros em carros de aplicativos, vans de locadoras e ônibus. Com a vocação natural da praça, novos estabelecimentos comerciais desembarcarão também no novo local. Estão previstos quatro lojas, um restaurante, um bar, entre outros serviços como lojas de locadoras de veículos, lounge de transporte de aplicativos, parques infantis e eventos culturais.

Em 2019 a grande novidade no Terminal brasiliense foi a chegada do restaurante Madero. O restaurante curitibano abriu suas portas no Aeroporto de Brasília no início de setembro de 2019 com uma loja no mezanino do Píer Sul e capacidade para atender 250 clientes simultaneamente.

Aeroporto de Brasília

Imagem: Divulgação / Inframerica.

O Aeroporto de Natal também vai ganhar novos estabelecimentos comerciais. Para o 1º trimestre de 2020 a Heineken abrirá um bar temático na área de embarque do Terminal. Serão vendidas cervejas e produtos da marca. No espaço haverá telões para acompanhar jogos e programações esportivas. O Snoopy Café também abrirá no mesmo período, no piso de check-in. A loja oferece diversos produtos personalizados com os personagens, como waffle com o rosto do Snoopy e café do Woodstock.

Também no piso de desembarque, o Pipa Transfger, empresa de transportes, construirá o VIP Pipa Lounge, um espaço exclusivo de 84 m² para os passageiros do terminal potiguar viajarem com ainda mais conforto. A área VIP será exclusiva para passageiros que desembarcarem no Aeroporto de Natal e será construído no corredor do turismo. O espaço terá brinquedoteca e transfer exclusivo. A previsão de abertura é dezembro deste ano.


Floripa Airport

Aeroporto de Florianópolis

Aeroporto de Florianópolis. Imagem: Divulgação / Floripa Airport.

Vocês devem se lembrar que a Floripa Airport inaugurou no ano passado um novíssimo terminal que ficou muito bom, por sinal. O terminal antigo foi desativado e todas as operações passaram a ser realizadas no novo aeroporto, com administração da suíca Zurich Airports.

De acordo com o Diretor Geral da Floripa Airport, Ricardo Gesse, a concessionária tem uma equipe focada no desenvolvimento de novas rotas, porém a criação dessas rotas não depende exclusivamente da concessionária, mas de uma estratégia unificada, agressiva e bem definida entre poder público, aeroporto e trade turístico para desenvolver o produto turístico catarinense. “Acreditamos que esta é uma área que tem muito a ser desenvolvida ainda em Florianópolis e este é um dos focos da Floripa Airport”, informou Gesse.

Dr. Aeroporto comenta: Se tem algo que eu sempre falo com os meus alunos em sala de aula é da necessidade de se planejar os serviços de transporte aéreo de forma conjunta a partir de estratégias que envolvam as empresas aéreas, os aeroportos, os municípios e o mercado turístico. Pode parecer estranho, mas isso ainda é uma prática muito incipiente aqui no Brasil! Os casos internacionais de maior sucesso nesse sentido são, sem dúvida, Dubai e Singapura. Nesses dois destinos, houve uma articulação muito bem feita e planejada entre todos esses atores para que eles se tornassem não somente grandes hubs de conexões entre os voos das suas principais empresas aéreas, mas também destinos turísticos de nível mundial que atraem um número cada vez maior de turistas.

Como o aeroporto foi inaugurado recentemente, em outubro, a maioria dos estabelecimentos comerciais abriu no fim de 2019 e tudo ainda é muito novidade. Vale destacar que o Boulevard 14/32, primeira grande praça de entretenimento, serviços e compras em um aeroporto no Brasil, tem um mix variado, com gastronomia que vai da cozinha árabe à japonesa, marcas locais, nacionais e internacionais e serviços diversos, como supermercado, salão de beleza, barbearia e livraria.

Para 2020, há previsão da abertura do Duty Free e do Mercado Sehat, um restaurante focado na cozinha do mar, com ingredientes orgânicos e frescos. Há ainda alguns espaços comerciais em negociação, o que garante que ainda teremos muita novidade.

Do ponto de vista de serviços, foi lançado recentemente o Despacho Avançado de Bagagem, com a opção do serviço já no Boulevard 14/32. O Floripa Airport é o primeiro aeroporto do Brasil com esse serviço.

Algo que eu achei muito interessante quando estive lá no evento de inauguração (e que é uma tendência mundial para os aeroportos) é que o Aeroporto de Florianópolis é o primeiro do Brasil a ter o conceito de Place To Be:

“Não somos apenas um lugar de passagem, mas um destino. Por isso, o Boulevard 14/32 e o seu calendário de eventos anual, com atrações todos os fins de semana, o terraço panorâmico (único no Brasil em aeroportos) e o pocket park. Temos wifi gratuito por 3 horas. Somos pet-friendly, nosso estacionamento custa R$ 12 por até quatro horas. Adoramos receber! Nossas equipes estão prontas para atender, dar informação e orientar as pessoas. Queremos que as pessoas venham e desfrutarem do aeroporto, divirtam-se, encontrem amigos, usem nossos espaços para trabalhar. É como diz o nosso slogan A Magia Começa Aqui.”, enfatizou Gesse.


Aeroporto Internacional Salgado Filho – Porto Alegre

Planador no Aeroporto de Porto Alegre

Aeroporto de Porto Alegre. Imagem: Divulgação / Fraport Brasil.

Desde que a Fraport Brasil assumiu as operações do Aeroporto Internacional Salgado Filho – Porto Alegre, em janeiro de 2018, diversas mudanças já foram realizadas por lá. Em termos de rotas, no final de 2019, a Cabo Verde iniciou as operações entre Porto Alegre e Ilha do Sal, a GOL iniciou a rota Porto Alegre – Punta Del Este (Uruguai) e a LATAM, Porto Alegre- Lima (Peru).

A concessionária vem trabalhando para oferecer aos passageiros um novo mix comercial e padrões internacionais de serviços. Recentemente foram inauguradas as redes internacionais Johnny Rockets, Deltaexpresso, Hudson e McDonald’s. Em dezembro de 2019 foi inaugurada a Lojas Renner na área pública, a primeira operação da fast fashion gaúcha em um aeroporto. Legal, não?

Em março de 2018 a Fraport Brasil – Porto Alegre iniciou as obras de expansão e melhorias do Terminal. Vejam as obras realizadas em 2019 e as próximas entregas:

2019

– Abril: entrega da nova área de check-in, novo controle de acesso doméstico, novas salas de embarque doméstico e nova área de desembarque doméstico. Nesta data também foi realizada a alteração da nomenclatura dos portões para: 103, 104, 105, 106, 107, 108 e 109, respectivamente.

– Junho: novo edifício garagem foi aberto ao público. Este novo equipamento também ocasionou a mudança do nome dos espaços que agora são identificados como: Estacionamento 1 (antigo Bolsão A), Estacionamento 2 (antigo edifício garagem) e Estacionamento 3 (novo edifício garagem).

– Agosto: abertura de novas salas de embarque doméstico: sala de embarque doméstico remoto (Piso 1), sala de embarque doméstico (Piso 2), mezanino (Piso 3).

Setembro: abertura da área de check-in internacional. Neste momento, o espaço de check-in inaugurado em abril tornou-se exclusivo aos voos domésticos. Neste mês também ocorreu a transferência das operações da companhia aérea Azul para o Terminal de Passageiros. Desta forma, todas as operações foram concentradas em um único Terminal e o Terminal 2 passou a se chamar Prédio Administrativo e a abrigar somente a Torre de Controle e os escritórios da Fraport Brasil.

– Outubro: instalação do BCBP (Bar Coded Boarding Pass). Foram instaladas oito máquinas antes do canal de inspeção do embarque doméstico e quatro no acesso ao embarque internacional.

– Outubro: conclusão da Fase 1B das obras dentro do prazo estabelecido em Contrato de Concessão;

– Novembro: no dia 20 de novembro foi realizada a entrega oficial das obras de reforma e ampliação do Porto Alegre Airport (fase 1B), previstas no contrato de concessão com a ANAC: reforma e ampliação do Terminal de Passageiros 1; construção de novo edifício garagem e bolsões de estacionamento, totalizando 4.300 vagas;  construção de nova subestação de energia elétrica; adequação das pistas de taxiamento;  adequação do sistema de drenagem; implantação de novas zonas de segurança de pista.

Próximas entregas:

– Até dezembro/2021: expansão da pista.


GRU Airport – São Paulo

Aeroporto de Guarulhos

Aeroporto de Guarulhos. Imagem: Divulgação / GRU Airport.

Sabendo que o Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport) é o maior e o mais movimentado do país, sempre esperamos muitas novidades por lá. Fomos informados que até ao final de janeiro GRU passará a receber as operações das cias. Flybondi (Argentina) e, em março, da JetSmart (Santiago) e Virgin Atlantic (Londres). Serão três novas empresas aéreas a operar para São Paulo que vão – no caso da Flybondi e JetSmart – reforçar as ligações com os dois maiores mercados da América do Sul. Em relação à Virgin, a operação diária para Londres vai estimular o mercado londrino, que é o mais corporativo da Europa, e complementará a malha aérea da GOL a partir de GRU Airport, com operações de codeshare dentro da América do Sul.

De acordo com a GRU Airport, em relação ao mercado doméstico, todo o setor confirma que, apesar do encerramento das operações da Avianca Brasil, houve forte crescimento da demanda de passageiros a partir do GRU Airport no decorrer de 2019. A perspectiva para 2020 é que seja mais um ano de importantes resultados positivos no segmento doméstico, com o lançamento de novas rotas diretas e reforço nas principais conexões nacionais.

Já desde 1 de janeiro é possível a todos os passageiros chegando de voos internacionais adquirir até USD 1.000 em freeshops, uma importante mudança que vai permitir aumentar o sortimento dos produtos existentes, em especial eletrônicos e bebidas, já disponibilizados nas lojas dos aeroportos, e a inclusão de novas categorias de produtos, como material esportivo, eletrodomésticos e itens para bebês e crianças (carrinhos de bebês, etc.).

Ainda no primeiro trimestre, o serviço de aluguel de carros elétricos chamado Beepbeep será disponibilizado no estacionamento do Terminal 2 e até o final de ano, será lançada uma nova sala VIP na área restrita do mesmo terminal. Como todos os anos, haverá muitas novidades nos terminais de GRU AIRPORT no segmento de varejo, alimentação e serviços para passageiros, mas as confirmações serão feitas à medida que as negociações serão fechadas. A concessionária acredita que 2020 será mais um ano de grandes lançamentos, sempre com o objetivo de melhorar a experiência dos usuários do aeroporto e fazer do GRU Airport o preferido dos passageiros.

Com relação às obras no aeroporto, 2020 será um ano com importantes mudanças infra-estruturais no GRU Airport, como a nova fase de modernização da área restrita do Terminal 2 – ou seja, depois do controle de segurança e até as portas de embarque. Os trabalhos visam a troca do piso de quase todas as alas restritas do terminal, reforma nos banheiros e troca da iluminação. Será ainda construída uma nova sala de embarque remoto, que aumentará a capacidade de passageiros no terminal.

Neste ano também começarão as obras de instalação da nova Sede Estadual e Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, com uma importante infraestrutura de segurança, dentro do complexo aeroportuário – algo único no Brasil. A segurança no aeroporto aumentará, tanto para os passageiros como também para o processamento de cargas aéreas. Além disso, Desde meados de novembro, está em operação um novo pátio de aeronaves no Aeroporto Internacional de São Paulo, o 8º pátio para estacionamento e manobra de aeronaves. Com capacidade para oito aeronaves wide-body, a nova área, denominada Pátio 7, é usada principalmente pelas companhias internacionais e pelas aeronaves puramente cargueiras.

Mas você sabe o que são aeronaves wide-body?

Dr. Aeroporto explica: aeronaves wide-body são aviões que possuem 2 corredores e, por isso, possuem a fuselagem mais larga. Já os aviões com corredor único são chamados de narrow-body. Exemplo: um Boeing 777 é wide-body, enquanto um Airbus 320 é narrow-body. Nos aeroportos maiores há posições que são capazes de receber os dois tipos de aeronave e há ainda aquelas que conseguem acomodar somente os narrow-body. Por isso, às vezes você chega de um voo internacional e o piloto informa que está aguardando uma “vaga no estacionamento” e você fica sem entender, já que vê o aeroporto cheio de lugar vazio. Pode ser que nenhuma daquelas posições ociosas possa acomodar a sua aeronave!


Aeroporto Internacional de Viracopos – Campinas

Aeroporto de Viracopos

Aeroporto de Viracopos. Imagem: Ricardo Lima.

Conforme as informações que coletamos junto à equipe do Aeroporto Internacional de Viracopos – Campinas, o aeroporto possui uma política para atração de novas rotas, tanto para o Terminal de Carga (TECA) quanto para o Terminal de Passageiros. Há previsão de novas rotas e empresas para operarem no aeroporto em 2020. Representantes do aeroporto também participam de eventos nacionais e internacionais que proporcionam negociações com as empresas aéreas.

Em 2019, por exemplo, duas novas empresas aéreas chegaram em Viracopos para aumentar frequência ou instalar novas rotas no Terminal de Carga em voos regulares: Korean Cargo e a Qatar Airways Cargo. Já na área de passageiros, a Azul implantou rotas domésticas e internacionais como Porto (OPO), Bariloche e Buenos Aires. Há a expectativa que sejam implantadas ao menos mais duas rotas internacionais em 2020.  Um dos destinos já foi anunciado pela Azul e será Nova York – Aeroporto JFK!

Com relação aos serviços oferecidos aos passageiros, há uma nova rede de lanchonete que deve se instalar em Viracopos em 2020. Também estão em negociação novas lojas. Vale lembrar que em 16 de dezembro de 2019, foi inaugurado um novo prédio para inspeção aduaneira nos desembarques internacionais. A Concessionária Aeroportos Brasil Viracopos investiu R$ 6 milhões nas obras e em novos equipamentos de raio-x e softwares. A nova área tem 1.800 m² e elevou a capacidade do aeroporto de 200 passageiros/hora para 1.200 passageiros/hora no desembarque internacional.

Será inaugurado no primeiro semestre de 2020, o hangar nacional de manutenção de aeronaves da Azul dentro de Viracopos. A obra consolida o aeroporto como principal hub da companhia área.  Também estão previstas obras de melhorias no atual terminal de passageiros. É importante destacar que, em 2020, Viracopos deve bater seu recorde histórico de movimentação de passageiros com mais de 10,5 milhões de passageiros no ano. O recorde anterior foi em 2015, com 10,3 milhões de passageiros.

Desde o início da concessão, em 2012, Viracopos foi eleito por 12 trimestres o Melhor Aeroporto do Brasil na Pesquisa da Secretaria de Aviação Civil de satisfação dos passageiros, realizada nos 20 maiores aeroporto do Brasil. A meta do aeroporto é continuar investindo na qualidade dos serviços e no atendimento aos passageiros e clientes de carga. Em 2018, o TECA de Viracopos foi eleito o Melhor Terminal de Carga do Mundo na Categoria até 400 mil toneladas ano pela Air Cargo World, uma das principais publicações do setor, e celebra as melhores performances na área de transporte aéreo mundial.


RIOgaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim

Aeroporto RIOgaleão. Imagem: Divulgação / RIOgaleão.

O aeroporto internacional da cidade do Rio de Janeiro, o RIOgaleão, tem para esse ano alguns novidades em termos da atração de novos voos e empresas aéreas:

– A quarta frequência da Flybondi para Buenos Aires passará a ser permanente.

– Rotas da Gol (com Passaredo) para Macaé/RJ.

– Mais cinco frequências semanais adicionais da Avianca Colômbia para Bogotá.

– Mais uma frequência semanal para o Porto com a TAP.

– Voo Latam operando para Montevidéu, Buenos Aires (Ezeiza) e Guarulhos.

Além disso, a expectativa do RIOgaleão é pela adesão das três empresas aéreas nacionais ao incentivo de ICMS estadual, aumentando em 15% os assentos disponíveis no RIOgaleão.

A Polêmica do ICMS Estadual

Dr. Aeroporto explica: o ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – é um imposto estadual, sendo de competência de cada estado brasileiro instituir e cobrar os valores referentes às operações de circulação de mercadoria ou prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação. Assim, o ICMS incide diretamente no valor cobrado pelo QAV – Querosene de Aviação pago pelas empresas aéreas ao abastecerem as suas aeronaves. Vale lembrar que o combustível corresponde a cerca de 40% dos custos operacionais das empresas. Como esse é um imposto estadual, as alíquotas são diferentes em cada estado. Em São Paulo, até junho do ano passado, a alíquota era de 25%, enquanto no Rio de Janeiro a alíquota era de 12%. Tem havido, em vários estados, um movimento de redução do ICMS incidido sobre o querosene de aviação com o objetivo de estimular o aumento das frequências de voos e o barateamento das passagens. No estado de São Paulo, o valor passou para 12% com uma contrapartida de que as empresas implantassem 490 novos voos semanais para 21 estados e 38 aeroportos, além da criação de seis novos destinos dentro de São Paulo. No Rio de Janeiro, um decreto assinado pelo governador no final de 2019 prevê a redução das alíquotas de ICMS de forma escalonada para as empresas aéreas que operam ou vão começar a operar no Aeroporto Internacional Tom Jobim, podendo chegar a uma alíquota de 7% a depender da contrapartida proposta pela empresa aérea. Essa sempre foi uma “pedra no sapato” das companhias aéreas brasileiras,  impedindo, inclusive, que tenhamos empresas verdadeiramente de baixo custo no país. Então, a redução do ICMS tende a ser muito benéfica para todos!

A concessionária RIOgaleão tem trabalhado para consolidar o aeroporto como um espaço de compras e conveniência. Em 2019, foi criada a marca SHOP&GO onde o passageiro pode contar com uma série de benefícios e descontos exclusivos, além de ofertas com o mesmo preço da cidade e opções de alimentação com preços competitivos das marcas mais importantes do Brasil e do mundo. A marca entrará em fase de consolidação no ano de 2020!

Em janeiro foi inaugurado o restaurante Jamies Deli, uma versão dos restaurantes do renomado chef londrino Jamies Oliver criada especificamente para aeroportos. Em breve serão inauguradas mais uma loja do KFC (no internacional) e o Factory, um bar e restaurante londrino do grupo SSP, um dos maiores do mundo especializados em F&B em aeroportos e estações de trem. O Factory está localizado no Espaço Gourmet, no embarque internacional; um novíssimo espaço desenhado pelo renomado designer carioca Guto Índio da Costa que se inspirou no perfeito desenho do Rio de Janeiro, com o encontro do mar e a montanha criando um verdadeiro Oásis Tropical. Um lugar que vai fazer com que o turista queira voltar mais rápido e o carioca da gema (ou de coração) sinta aquele orgulho da sua terra.

O RIOgaleão atualmente oferece mais de 600 marcas nacionais e internacionais distribuídas em 2 mega lojas de Duty Free (sem imposto) e mais de 60 lojas como duty paid (com imposto). Em breve a novidade serão capsulas de dormir para os viajantes que querem um espaço privado e calmo para descansar entre uma viagem e outra.

Diversos projetos do aeroporto serão mantidos e aprimorados em 2020. Selecionei alguns deles:

  • Barato do RIOgaleão: projeto desenvolvido para que os restaurantes ofereçam opções especiais com valores mais baixos do que aqueles encontrados no cardápio. Periodicamente essas opções são alteradas bem como os combos ofertados.
  • Shop.RIOgaleão: plataforma de e-commerce para reservas ou mesmo compras em lojas selecionadas para aqueles passageiros que querem aproveitar o máximo do tempo. Em breve será lançada a opção de pre-booking do estacionamento; solução completa para facilitar a viagem.
  • Loja Amiga do Cliente: projeto desenvolvido para premiar e reconhecer as lojas que possuem excelência no atendimento ao cliente, além de cumprir outros requisitos operacionais que garantam ao passageiro uma memorável experiência no RIOgaleão. Este projeto foi desenvolvido inicialmente em parceria com o IBRC – Instituto Ibero Brasileiro de Relacionamento com o Cliente – o que concedeu ao RIOgaleão o título do 1º Aeroporto Amigo do Cliente do Brasil.
  • Pet Friendly: No RIOgaleão os pets são muito bem vindos. Em diversos pontos de embarque e desembarque, os pets viajantes encontrarão espaços para as suas necessidades, o nosso “Pet Relief”, além de poderem circular por todo o terminal.
  • Free Parking: projeto desenvolvido com foco nos moradores da Ilha do Governador que oferece estacionamento gratuito nos fins de semana (até 4 horas de uso) para consumo acima de R$ 80,00 nos restaurantes Mr. Baker, TGI Fridays, Mania de Churrasco ou Pizza Hut. O consumo é por ticket de carro, então vale para uma família inteira!
  • Free Bus – Lunch time: projeto piloto desenvolvido com foco nos trabalhadores e estudantes da Ilha do Fundão, a Cidade Universitária. Todas as quintas e sextas o RIOgaleão disponibilizou um ônibus confortável, com ar condicionado e wi-fi, gratuito, saindo do Fundão até o RIOgaleão na hora do almoço. Algumas opções de alimentação foram especialmente desenvolvidas para este projeto, oferecendo combos com preços reduzidos em todos os restaurantes do aeroporto.

Aeroportos da rede Infraero

Aeroporto Santos Dumont. Imagem: Divulgação / Infraero.

Entramos em contato com a Assessoria de Imprensa da Infraero que nos informou que a estatal busca manter-se atrativa no mercado, oferecendo condições diferenciadas às empresas aéreas que almejem novas rotas e operações iniciais em aeroportos brasileiros. Como exemplo, vale citar as novas operações no Aeroporto Internacional de Foz de Iguaçu das empresas internacionais Amaszonas e Jetsmart e outras negociações em curso, como com a Cabo Verde Airlines, também naquele aeroporto.

Os processos de concessão de áreas comerciais são constantes na Infraero, já que, como empresa pública, esses contratos possuem prazos limites pré-definidos e, com isso, uma oferta constante de novos negócios ao mercado. Em breve será inaugurada a loja do Madero, no Aeroporto Santos Dumont e, ainda, nas próximas semanas está programada a instauração de licitação para exploração de mídia nos aeroportos de Congonhas (SP) e Santos Dumont.

Ainda este ano, serão inaugurados os novos terminais de passageiros de Navegantes (SC) e Foz do Iguaçu (PR), que também terá sua pista ampliada para receber operações de aeronaves maiores, permitindo a ligação do município com países da América do Norte. O processo de internacionalização do aeroporto de Goiânia (GO) também deverá ser concluído, o que permitirá ligações com outros países. O aeroporto de Congonhas também passa por modificações, que trarão melhorias no embarque de passageiros e o aeroporto de Santos Dumont terá toda sua antiga área fechada, de acordo com as normas dos órgãos de patrimônio histórico, mas de modo a possibilitar a climatização dessa área do terminal carioca.

Após as concessões de muitos aeroportos à iniciativa privada, a Infraero tem investido fortemente na prestação de diversos serviços aeroportuários. Nesse sentido, a empresa agora dispõe de um vasto portfólio de serviços, produtos e tecnologia além de uma equipe capacitada nas principais áreas das operações aeroportuárias, como regulamentação, operação, segurança, manutenção, engenharia, meio ambiente, finanças e logística. Por meio desse portfólio, a empresa passou a oferecer, desde 2018, soluções customizadas, planejadas e executadas de acordo com as necessidades dos potenciais clientes.

Concessão ou Privatização?

Dr. Aeroporto explica: o processo de concessão de um aeroporto acontece quando todo o aeroporto, ou parte dele, é concedido à  iniciativa privada por um tempo pré-fixado em contrato. Esse prazo pode ser prorrogado ou não, de acordo com o interesse de ambas as partes. Caso não haja prorrogação ou não seja de interesse, o aeroporto volta para a gestão anterior, no caso, pública. Já na privatização, o aeroporto ou parte dele é vendido de forma definitiva para a iniciativa privada, não havendo um contrato com prazo de expiração. Aqui no Brasil adotou-se o modelo de concessão dos aeroportos.


Comentários

É nítido que avançamos muito nos últimos anos em termos de infraestrutura aeroportuária no Brasil. As concessões para a iniciativa privada colaboraram para isso, mas alguns aeroportos administrados pela Infraero também têm sido modernizados e ampliados, como é o caso de Foz do Iguaçu, por exemplo. É bastante perceptível também que os aeroportos privados tendem a desenvolver mais projetos relacionados a marketing, compras e serviços de alimentação, afinal de contas é preciso pensar no retorno do investimento financeiro feito nos terminais. Assim, perceberemos cada vez mais os aeroportos se transformando em grandes centros de compras e eventos, atraindo não somente os passageiros, mas também outros tipos de clientes como os acompanhantes, os funcionários e, até mesmo, a população local.

A questão do ICMS continuará sendo um desafio em 2020, mas tivemos ganhos importantes em 2019, portanto, acredito que novas negociações com outros estados possam acontecer. Esperamos que isso ajude a diminuir os custos dos bilhetes para que mais pessoas possam voar e deixar os aeroportos cheios!

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.