fbpx

Posicionamento oficial das companhias aéreas em relação ao Coronavírus

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Atualizado em 13/03 – 09:50

Muitas companhias aéreas que voam para países afetados pelo Coronavírus têm tomado providências em relação aos seus voos. Muitas pessoas estão se sentindo inseguras para viajar para esses locais nesse momento e felizmente, algumas companhias estão permitindo a remarcação ou oferecendo o reembolso do valor pago. Algumas empresas estão inclusive cancelando seus voos com destino aos países afetados para evitar a contaminação de mais pessoas e pela baixa demanda de voos. A seguir, confira as políticas de cada companhia:

companhias aereas coronavirus china

☞ pular para

Observação: nosso guia inclui apenas as companhias que operam voos para o Brasil.


Aerolíneas Argentinas

Passageiros voando de/para China ou Itália:

  • Passageiros voando de/para China até 31 de maio de 2020
  • Passageiros voando de/para Itália até 31 de março de 2020
  • Passageiros que por terem estado na China nos últimos 15 dias não estão sendo permitidos ingressas nos Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália, Tahiti e Paraguai.

Estão autorizadas as alterações tanto para passagens pagas como emitidas pelo Aerolíneas Plus uma única vez, comprados pelos canais diretos ou agentes de viagens:

  • Troca de data ou rota: sem taxas para todos os bilhetes comprados para voar até 30/11/2020, pagando apenas a diferença de tarifa.
  • Reembolso da passagem de acordo com a tarifa contratada.

Para mais informações, clique aqui.


AeroMexico

A companhia também está flexibilizando a remarcação de diversos voos.

Voos para qualquer lugar da Europa ou Ásia saindo do Mexico que forem comprados entre 6 de março e 31 de março podem ser remarcados, porém não há possibilidade de reembolso.

Voos entre o México e os Estados Unidos comprados até 01 de março também podem ser remarcados com data da viagem até 28 de fevereiro de 2021, sem possibilidade de reembolso.

A frequência de voos da companhia para Seoul foi reduzida e os passageiros afetados podem remarcar suas passagens para nova viagem até 31 de agosto de 2020.

Passageiros voando de/para a Itália podem remarcar sua passagem sem taxa com a nova data da viagem até 31 de agosto de 2020.

Para mais informações, clique aqui.

 


Air Canada

Para os viajantes que comprarem passagens com a Air Canada entre os dias 04 e 31 de março de 2020, a empresa está oferecendo a possibilidade de alteração das viagens sem nenhum tipo de taxa. A remarcação, no entanto, deve ser feita até 14 dias antes da data programada para o embarque.

A isenção da multa poderá ser aplicada apenas uma vez e o benefíco está disponível para bilhetes com numeração 014, para todos os tipos de tarifas, para qualquer destino operado pela empresa, para remarcar uma viagem que será realizada no prazo de um ano –  a contagem é feita a partir da data de emissão do bilhete original.

Se preferir, o cliente pode cancelar seus voos e usar o valor do bilhete para a compra de uma nova viagem – o prazo de utilização é de 12 meses, que, no entanto, também serão contados a partir da data de emissão do bilhete original.

É importante destacar que a multa por alteração de uma viagem e a cobrança de diferença de tarifa (se aplicável), serão cobradas normalmente dos passageiros que precisarem remarcar mais de uma vez o mesmo bilhete.  A isenção da multa por alteração também se aplica a reservas feitas pelo Aeroplan Flight Reward. Neste caso, o contato deve ser diretamente com o Aeroplan.

Para facilitar, a Air Canada alterou as regras tarifárias e ajustou o sistema para que as multas de alteração para bilhetes com direito a isenção sejam automaticamente canceladas. Mas caso o cancelamento automático não seja aplicado a estes bilhetes, o passageiro deve utilizar o código CHNGFEE20.

A companhia vai suspender temporariamente todos os voos diretos para Pequim e Xangai. As rotas ficarão suspensas de 30 de janeiro de 2020 a 29 de fevereiro de 2020. Os últimos voos da Air Canada que partem do Canadá operaram ontem, 29 de janeiro; os voos de retorno serão operados de Pequim e Xangai hoje, 30 de janeiro de 2020.

Air Canada informou que vai temporariamente suspender os voos diários entre Toronto e Hong Kong de 01 até 27 de março, devido a uma redução da demanda na rota. Além disso, a companhia informou que está prorrogando a suspensão dos voos para Pequim e Xangai até 27 de março.

Na última atualização da companhia, foi informado que passageiros viajando de/para Pequim, Xangai, Wuhan ou Seul podem remarcar ou cancelar sua passagem sem custo ou solicitar reembolso.

Os clientes que viajam de, para ou via Pequim, Xangai ou Wuhan também têm a opção de cancelar o voo para obter um reembolso total.

Hong Kong

  • Data da compra: até 30 de janeiro de 2020
  • Data original do voo: Entre 31 de janeiro e 31 de março de 2020 (inclusive)
  • Alteração sem custo: para viagens até 15 de junho de 2020

Pequim

  • Data da compra: até 28 de janeiro de 2020
  • Data original do voo: Entre 24 de janeiro e 29 de fevereiro de 2020 (inclusive)
  • Alteração sem custo: para viagens até 15 de junho de 2020

Xangai

  • Data da compra: até 12 de fevereiro de 2020
  • Data original do voo: Entre 28 de março e 30 de abril de 2020 (inclusive)
  • Alteração sem custo: para viagens dentro da validade do bilhete

Wuhan

  • Data da compra: até 21 de janeiro de 2020
  • Data original do voo: Entre 22 de janeiro e 29 de março de 2020 (inclusive)
  • Alteração sem custo:para viagens até 15 de junho de 2020

Seul

  • Data da compra: até 24 de fevereiro de 2020
  • Data original do voo: até 11 de março de 2020 (inclusive)
  • Alteração sem custo:para viagens até 15 de junho de 2020

Itália

  • Data da compra: até 24 de fevereiro de 2020
  • Data original do voo: até 02 de março de 2020
  • Alteração sem custo: para viagens até 31 de março de 2020

Aeroportos da Itália:

  • Bologna Guglielmo Marconi Airport (BLQ)
  • Milan (MXP, LIN, BGY)
  • Torino Airport (TRN)
  • Valerio Catullo Airport (VRN)
  • Venice Marco Polo Airport (VCE)
  • Trieste Airport (TRS)
  • Genoa Cristoforo Colombo Airport (GOA)

Para saber mais sobre a política da Air Canada, clique aqui.


Air China

A Air China decidiu permite o cancelamento com reembolso de bilhetes para voos operados pela empresa que tenham a China como destino final, além de voos com código CA operados pela Air China com número de bilhete começado por 999, incluindo bilhetes de recompensa de milhas, reservados antes das 00:00 de 24 de janeiro de 2020.

Recentemente a companhia ofereceu também possibilidade de remarcação ou cancelamento de voos aos estudantes devido à epidemia para viagens até 31 de março.

Alguns voos da China para os Estados Unidos foram cancelados, porém algumas rotas foram mantidas. Clique aqui para saber mais.

Alguns voos da China para a Itália também foram cancelados. Os voos das seguintes rotas serão cancelados de 31 de janeiro a 29 de abril de 2020: Pequim – Roma, Pequim – Milão, Xangai Pudong – Milão e Hangzhou – Roma.

O reembolso deve ser solicitado pelo canal de compra, ou seja, agência de viagens ou agência online como Viajanet, Submarino ou Decolar. E por fim, se comprou diretamente com a cia aérea deve solicitar através do telefone +55 11 3186-8888.

Para mais informações, clique aqui.


Air Europa

Devido à situação do Coronavírus (COVID-19) na Itália, a Air Europa informa que condições especiais estão autorizadas em nossos bilhetes:

Mudanças:

Passageiros com bilhetes que comecem com 996, emitidos até 23 de fevereiro de 2020 e para voos até 15 de março com voos de/para a Itália (todos os aeroportos).

Autorizamos:

  • Alterações de data (de acordo com a validade do bilhete)
  • Mudanças de rota (para voar até 15 de junho para a Europa ou África)

Pagando apenas a diferença de tarifa.

Reembolsos:

Sujeito a condições de tarifa.

Os passageiros podem entrar em contato com a Air Europa através de perfis sociais no Facebook e Twitter ou por telefone.

Se você comprou seu bilhete através de uma agência de viagens, deve contatá-la diretamente.

Para mais informações, clique aqui.


Air France

Voos de/para a China

Desde 30 de janeiro de 2020, suspendemos temporariamente nossos voos para a China continental afetados pelo Coronavírus.

Após uma reavaliação de todas as informações à disposição, decidimos estender a suspensão dos serviços a esses destinos até 28 de março de 2020, inclusive.

A partir de 29 de março de 2020, dependendo da evolução da situação, planejamos, juntamente com a KLM, retomar gradualmente as operações de/para Xangai e Pequim, alternando um voo diário para cada destino. Dessa forma, Xangai e Pequim serão servidos diariamente da Europa, via Paris ou Amsterdã, dependendo do dia da operação.

A operação normal deve ser retomada a partir de 13 de abril de 2020.

Por enquanto, o serviço para Wuhan permanecerá suspenso.

Os passageiros afetados serão informados por SMS ou e-mail. Verifique se os seus dados pessoais de contato (telefone celular, endereço de e-mail) estão atualizados na seção “Minha reserva” do nosso site ou no aplicativo móvel. O status do seu voo é atualizado em tempo real na seção “Informações sobre voos e aeroportos”.

Se o seu voo for cancelado, faremos o possível para oferecer a você uma solução.

Você também pode alterar sua reserva diretamente on-line, na seção “Minhas reservas” do site ou no aplicativo móvel. Se você reservou sua passagem por uma agência de viagens, entre em contato com seu agente de viagens.

Voos de/para a Itália

Estamos monitorando a situação em tempo real. Até o momento, mantemos nosso serviço na Itália. No entanto, medidas comerciais foram implementadas se você desejar adiar ou cancelar sua viagem.

Remarcação

Air France e a KLM informaram que estão estendendo as políticas de flexibilização, antes aplicadas apenas para rotas selecionadas, para toda a malha aérea do Grupo. As opções são:

Novas reservas feitas entre 04 de março e 31 de março:

As companhias informam que o cliente pode reservar sua próxima viagem com confiança, já que terão a garantia de poder modificar sua reserva sem nenhum custo extra, se desejar. A diferença de tarifa por conta da alteração de data ainda será aplicada.

Bilhetes da Air France ou KLM emitidos em ou antes de 31 de março de 2020:

Se o cliente tiver um bilhete da Air France ou KLM, emitido em ou antes de 31 de março de 2020 e válido para um voo programado até 31 de maio de 2020, independentemente do destino, poderá adiar sua viagem sem custo adicional para um voo posterior para o mesmo destino até 31 de maio de 2020 incluído na mesma classe de reserva.

O cliente também pode optar por alterar seu destino ou adiar sua partida para após 31 de maio de 2020. Nesses casos, as companhias oferecem um voucher válido por 1 ano e que pode ser usado em voos operados pela AIR FRANCE e pela KLM. Este voucher não é reembolsável.

Para viagens iniciadas no Brasil, todas as modalidades de bilhete, em qualquer cabine, podem ser canceladas, isentas de multa. As alterações podem ser feitas diretamente em airfrance.com e klm.com, nos aplicativos móveis, pelo nosso call center ou via agente de viagens.

As políticas comerciais das companhias são atualizadas constantemente em seus sites através dos links abaixo:


Alitalia

A Alitalia atualizou sua política de viagens para atender aos passageiros que precisam alterar seus planos, oferecendo isenção de taxa aos portadores de passagens compradas em mercados internacionais.

Os passageiros com passagens para algum destino na Itália, que tenham comprado passagem da Alitalia em mercados internacionais até 5 de março de 2020, com datas de viagem entre 23 de fevereiro e 3 de abril de 2020, terão direito a:

  • mudar a data de viagem (remarcando) sem multas, com uma nova data de embarque até 30 de junho de 2020. Para obter mais informações e suporte para fazer nova reserva, os clientes podem entrar em contato com o Atendimento ao Cliente Alitalia local ou com uma agência de viagens até 3 de abril de 2020.
  • mudar o destino da viagem (alterar itinerário) sem multas, mantendo a mesma data da viagem original. Para obter mais informações e suporte para alterar itinerário, os clientes podem entrar em contato com o Atendimento ao Cliente Alitalia local até 3 de abril de 2020.

Para todas as outras condições, serão aplicadas as regras tarifárias da passagem adquirida.

Algumas informações importantes podem ser encontradas relacionadas às restrições de entrada em diferentes países e embarque em voos da Alitalia devido à epidemia causada pelo Coronavírus (COVID-19). Clique aqui para saber mais.


American Airlines

A companhia permite alterações no voo se você tiver como destino ou conexão Wuhan, Pequim ou Xangai.

Para Pequim ou Xangai, é possível remarcar a passagem sem taxa caso você:

  • Tiver comprado seu bilhete até 24 de janeiro de 2020
  • Tiver uma viagem programada entre 24 de janeiro e 24 de abril de 2020
  • Puder viajar até 30 de junho
  • Quiser alterar as cidades de origem e de destino

Caso o destino ou conexão for Wuhan, você pode cancelar e receber o reembolso pelos segmentos não realizados de sua viagem se:

  • O seu bilhete foi emitido pela American Airlines
  • Você tiver comprado seu bilhete até 23 de janeiro de 2020
  • Você tiver uma viagem programada entre 23 de janeiro e 31 de março de 2020
  • Você cancelar sua viagem antes da partida do seu voo de ida

A companhia também oferece remarcação de voos para Hong Kong se:

  • O seu bilhete foi emitido pela American Airlines
  • Você tiver comprado seu bilhete até 28 de janeiro de 2020
  • Você tiver uma viagem programada entre 23 de janeiro e 24 de abril de 2020
  • Puder viajar até 30 de junho

No caso de Seoul, na Coréia do Sul, as condições são:

  • O seu bilhete foi emitido pela American Airlines
  • Você tiver comprado seu bilhete até 28 de janeiro de 2020
  • Você tiver uma viagem programada entre 23 de janeiro e 24 de abril de 2020
  • Puder viajar até 30 de junho
  • Mudar sua origem ou destino para Tokyo Haneda, Japan (HND) ou Tokyo Narita, Japão (NRT)

A companhia já cancelou duas rotas de voo entre 9 de fevereiro e 27 de março. Os voos afetado são entre Los Angeles e Xangai e Los Angeles e Pequim.

A última nota divulgada pela companhia foi:

Devido à redução na demanda, a American Airlines estendeu a suspensão de vôos de e para a China continental e Hong Kong a partir de nossos hubs Dallas-Fort Worth (DFW) e Los Angeles (LAX).

  • Os voos entre DFW / LAX e a China continental estão suspensos até 24 de abril.
  • Os voos entre DFW e Hong Kong (HKG) estão suspensos até 23 de abril.
  • Os voos entre LAX e HKG estão suspensos até 24 de abril.

Recentemente, a companhia também oferece opção de remarcação de voos de/para Seoul de bilhetes emitidos até 24 de fevereiro de viagens até 24 de abril. A nova data deve ser até 30 de junho.

Devido à redução na demanda, a companhia suspendeu as operações de e para Seul, Coréia do Sul (ICN) e Dallas-Fort Worth (DFW), a partir de 4 de março de 2020. Os voos para Seul estão programados para retomar em 25 de abril.

Os voos entre Miami e Nova Iorque com destino a Milão também foram suspensos e pretendem ser retomados em 25 de abril.

Os passageiros que tiveram seus voos afetados devem entrar em contato com a companhia para opções de remarcação ou reembolso. Para saber mais sobre a política de cancelamento e remarcação da American Airlines, clique aqui.


Azul

Em decorrência da atual situação, a companhia informou que clientes com destino de/para Lisboa ou Porto e ou Estados Unidos, voando Azul em março de 2020, poderão alterar ou cancelar seu voo.

Confira as regras, abaixo:

  • Alterações sem custos: você poderá alterar a data do seu voo para voar até 30 de junho de 2020.

  • Pedido de cancelamento: você poderá cancelar sem custos de taxas de cancelamento o seu voo, deixando como forma de crédito na Azul para compras futuras, sendo o valor pessoal e intransferível.

 

Para mais informações entre em contato com a Central de Atendimento (11) 4003-1118.

Clique aqui para saber mais.

 


British Airways

Se você tem um voo entre 26 de janeiro a 23 de fevereiro de 2020, com destino a China ou Hong Kong, poderá alterar seu voo sem taxas de remarcação. O destino nem a cabine podem ser alterados. Caso queira, é possível também cancelar sua passagem e obter reembolso total se seu voo for nessas datas especificadas acima. A companhia não estabeleceu nenhuma data limite para solicitar alteração ou reembolso, nem data limite para os voos alterados.

A British Airways informou hoje que suspendeu todos os voos para Pequim e Xangai até o dia 17 de abril. Além disso, a venda de passagens para o país asiático durante todo o mês de fevereiro está bloqueada no site da companhia.

A British está oferecendo possibilidade de remarcação de voos para Hong Kong até 31 de maio.

A companhia continua a operar para a Itália e está monitorando a situação. Porém, oferece flexibilidade de remarcação para voos com destino ao norte da Itália, incluindo Milão (Linate e Malpensa), Turim, Bolonha, Veneza, Bergamo e Verona até 2 de março de 2020, podendo remarcar até o dia 31 de março.

Para mais informações, acesse o site da companhia.


Cabo Verde Airlines

A Cabo Verde Airlines atualizou a sua estratégia de proteção para todos os passageiros com voos reservados entre 27 de fevereiro e 30 de abril de 2020, oferecendo flexibilidade, escolhas e valor acrescido, com a possibilidade de alterar datas de viagens sem custos e taxas de reemissão de bilhetes.

Todos os bilhetes comprados entre 27 de fevereiro e 30 de abril de 2020 com data original de viagem até 30 de maio de 2020, com origem / destino em qualquer destino da rede da CVA, poderão alterar as suas reservar até 14 dias antes da partida sem encargos ou taxas. O período de viagem para os reagendamentos estende-se até 30 de junho de 2020.

Passageiros com bilhetes reservados entre 27 de fevereiro e 30 de abril de 2020, de/para Itália e que ainda não tenham iniciado a sua viagem, poderão reagendar a mesma até 30 de junho sem custos ou taxas, ou receber reembolso pelo bilhete.

Os passageiros podem consultar a estratégia de proteção de passageiros da Cabo Verde Airlines e outras atualizações em caboverdeairlines.com.


Delta

No último comunicado feito pela companhia, a Delta decidiu por suspender temporariamente todos os voos dos Estados Unidos para China (Pequim e Xangai), de 6 de fevereiro até 30 de abril, devido a preocupações contínuas relacionadas ao coronavírus. A partir de agora até 5 de fevereiro, a Delta vai continuar operando voos para o país, buscando ajudar quem deseja sair da China.

Delta Airlines informou que irá reduzir o número de voos para Seul, na Coréia do Sul, em função do surto do Coronavírus. A mudança inclui tanto a suspensão de rotas como a redução de frequências. A companhia também informou que está isentando as taxas de remarcação para passageiros com viagens não só para a própria Coreia do Sul, mas também para a Itália.

Os clientes com planos de viagem afetados podem acessar a seção Minhas Viagens (My Trips) do site delta.com para entender suas opções, incluindo:

  • Reacomodação em outros voos da Delta
  • Reacomodação em voos após 30 de abril
  • Reacomodação nas companhias aéreas parceiras
  • Solicitação de reembolso
  • Contato com a Delta para discutir opções adicionais.

A Delta continua oferecendo isenção de pagamento de taxa de remarcação de viagem aos clientes que desejam ajustar seus planos nos voos entre os Estados Unidos e Coreia do Sul, China e Itália.

Para obter mais informações, visite o site do CDC dedicado ao coronavírus.

Para mais informações, clique aqui.


Emirates

A Emirates oferece aos clientes mais flexibilidade, opções e valor por meio de sua nova política de isenção para todas as passagens emitidas a partir de hoje, 6, até 31 de março de 2020, permitindo que os clientes de toda a sua rede mudem datas de viagem sem taxas de alteração e reemissão.

A medida garante tranquilidade aos clientes da Emirates, caso eles decidam mudar seus planos de viagem devido à situação do COVID-19. Os clientes podem alterar suas reservas para qualquer data dentro de um período de 11 meses na mesma classe da reserva, sem multas. Será aplicada diferença de tarifa, se for o caso. A política abrange todos os destinos da rede da Emirates.

A companhia divulgou informações para cada um dos países:

Irã: Todos os voos da Emirates entre Dubai e Teerã foram cancelados a partir de 26 de fevereiro, até novo aviso.

Os clientes da rede da Emirates com bilhetes para Teerã como destino final não serão aceitos para embarque no ponto de origem até novo aviso.

Reembolsos para voos de Teerã

Para solicitar um reembolso, os clientes que tiverem feito reserva diretamente com a Emirates podem acessar a página Solicitar reembolso e adicionar “Solicitação de reembolso devido ao coronavírus” na seção de comentários.

Clientes que tiverem feito reserva com um agente de viagens devem entrar em contato com ele para solicitar reembolso.

Bahrain:

Devido à suspensão temporária dos serviços aéreos entre Dubai e Bahrain, os seguintes voos da Emirates foram cancelados em 25 e 28 de fevereiro:

  • EK837/838: Dubai – Bahrain – Dubai
  • EK839/840: Dubai – Bahrain – Dubai
  • EK833/834: Dubai – Bahrain – Dubai
  • EK835/836: Dubai – Bahrain – Dubai

Até 28 de fevereiro, os clientes da rede da Emirates com bilhetes para o Bahrain como destino final não serão aceitos para embarque no ponto de origem. Os clientes afetados em Dubai receberão voos para Dammam, KSA se for o caso, ou um voo de retorno para o ponto inicial do itinerário se tiverem bilhetes de volta.

China

Guangzhou e Xangai:

Conforme instruído pelas autoridades dos Emirados Árabes Unidos, a Emirates suspenderá os voos para Guangzhou (CAN) e Xangai (PVG) a partir de 5 de fevereiro de 2020, até novo aviso.

Clientes com reservas em voos afetados não serão aceitos para embarque no ponto de origem. Os clientes afetados podem consultar os detalhes da reserva e reembolso abaixo.

Pequim:

A Emirates continuará as operações de/para Pequim (PEK) conforme programado. No entanto, aconselha-se que os clientes cheguem 4 horas antes da hora de partida programada.

Clientes com reservas para voar de/para Guangzhou ou Xangai de 28 de janeiro a 31 de março de 2020 (ambas as datas inclusive) podem entrar em contato com o agente de viagens ou com o escritório da Emirates para pedir o reembolso de seu bilhete não utilizado ou redirecionar seu itinerário de/para Pequim (PEK) ou Hong Kong (HKG). Qualquer taxa de alteração aplicável ou diferença de tarifa será dispensada. Fora desse período de viagem, serão aplicadas taxas normais de reembolso e alteração de voo.

Opções de reembolso e remarcação para voos da China Continental e de Hong Kong

Os clientes com reserva para voar de/para Guangzhou ou Xangai de 28 de janeiro de 2020 a 30 de abril (ambas as datas inclusive) podem entrar em contato com o agente de viagens ou com o escritório da Emirates para reembolsar seu bilhete não utilizado ou optar por redirecionar sua viagem de/para Pequim (PEK) ou Hong Kong (HKG). Qualquer taxa de alteração aplicável ou diferença de tarifa será dispensada. Fora deste período de viagem, serão aplicadas tarifas normais de reembolso e alteração de voo.

Além disso, clientes em viagem de/para a China Continental e clientes em viagem para Hong Kong e na viagem de retorno de Hong Kong (clientes com itinerário de retorno de Hong Kong só receberão reembolso da etapa da viagem de retorno) com bilhetes emitidos até 25 de fevereiro de 2020 podem optar por:

  • Remarcar a viagem para até 30 de junho a partir de sua data original com uma alteração gratuita
  • Receber reembolso de qualquer bilhete não utilizado para viagens entre 23 de janeiro e 30 de abril (incluindo-se as duas datas)
  • Redirecionar para alguns destinos gratuitamente para viagens de ida até 30 de abril (sujeito à disponibilidade). Os destinos selecionados são Dubai, Denpasar, Manila, Cebu, Clark, Cingapura, Bangkok, Phuket, Kuala Lumpur, Hanói, Phnom Penh, Saigon, Jacarta, Taipei, Maurício, Seychelles, Nairóbi, Dar Es Salaam, Casablanca, Tunes, Addis Ababa, Joanesburgo, Durban e Cidade do Cabo.

Cingapura

Os clientes com reservas para voar para Cingapura de 28 de janeiro a 31 de março de 2020 (incluindo-se as duas datas) podem entrar em contato com o agente de viagens ou com o escritório da Emirates para remarcar ou redirecionar seu itinerário. Qualquer taxa de alteração aplicável ou diferença de tarifa será dispensada. Fora deste período de viagem, serão aplicadas tarifas normais de reembolso e alteração de voo. O reembolso de bilhetes não utilizados não será permitido.

Além disso, clientes que viajam para Singapura (excluindo os voos da Emirates de Melbourne – Singapura – Melbourne e/ou Brisbane – Singapura – Brisbane) com bilhetes emitidos até 28 de janeiro podem optar por:

  • Remarcar a viagem em até 28 dias a partir de sua data original (uma alteração gratuita)
  • Redirecionar para alguns destinos gratuitamente para viagens de ida até 31 de março de 2020 (sujeito à disponibilidade). Os destinos selecionados são Dubai, Denpasar, Phuket, Manila, Cebu, Clark, Bangkok, Kuala Lumpur, Hanói, Phnom Penh, Saigon, Jacarta, Taipei, Maurício, Seychelles, Nairóbi, Dar Es Salaam, Casablanca, Túnis, Adis Abeba, Joanesburgo, Durban e Cidade do Cabo.

Para solicitar um reembolso, os clientes que tiverem feito reserva diretamente com a Emirates podem acessar a página Solicitar Reembolso e adicionar “Solicitação de reembolso devido ao coronavírus” na seção de comentários. Clientes que tiverem feito reserva com um agente de viagens devem entrar em contato com ele para solicitar reembolso.

Clientes com reservas em voos afetados não serão aceitos para embarque no ponto de origem. Os clientes afetados podem entrar em contato com a companhia sobre nova reserva ou reembolso. Para saber mais, clique aqui.


Ethiopian Airlines

Até o momento, a companhia afirmou que não irá cancelar os voos para a China. Eles dizem tomar as precauções máximas, mas que cancelar voos não é uma delas. Para saber mais, clique aqui.


Iberia

A companhia espanhola cancelou seus voos de Madrid para Xangai a partir da próxima sexta-feira até o mês de abril. Os passageiros podem solicitar reembolso ou remarcação de seus bilhetes.

A Iberia também se posicionou em relação ao Japão. Se você estiver voando entre 25 de fevereiro e 15 de março de 2020 para/do Japão e tiver um bilhete comprado diretamente no site da companhia até 26 de fevereiro, poderá alterar as datas entre 31 de março de 2020. Se você comprou através de uma agência de viagens, você deve consultar a agência para modificar sua reserva.

Em relação às viagens para a Itália, se você estiver voando entre 25 de fevereiro e 15 de março de 2020 de/para Itália e tiver um bilhete comprado diretamente através do site da companhia até 26 de fevereiro, poderá alterar as datas ou a rota (de/para aeroportos na Espanha ou Europa em voos operados pela Iberia, Air Nostrum ou Iberia Express) entre 31 de março de 2020. Se você comprou sua passagem através de uma agência de viagens, deve consultar a agência para modificar sua reserva.

Para mais informações, clique aqui.


KLM

Segundo informações da companhia, todos os voos da KLM para Chengdu, Hangzhou e Xiamen foram suspensos, pelo menos até 29 de março de 2020. Depois disso, a situação será reavaliada.

Todos os voos da KLM para Pequim e Xangai foram suspensos até 15 de março de 2020. Espera-se que os voos sejam retomados em 16 de março de 2020.

Remarcações

Air France e a KLM informaram que estão estendendo as políticas de flexibilização, antes aplicadas apenas para rotas selecionadas, para toda a malha aérea do Grupo. As opções são:

Novas reservas feitas entre 04 de março e 31 de março:

As companhias informam que o cliente pode reservar sua próxima viagem com confiança, já que terão a garantia de poder modificar sua reserva sem nenhum custo extra, se desejar. A diferença de tarifa por conta da alteração de data ainda será aplicada.

Bilhetes da Air France ou KLM emitidos em ou antes de 31 de março de 2020:

Se o cliente tiver um bilhete da Air France ou KLM, emitido em ou antes de 31 de março de 2020 e válido para um voo programado até 31 de maio de 2020, independentemente do destino, poderá adiar sua viagem sem custo adicional para um voo posterior para o mesmo destino até 31 de maio de 2020 incluído na mesma classe de reserva.

O cliente também pode optar por alterar seu destino ou adiar sua partida para após 31 de maio de 2020. Nesses casos, as companhias oferecem um voucher válido por 1 ano e que pode ser usado em voos operados pela AIR FRANCE e pela KLM. Este voucher não é reembolsável.

Para viagens iniciadas no Brasil, todas as modalidades de bilhete, em qualquer cabine, podem ser canceladas, isentas de multa. As alterações podem ser feitas diretamente em airfrance.com e klm.com, nos aplicativos móveis, pelo nosso call center ou via agente de viagens.

As políticas comerciais das companhias são atualizadas constantemente em seus sites através dos links abaixo:

KL– clique aqui


LATAM

Entre hoje (6) e 22 de março de 2020, a companhia permitirá que seus clientes, com reservas para voos internacionais a serem realizados até 31 de dezembro de 2020, agendem suas viagens com a opção de alterar a data e/ou destino posteriormente. É permitida uma alteração por bilhete, sem multa, até 14 dias antes da partida do voo original, sujeita a diferenças tarifárias.

A LATAM Airlines Brasil também informou que suspenderá temporariamente as suas operações entre São Paulo e Milão. A medida será realizada a partir de 2 de março até 16 de abril, como consequência da propagação do coronavírus (COVID-19) e da baixa demanda para a Itália. Atualmente, a companhia opera sete frequências semanais para este destino. A suspensão do voo Guarulhos-Milão será realizada hoje, segunda-feira (02), enquanto o retorno Milão-Guarulhos será suspenso a partir de amanhã, terça-feira (03).

A companhia está em contato com os passageiros afetados para oferecer soluções de acordo com as suas necessidades de viagem.

Os clientes com passagens emitidas de/para Milão poderão optar por uma das seguintes alternativas sem cobrança de taxas, dentro da validade do bilhete:

  • Remarcação da data do voo (sem multa ou diferença tarifária)
  • Reembolso completo (sem multa)
  • Remarcação de origem/destino (sem multa e sujeito a diferença tarifária)

Com relação aos passageiros que estão em Milão com passagem de retorno ao Brasil, a companhia se compromete a garantir o seu regresso ao país por meio de voos da LATAM ou de companhias aéreas parceiras que operam esta rota.

Para escolher qualquer uma dessas alternativas, os passageiros devem entrar em contato com a Central de Atendimento ao cliente pelos seguintes números telefônicos:

  • Brasil: 0300 5705700
  • Chile: 600 526 2000
  • Argentina: 0810 999 9526
  • Colômbia: (1) 7452020 (Bogotá), 18000949490 (fora de Bogotá), 031 7452020 (celulares).
  • Equador: 1 800 000 527
  • Peru: (01) 213 8200
  • México: 01 800 272 0330
  • Paraguai: 595 21451535
  • Estados Unidos: 1 866 435 9526
  • Canadá: 1 888 235 9826

Para o restante dos continentes, Europa, Oceania, Asia, América Central e Caribe, recomendamos consultar o seguinte link.


Lufthansa / SWISS / Austrian Airlines

Opção geral para remarcação de futuras reservas

Com efeito imediato até 31 de março de 2020, as companhias aéreas do Lufthansa Group cancelarão as taxas de remarcação de passagem para todos os novos voos reservados globalmente e oferecerão a possibilidade de remarcá-la uma vez gratuitamente independente das condições da reserva realizada originalmente. Os clientes poderão remarcar sua viagem para uma nova data até 31 de dezembro sem o pagamento de taxas de remarcação.

Possibilidade de remarcação para reservas já existentes

A nova política para reservas existentes é válida globalmente para passagens aéreas adquiridas antes de 5 de março com data de viagem até 30 de abril de 2020. Os clientes podem remarcar seus voos para uma nova data até 31 de dezembro 2020 sem o pagamento de taxas, independente das condições originais da reserva realizada.

Essas novas normas estabelecem que os aeroportos de partida e destino devem permanecer os mesmos. Se a tarifa original não estiver mais disponível, a diferença correspondente deverá ser paga. A remarcação de passagem deve ser realizada antes da data original da viagem.

Em razão das circunstâncias excepcionais causadas pela epidemia de coronavirus, o Lufthansa Group está adotando uma nova política de remarcação de passagens, auxiliando os clientes a flexibilizar seus planos de viagens.

China

O Grupo Lufthansa estendeu as suspensões de voo para a China continental.

  • Voos para Pequim, Xangai, Nanjing, Shenyang e Qingdao estão suspensos até 28 de março
  • As operações de voo de / para Hong Kong serão reduzidas em março

Depois de avaliar minuciosamente todas as informações atualmente disponíveis sobre o coronavírus, o Grupo Lufthansa decidiu estender a suspensão dos voos operados pela Lufthansa, SWISS e Austrian Airlines de/para Pequim e Xangai até 28 de março (inicialmente, os voos foram suspensos até 29 de fevereiro).

Suspensões de voos para Nanjing, Shenyang e Qingdao continuarão em vigor até 28 de março.

As operações de voos de/para Hong Kong serão reduzidas em março.

O Grupo Lufthansa monitorará continuamente a situação do coronavírus e está em contato com as autoridades responsáveis. O Grupo Lufthansa oferece reembolso ou remarcação gratuita de voos de/para a China continental.

Itália

Devido ao surto de coronavírus, o Grupo Lufthansa oferece remarcação gratuita para viagens para os seguintes destinos no norte da Itália:

  • Milão
  • Bolonha
  • Turim
  • Verona
  • Veneza
  • Trieste
  • Gênova

Os bilhetes devem ter sido emitidos na Lufthansa, SWISS, Austrian, Brussels Airlines ou Air Dolomiti em ou antes de 26 de fevereiro de 2020.

Para saber mais, clique aqui.


Qatar

A Qatar Airways está trabalhando em estreita colaboração com as autoridades globais e nacionais para entender os últimos conselhos e orientações sobre o COVID-19 (Coronavírus).

Alterações

A companhia está flexibilizando alterações/cancelamentos de voos. Para saber se o seu voo foi impactado, verifique se seus dados de contato estão atualizados na página de gerenciamento de reservas, onde a companhia informa se seu voo for afetado.

A atual política da Qatar Airways cobre passagens para viagens entre 3 de fevereiro e 15 de abril e qualquer nova viagem deverá ocorrer antes de 15 de maio.

Para bilhetes emitidos fora dessas datas ou para países não cobertos por esta política, aplicam-se regras tarifárias normais para alterações ou cancelamentos.

Os passageiros afetados podem remarcar seus bilhetes para datas ou destinos alternativos ou solicitar um reembolso total sem cobrança.

  • Se você reservou seu bilhete no qatarairways.com ou em qualquer um dos escritórios da companhia, poderá reservar novamente ou enviar uma solicitação de reembolso telefonando para o call center local.
  • Se você reservou seus bilhetes por meio de um agente de viagens, entre em contato com o agente para alterar ou reembolsar sua reserva.

Para saber mais, clique aqui.


Royal Air Maroc

A empresa também está com a política vigente de remarcação de passagens ou cancelamento da reserva com reembolso. Caso você tenha comprado seu bilhete até 23 de janeiro com voo partindo até 29 de março de 2020 com destino a Wuhan, você pode entrar em contato com a companhia para remarcar o cancelar sua viagem.

A Royal Air Maroc, decidiu também suspender temporariamente seus vôos entre Casablanca e Pequim de sexta-feira, 31 de janeiro a 29 de fevereiro devido à “queda acentuada” nas reservas de voos entre as duas cidades.

Os clientes com reservas feitas antes de 31 de janeiro, serão contatados diretamente, por meio dos dados da sua reserva. Serão oferecidas novas datas de viagem sem custo adicional.

Para saber mais, entre em contato com o call center da companhia.


TAP

A companhia está oferecendo a possibilidade de alterar o seu voo sem pagar a taxa de alteração, para bilhetes emitidos entre os dias 8 e 31 de março de 2020.
A alteração gratuita deve ser solicitada 21 dias antes da data do seu primeiro voo e é válida para todos os destinos TAP e datas de voo.

Bilhetes emitidos até 7 de março de 2020 para:

Itália:

  • Nenhuma taxa de alteração para todas as rotas da/à Itália. O valor diferencial de tarifa será cobrado, se aplicável;
  • Válido para passagens com viagens até 31 de maio de 2020;
  • A nova data da viagem deve começar até 31 de maio de 2020;
  • A alteração pode ser para datas e/ou rotas, de acordo com as regras da tarifa;
  • Válido apenas para voos operados pela TAP.

Outros destinos TAP:

  • Nenhuma taxa de alteração para todas as rotas da/à Itália. O valor diferencial de tarifa será cobrado, se aplicável;
  • Válido para passagens com viagens até 31 de maio de 2020;
  • A nova data da viagem deve começar até 31 de maio de 2020;
  • A alteração deve ser solicitada pelo menos 21 dias antes da data do primeiro voo;
  • A alteração pode ser para datas e/ou rotas, de acordo com as regras da tarifa;
  • Válido apenas para voos operados pela TAP.

Para mais informações, clique aqui.


Turkish

A companhia informou que está monitorando de perto os últimos desenvolvimentos sobre o coronavírus com as autoridades nacionais e internacionais e tomando as devidas precauções.

Para ajudar a restringir a propagação do vírus, foram feitos ajustes nos voos de e para a China, Irã, Itália e Iraque.

  • Voos de/para a China: todos os voos para a China continental estão cancelados até 29 de fevereiro de 2020.
  • Voos de/para o Irã: todos os voos, excluindo voos para Teerã, estão cancelados até 10 de março de 2020.
  • Voos de/para a Itália: foram feitos ajustes para os passageiros com passagens aéreas não reembolsáveis saindo da Turquia com destino à Itália
  • Voos de/para o Iraque: foram feitos ajustes para os passageiros com passagens aéreas não reembolsáveis saindo da Turquia com destino ao Iraque.

Passageiros com voos cancelados:

Voos de/para China:

  • Para passageiros com passagens de/para a República Popular da China (Pequim, Xangai, Guangzhou, Xian) para voos entre 31 de janeiro de 2020 e 31 de março de 2020:
  • As alterações de reserva serão feitas gratuitamente se a nova reserva for para um voo ocorrendo até 31 de maio de 2020.

Pedidos de reembolso para os voos para China e Irã:

  • Serão emitidos reembolsos por bilhetes não utilizados.
  • Para bilhetes parcialmente usados, onde a viagem não foi concluída, nossos passageiros receberão alterações de rota na medida do possível ou receberão reembolsos pela parte não usada do bilhete.

Passageiros com voos não cancelados:

Voos de/para China:

Para os passageiros que possuam bilhetes emitidos em ou antes de 31 de janeiro de 2020, para voos de/para a República Popular da China (Pequim, Xangai, Guangzhou, Xian) e Hong Kong entre 31 de janeiro de 2020 e 31 de março de 2020, as reservas podem ser alteradas gratuitamente, desde que os procedimentos sejam concluídos até 11 de abril de 2020 e que a nova reserva seja para um voo ocorrendo até 31 de maio de 2020.

Voos de/para Itália:

Para os passageiros que possuam bilhetes, emitidos em 26 de fevereiro de 2020 ou antes para voos para a Itália entre 26 de fevereiro de 2020 e 31 de março de 2020, as reservas podem ser alteradas gratuitamente, desde que os procedimentos sejam concluídos até 31 de março de 2020 e que a nova reserva seja para um voo até 31 de maio de 2020.

Voos de/para Iraque:

Para os passageiros que possuam bilhetes, emitidos em 26 de fevereiro de 2020 ou antes do Iraque entre 26 de fevereiro de 2020 e 31 de março de 2020, as reservas podem ser alteradas gratuitamente, desde que os procedimentos sejam concluídos em 31 de março de 2020 e que a nova reserva seja para um voo ocorrendo até 31 de maio de 2020.

Para saber mais, clique aqui.


United

Wuhan

  • Data da compra: até 21 de janeiro de 2020
  • Data original do voo: 22 de janeiro a 29 de março de 2020

Alteração:

  • São permitidos reembolsos para voos não realizados, mesmo para passagens não reembolsáveis.

Pequim, Chengdu e Xangai

  • Data da compra: até 12 de fevereiro de 2020
  • Data original do voo: 24 de janeiro a 30 de abril de 2020

Alteração:

  • A taxa de alteração e quaisquer diferenças de tarifa não serão aplicadas para novos voos da United que partirem entre 24 de janeiro e 30 de junho de 2020, desde que sejam remarcados para a mesma cabine (em qualquer classe de tarifa) e entre as mesmas cidades da passagem original.​​
  • Para viagens totalmente remarcadas para depois de 24 de janeiro de 2020 ou com alteração na cidade de partida ou destino, a taxa de alteração não será cobrada, mas poderá ser aplicada uma diferença de tarifa. A viagem remarcada deve ser concluída no prazo de um ano da data de emissão da passagem.
  • São permitidos reembolsos para voos não realizados, mesmo para passagens não reembolsáveis.

Hong Kong

  • Data da compra: até 12 de fevereiro de 2020
  • Data original do voo: 28 de janeiro a 30 de abril de 2020

Alteração:

  • A taxa de alteração e quaisquer diferenças de tarifa não serão aplicadas para novos voos da United que partirem entre 28 de janeiro e 30 de junho de 2020, desde que sejam remarcados para a mesma cabine (em qualquer classe de tarifa) e entre as mesmas cidades da passagem original.​​
  • Para viagens totalmente remarcadas para depois de 28 de janeiro de 2020 ou com alteração na cidade de partida ou destino, a taxa de alteração não será cobrada, mas poderá ser aplicada uma diferença de tarifa. A viagem remarcada deve ser concluída no prazo de um ano da data de emissão da passagem.
  • São permitidos reembolsos para voos não realizados, mesmo para passagens não reembolsáveis.

Para mais informações e remarcação do seu voo, clique aqui.


A maioria das companhias aéreas estão tomando suas providências para diminuir o trafego de pessoas e evitar mais contaminações com o coronavírus, tentando ainda não decepcionar seus passageiros. Caso você tenha um voo com alguma outra companhia, acesse o site ou entre em contato pelo telefone para se informar sobre a política de reembolso e cancelamento em decorrência do surto.

Lembrando que atualizaremos este post constantemente com novas informações quando disponibilizadas pelas companhias. Acompanhe.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.