fbpx

Pagando IPVA com cartão de crédito – qual é a sua estratégia?

Notícias

Por Lorenzo Firmino

Com a virada do ano vai chegando a hora de pagar o tão adorado famoso Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – ou simplesmente, IPVA. Este não é um imposto barato e muitas pessoas optam por pagá-lo com cartão de crédito: seja pela oportunidade de ganhar uns pontos extras na fatura ou pela possibilidade de parcelá-lo. Qual é a sua estratégia na hora de pagar o IPVA?

A ideia é que possamos discutir no campo dos comentários os diferentes métodos que temos hoje em dia para pagar este imposto. Lembre-se: o que funciona para você, pode não funcionar para o amigo leitor. Isso porque cada uma das 27 unidades federativas do Brasil tem o seu próprio DETRAN, com as suas próprias regras, o que torna tudo mais… confuso.

Veja alguns posts já publicados sobre o assunto aqui no PP:

E veja algumas ideias para o pagamento do IPVA:

  1. Gerar um boleto bancário (se o DETRAN do seu estado permitir) e pagá-lo com apps como o RecargaPay. O RecargaPay permite o pagamento de boletos com cartão de crédito de até R$3.000,00 (para antigos assinantes do plano Prime+) e até R$2.000 (para novos assinantes). Há uma taxa de 2,99% quando estes limites são superados.
  2. Utilizar serviços como o Vamos Parcelar, Zapay, ZIGNET. Há uma taxa média de 6,00% para pagamentos à vista no cartão de crédito.
  3. Sua vez de continuar nos comentários…

Qual é a sua estratégia na hora de pagar o IPVA?

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.