fbpx

Os detalhes por trás da operação de resgate dos brasileiros em Wuhan

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Força Aérea Brasileira (FAB) emitiu um comunicado com os detalhes dos voos que partiram anteontem (05) para resgatar 30 brasileiros na China. O governo enviou duas aeronaves para buscarem os brasileiros que desejam deixar o país por conta do recente surto do coronavírus.

As duas aeronaves que estão sendo usadas para transportar os passageiros são as VC-2, de modelo Embraer 190. Os voos, que se iniciaram na tarde de quarta-feira (04), fizeram uma parada em Fortaleza, antes de seguirem à Europa, onde fizeram a segunda parada nas Ilhas Canárias. Depois disso irão para Varsóvia, última parada antes de chegar ao território chinês. Na China, o avião ainda fará uma última parada em Urumqi, antes de chegar em Wuhan.

As aeronaves contam com 11 tripulantes e 6 profissionais de saúde da FAB, além de um médico do Ministério da Saúde. “As equipes de saúde são capacitadas para realizar missões de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN), que consiste em empregar Meios de Força Aérea para deslocar pessoal e material que tenham sido submetidos à ação de agentes Químicos, Biológicos, Radiológicos e/ou Nucleares, e para transportar pessoal e material especializados nas atividades decorrentes de eventos DQBRN”, disse a Força Aérea.

Cada uma das aeronaves consegue levar 30 pessoas. Mesmo em função do trabalho de resgate, a FAB disse que o avião não vai precisar de adaptação específica. O voo de volta de Wuhan fará o percurso inverso do de ida, indo à Urumqi, Varsóvia, Las Palmas, Fortaleza e, por fim, Anápolis (não mais Brasília – onde as aeronaves saíram). Ao todo, o voo deverá ter uma duração de 94 horas, com previsão de retorno para amanhã (08).

A FAB informou que o Ministério da Defesa, em conjunto com o Ministério da Saúde, Ministério das Relações Exteriores e demais órgãos do governo, irá atuar seguindo protocolos e instruções oficiais para garantir a segurança dos passageiros e dos militares envolvidos na missão.

Ao chegar ao Brasil, os passageiros serão colocados em quarentena como uma medida de prevenção. O local onde os passageiros irão ficar é a Ala 2 da Base Aérea de Anápolis. Mais informações sobre a “Operação Regresso” e sobre a quarentena na Ala 2 dos repatriados brasileiros oriundos da China serão fornecidas oportunamente nos canais oficiais da Força Aérea Brasileira.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.