fbpx

Pista do Aeroporto de Foz do Iguaçu é ampliada e se torna a maior do Sul do Brasil

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Aeroporto de Foz do Iguaçu (IGU) ganhou um upgrade de 664 metros em sua pista de pousos e decolagens. Com a novidade, além de poder receber mais voos internacionais, o aeroporto paranaense agora possui a maior pista da região Sul do Brasil – passando de 2.194 para 2.858 metros.

A entrega da nova pista foi feita na última semana, dia 7 de abril, e contou com a presença do governador do estado, Carlos Massa Ratinho Junior e do presidente Jair Messias Bolsonaro. A obra integra um pacote de investimentos estratégicos da Itaipu Binacional no Oeste do Paraná, que em parceria com o Governo do Estado tem como objetivo acelerar o desenvolvimento da região e transformar a cidade em um hub logístico na América Latina.

A ampliação vai permitir um maior fluxo de voos internacionais, que poderão decolar com mais segurança, já que a pista era considerada pequena para aeronaves de grande porte. Consequentemente, é esperado que a ampliação aumente o turismo na cidade.


Sobre a ampliação

A obra é fruto de uma parceria entre a Itaipu Binacional, a Infraero e o Governo do Estado. Na pista, o investimento total foi de R$ 53,9 milhões, sendo 80% oriundos da Itaipu. A ampliação é concluída cerca de 13 meses após seu início, que se deu oficialmente em 28 de fevereiro de 2020.

Para o governador paranaense, a ampliação da pista de pouso e decolagem em Foz do Iguaçu também é importante para alavancar o turismo local, uma vez que o destino é o segundo mais procurado entre os estrangeiros, depois do Rio de Janeiro. “Foz do Iguaçu é segundo destino turístico de estrangeiros no Brasil, perdendo apenas para o Rio de Janeiro, e não tinha aeroporto para descer voos diretos dos Estados Unidos e da Europa. Precisávamos tirar essa pista do papel e seguir a vocação do turismo na cidade. Por isso, criamos o convênio entre Governo Federal, Governo do Paraná e Itaipu Binacional, que viabilizou as obras e elevou o patamar do nosso aeroporto”.

Bolsonaro endossou ainda mais a importância do turismo local levando em consideração as Cataratas do Iguaçu, que segundo ele é uma das maiores maravilhas do planeta. “É uma satisfação voltar ao Paraná para mais uma entrega, complementando as obras que a antecederam. Foz do Iguaçu tem uma das maiores maravilhas do planeta, as Cataratas, e agora vai receber voos do mundo todo. Tenho certeza de que todos vão ganhar”.


Leilão do Aeroporto de Foz do Iguaçu

Também na semana passada, o aeroporto foi leiloado na 6ª Rodada de Concessões Aeroportuárias, organizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Junto dele, outros três aeroportos paranaenses foram concedidos à inciativa privada, são eles: o Aeroporto de Bacacheri, em Curitiba; o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais; e o Aeroporto de Londrina.

Ainda sobre o leilão, o Bloco Sul, do qual os terminais paranaenses fazem parte, foi arrematado pelo valor de R$2,128 bilhões, um ágio de 1.534% da proposta inicial mínima de R$130,2 milhões. O lance foi dado pela Companhia de Participações em Concessões, do grupo CCR.

O Aeroporto de Foz do Iguaçu é um dos que receberá maiores investimentos, na casa de R$512,3 milhões. Segundo o edital, ele deve crescer 4% ao ano a partir de 2025, o que vai exponencializar o número de voos internacionais. Assim, a cidade se consolida ao mesmo tempo como um polo turístico e logístico para o País. Além da nova pista, as obras também devem incluir ampliações do terminal de passageiros, do pátio da aviação comercial e das novas pontes de embarque, além da construção de novas áreas de taxiamento.


A reforma do aeroporto é parte de um pacote de investimentos de mais de R$1 bilhão por parte da Itaipu Binacional no Paraná. Os recursos são destinados à aceleração do desenvolvimento do Oeste e integram uma parceria com o Governo do Estado, responsável pela gestão das obras.

Dentre as obras que integram este pacote estão a construção da segunda ponte entre Brasil e Paraguai; a construção da rodovia Perimetral Leste, que ligará esta segunda ponte à rodovia BR-227; a duplicação e revitalização de 8,7 quilômetros da Rodovia das Cataratas (BR-469); a Estrada Boiadeira (Noroeste); e a duplicação da BR-277 em Cascavel, entre a PRF e a Ferroeste.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.