fbpx

Resgates de Primeira – Passagem de Paris para Sydney na Classe Executiva da Finnair com milhas AAdvantage

Programas de fidelidade Resgates de Primeira

Por Raimundo Junior

Como você vem acompanhando nas últimas semanas, nesta quarta fase da série Resgates de Primeira, estamos mostrando voos que tragam alguma característica especial, quer de preço, cabine ou rota diferenciada, que mereça o nosso registro. O diferencial do resgate de hoje é mostrar uma companhia aérea/cabine que ainda não havíamos mostrado no quadro, a nova Classe Executiva da Finnair. Por isso, o que temos no cardápio hoje é: Resgates de Primeira – Passagem de Paris para Sydney na Classe Executiva da Finnair com milhas AAdvantage.

pular para…

  1. O Resgate de Primeira
  2. Quanto custa essa emissão?
  3. Como fazer essa emissão?
  4. Como otimizar essa emissão?
  5. Quais companhias posso voar?
  6. Fatores a considerar
  7. Comentário

O Resgate de Primeira

Rota: Paris – Helsinki – Singapura – Sydney
Programa: AAdvantage – American Airlines

Para quem não vem acompanhando, nas primeiras duas fases da série Resgates de Primeira, mostramos ótimos resgates para voar em Classe Executiva para todos os continentes. Na terceira fase, publicamos oportunidades para voar em Primeira Classe, item cada vez mais raro no mundo da aviação, especialmente com milhas e pontos. Nesta última, por sua vez, voltamos a mostrar resgates de viagens em qualquer classe – preferencialmente em cabines premium – que apresentem custo x benefício acima da média ou que tenham alguma característica especial.

Apesar de mais de dezoito meses do quadro Resgates de Primeira, essa é a primeira vez que mostramos uma viagem de longo curso na Classe Executiva da finlandesa Finnair. Além de já contar com um bom hard-product, a empresa está em processo de retrofit de todos as suas aeronaves modelo A359.


Quanto custa essa emissão?

Como falamos, o programa AAdvantage tarifa os voos operados por parceiros com base em tabela fixa, o que traz a grande vantagem da previsibilidade. Para os voos entre Europa e Pacífico Sul, o valor prevista na tabela é de 85.500 milhas para voar em Classe Executiva.

A propósito, para uma visão geral sobre o programa AAdvantage, recomendamos a leitura da excelente matéria publicada aqui no PP sob o título: O Guia Completo do American Airlines AAdvantage.


Como fazer essa emissão?

  • Encontrando disponibilidade

Como sabemos, o AAdvantage é um dos programa de fidelidade em que a grande maioria do acervo é acessível nas pesquisas online, tanto para voos próprios quanto para parceiros. A presente emissão, inclusive, tem tratamento 100% online, desde a pesquisa até a conclusão.

Há casos, contudo, em que você precisará contatar a central. Mesmo que precise, não se intimide em ligar para o bom time de atendimento telefônico. É quase uma unanimidade que o call center do American Airlines AAdvantage presta um serviço de excelência. Da minha parte, só tenho elogios!

  • Realizando a emissão 

Realizada a pesquisa e encontrado o resultado, basta selecionar os voos preferidos e seguir para finalização.

Veja que a viagem vai permitir experimentar diversas cabines, além de acessar a boas salas VIP, como da Finnair em Helsinki e a da Qatar Airways, em Singapura.


Como otimizar essa emissão?

O gargalo dessa emissão, que é excelente, pode estar na dificuldade de gerar um alto valor nas milhas AAdvantage – recorde que mencionamos que elas são um ativo valioso. A despeito disso, vamos tentar mostrar alternativas razoáveis de tê-las.

  • Compra de milhas com desconto

Mesmo nas promoções, comprar milhas AAdvantage é sempre uma operação que custa caro. Veja um exemplo da melhor promoção que o programa faz esporadicamente, em que concede desconto efetivo de 40% na aquisição:

O problema, como se vê, é que as milhas AAdvantage são extremamente valiosas. Mesmo com a aplicação dos 40% de desconto, um dos melhores já vistos, o bloco de mil milhas ainda custaria acima de US$ 19, ou seja, cerca de R$ 100. Apesar desse alto valor de aquisição, as 85.000 milhas necessárias para essa emissão custariam cerca de R$ 8.500, sendo menos da metade do valor da passagem pagante.

  • Gerando milhas no cartão de crédito

Esta é, sem dúvida, a maneira mais barata de gerar milhas AAdvantage. Para quem tem acesso aos cartões americanos, não raro há pomposos bônus de assinatura oferecidos pelo Citi, que emite o co-branded nos Estados Unidos, além do Barclays. Já no mercado brasileiro, a única maneira de gerar pontos através do cartão de crédito é usando o co-branded Santander AAdvantage, lançado pelo banco espanhol no Brasil em 2017.

O banco tem oferecido uma boa taxa de conversão para esse cartão em suas últimas campanhas Bateu, Ganhou!, onde é possível acumular até 4 milhas AAdvantage por dólar gasto na versão AAdvantage Black. Essa é, de longe, a forma mais eficiente de gerar essas milhas valiosas. Graças à promoção, que inclusive está ocorrendo neste momento, tem sido vantajoso até mesmo pagar as salgadas tarifas dos aplicativos de pagamento para pagar contas que, em regra, seriam debitadas em conta-corrente, a fim de gerar gastos com o cartão.

Por exemplo, imagine que você tenha um boletos que somem R$10 mil pra quitar. O lógico seria quitá-los à vista, debitando do seu saldo bancário; no entanto, com a campanha do Bateu, Ganhou!, você poderia gerar cerca de 7,2 mil milhas pagando suas contas com cartão. Em contrapartida, você arcaria o custo de R$ 280 (a taxa dos aplicativos parte de 2,80%, como no 99pay), para fazer a transação financeira e, ao fazer isso, o valor de suas milhas AAdvantage cairia para cerca de R$ 39, o que é excelente.

Caso você consiga gerar todas as 85.000 milhas dessa emissão, por meio dos aplicativos de pagamentos, como acima mostrado, o valor do bilhete do resgate de primeira cairia para inacreditáveis 3,3 mil reais +  taxas , contra 18,2 mil reais + taxas, cobrados pelo bilhete pago. Pesquisamos a ida nesse voo do dia 15/03 e retorno em 22/03, encontrando quase 33 mil reais para o bilhete round-trip ou cerca de 17,5 mil reais por trecho. Com isso, constatamos que o custo do nosso resgate representa cerca de 10% do valor pagante, o que é espetacular!

Como mostra a imagem acima, o valor pago do mesmo voo ultrapassa os 18 mil reais, além de taxas.


Quais companhias posso voar?

Há diversas opções de voar entre Europa com parceiros One World do AAdvantage, como voos exclusivos com a British Airways, com a Qatar Airways, dentre outros. Optamos pelo voo com a Finnair, contudo, para mostrar a companhia finlandesa, que ainda não havia sido mostrada no quadro.


Fatores a considerar

  • Facilidade de emissão: como mencionamos no início, o programa AAdvantage tem uma das mais amigáveis plataforma de emissão de passagens com milhas, tanto para as emissões online, que são a maioria, quanto para os casos em que se precisa de atendimento do call center, que presta um serviço de excelência;
  • Tabela fixa: esse é um ponto bastante positivo do AAdvantage, que precifica em valores fixos os voos entre regiões, não importando se você vai encontrar disponibilidade em um voo direto ou com escalas, pois seu valor final sempre será aquele da tabela. Isso traz bastante previsibilidade e segurança para o cliente;
  • França e Austrália sem restrição para a entrada de brasileiros: Apesar de ainda existir alguns exemplos de países que não removeram totalmente as restrições decorrentes da pandemia, tanto França, quanto Austrália, estão aberto ao turismo e recebendo brasileiros. Aliás, como mostramos aqui no últimos mês de agosto, a França suspendeu todas as restrições decorrentes da pandemia;
  • Custos simulados baseados em compra promocional de milhas e uso de cartão de crédito com bônus: como ficou registrado na matéria, quando simulamos os custos dessa emissão, precificando as formas de geração das milhas, levamos em consideração os valores da compra de milhas com 40% de desconto, bem como o uso do cartão de crédito no aplicativo de pagamento;
  • Baixa disponibilidade: apesar da boa tarifa da tabela fixa para voar entre Europa e Sul do Pacífico, tenha em mente que temos identificado baixíssima disponibilidade de vagas award, em todas as alianças, envolvendo voos de/para a Austrália.

Comentário

Este é mais um bom exemplo das dezenas de boas oportunidades de emissões que temos a explorar no nosso microcosmos de milhas e pontos, como falamos no post inicial dessa série semanal. Apesar desse quadro estar no ar há dezenas de semanas, esteja certo que ainda temos matérias para muitos outros encontros nas próximas sextas-feiras, pois há muitas emissões interessantes a mostrar.

Como dito no início da série, optamos por abordar apenas uma boa emissão por semana, mas oferecendo todas as informações que você precisa saber para tirar proveito da oportunidade, inclusive todos os prós e contras que se aplicam a essa emissão. Consideramos esse mais um ótimo resgate do programa AAdvantage, embora o programa seja cheio de grandes oportunidades, inclusive para emissões em Primeira Classe.

E você, já conseguiu aproveitar essa excelente emissão do AAdvantage?


☞ confira os últimos resgates publicados:

Seguro Viagem
Seguro Viagem
10% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Supermercado
Supermercado
40% de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Cartão Pão de Açúcar Itaú
Cartão Pão de Açúcar Itaú
Ganhe 1 ponto por R$ 1 gasto!
Cartão BTG Pactual Black
Cartão BTG Pactual Black
Ganhe cashback ou pontos e IOF Especial!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.