fbpx

SWISS não exige mais uso de máscaras em algumas rotas

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A SWISS não exigirá mais o uso de máscara a bordo de suas aeronaves em algumas rotas. A medida foi tomada nesta quinta-feira (31) e entrou em vigor hoje, 1° de abril.

SWISS

A novidade partiu após uma decisão do Conselho Federal Suíço, em tornar opcional o uso das máscaras nos transportes públicos da Suíça, que também se iniciou nesta sexta-feira (1).

De acordo com a companhia, o uso de máscaras só será exigido em voos cujo destino final obrigue, caso contrário, o passageiro poderá ficar sem usar máscaras durante toda a operação. A companhia também avisou que os passageiros serão informados sobre o uso de máscaras antes de seus voos.


Mais mudanças na Suíça

Além do fim do uso de máscaras em transportes públicos e demais estabelecimentos, o governo também está retirando a obrigatoriedade de quarentena para quem positivou no teste de COVID-19. Até então, era necessário se isolar por 5 dias (ou então até um resultado negativo), mas agora não será mais necessário.

Apesar disso, o governo ainda aconselha que pessoas positivadas, ou com sintomas, evitem sair de casa.


Aeroporto de Zurique não exige mais uso de máscaras

No começo da semana, o Aeroporto de Zurique, principal hub da SWISS no mundo, também retirou a obrigatoriedade da utilização de máscaras de proteção contra a COVID-19.

Com as recentes atualizações sobre o uso de máscaras no transporte público, ainda não ficou claro se as máscaras seguirão obrigatórias no Skymetro (trem para transporte entre terminais do aeroporto) e nos ônibus utilizados para o embarque e desembarque de aeronaves estacionadas em uma posição remota.

Também na Europa, os aeroportos de Paris-Charles de Gaulle e Paris-Orly deixaram de exigir o uso de coberturas faciais para passageiros que estão em trânsito por lá.  Junto deles, Heathrow é mais um aeroporto internacional que não está mais obrigando que passageiros e demais pessoas passando por lá utilize as máscaras.


Suspensão da obrigatoriedade do uso de máscaras nos aviões

Com a novidade, a companhia suíça se juntará às britânicas British Airways e Virgin Atlantic, além da low-cost EasyJet, que também tornaram opcional o uso das coberturas faciais para alguns destinos.

British Airways e Virgin Atlantic 

Desde o dia 16 de março, o uso de máscaras a bordo não é mais necessário em alguns voos da British Airways e da Virgin Atlantic, duas das principais companhias aéreas do Reino Unido. Assim como a SWISS, as máscaras não serão mais obrigatórias para destinos onde as regulamentações internacionais sobre o uso de máscaras não se aplique.

Ou seja, elas só serão obrigatórias em rotas onde o país de destino exige que elas sejam usadas por lei, como é o caso dos Estados Unidos e Itália, por exemplo. No caso da Itália, o modelo de máscara deverá ser a PFF2.

EasyJet

A empresa lowcost britânica EasyJet também alterou as regras relacionadas a proteção facial. Se a aeronave estiver operando entre dois aeroportos nos quais o uso de máscaras é opcional, de acordo com as leis locais, então será a decisão pessoal do passageiro utilizar proteção.

Por hora, a medida vale para voos domésticos no Reino Unido (incluindo Gibraltar e a Ilha de Jersey), Dinamarca, Islândia e Hungria.

Além das três mencionadas acima, as empresas Jet2Fly e TUI também flexibilizaram o uso de máscaras abordo.


Requisitos de entrada na Suíça

A exigência para o turista entrar na Suíça é ter um certificado de vacinação ou de recuperação (não superior a 180 dias).

Resumo das regras de entrada:

  • Brasileiros totalmente vacinados, 1ª e 2ª doses ou dose única com imunizantes autorizados e reconhecidos pela OMS, ou com um comprovante de recuperação da doença, poderão entrar na Suíça isentos de testes e quarentena;
  • Vacinas mistas são permitidas (exemplo: 1ª dose AstraZeneca + 2ª dose Pfizer);
  • Os certificados de vacinação terão validade de 270 dias após a última dose;
  • Não há necessidade de apresentar testes PCR ou antígeno. Entretanto, caso o passageiro faça conexão em outro país é preciso verificar as regras do país de conexão.

Viajantes vindos do Brasil, ou de qualquer outro país pertencente à lista de risco da Suíça, que não foram vacinados ou que não apresentem um comprovante de recuperação nos últimos 180 dias, não serão permitidos no país.


Brasil pode acabar com algumas restrições

O Brasil pode acabar com algumas restrições impostas pela pandemia. A Anvisa emitiu uma Nota Técnica recomendando flexibilizações para entradas no país a partir de 1º de maio (o que ainda precisa se confirmar).


O que achou da novidade?

Seguro Viagem
Seguro Viagem
8 pontos Livelo por real gasto + 70% de desconto!
Confraria Grand Cru
Confraria Grand Cru
Ganhe 3 meses grátis e R$150 de crédito por indicação!
Cartão Azul Itaucard
Cartão Azul Itaucard
Ganhe até 65 mil pontos bônus!
Conta Americana
Conta Americana
Ganhe US$10 e spread zero na 1ª remessa na Conta Americana da Nomad!
Clube de Milhas
Clube de Milhas
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.