fbpx

TSA está adotando novas medidas na triagem de segurança nos aeroportos dos EUA

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Transportation Security Administration (TSA), agência que controla a segurança de aeroportos nos Estados Unidos, anunciou que está adotando novas medidas no processo de triagem de segurança, dada a evolução da pandemia da COVID-19.


Novas medidas

Confira abaixo as medidas anunciadas pela TSA:

A TSA implementou alterações no processo de triagem de segurança que reduzem o potencial de contaminação no ponto de verificação de segurança, em um esforço para ajudar a impedir a propagação do coronavírus. A TSA já iniciou a implementação dessas mudanças, com outras a serem implementadas nos postos de controle de aeroportos em todo o país até meados de junho.

Nas últimas semanas, a agência registrou um crescimento constante de viajantes que passam pelos postos de controle dos aeroportos. À medida que as mudanças no procedimento começarem a ser implementadas nas próximas semanas, os viajantes devem:

  • Manter a posse de seus cartões de embarque. Em vez de entregar seu cartão de embarque a um oficial da TSA no balcão de checagem de documentos, os viajantes devem agora colocar seu cartão de embarque (em papel ou eletrônico) no próprio leitor de cartão de embarque. Após a digitalização, os viajantes devem levar seu cartão de embarque em direção ao oficial da TSA para permitir que ele o inspecione visualmente. Essa alteração reduz a necessidade do funcionário da TSA de tocar no cartão de embarque de um passageiro, reduzindo o potencial de contaminação cruzada.
  • Separar alimentos para triagem de raios-x. Os passageiros devem colocar seus alimentos de bagagem de mão em um saco plástico transparente. Os alimentos geralmente acionam um alarme durante o processo de triagem; separar os alimentos na bagagem de mão diminui a probabilidade de um funcionário da TSA precisar abrir a mala e remover os itens para uma inspeção mais detalhada. Esse requisito permite distanciamento social, reduz a necessidade do funcionário da TSA de tocar no recipiente de alimentos de uma pessoa e reduz o potencial de contaminação cruzada. Os membros do TSA Precheck não precisam remover itens de suas malas.
  • Fazer sua mala de maneira inteligente. Os passageiros devem tomar cuidado extra para garantir que não possuam itens proibidos, como líquidos, géis ou aerossóis em quantidades superiores a 100ml em suas malas de mão (garrafas de água, shampoo). Em resposta à COVID-19, a TSA está permitindo frasco de desinfetante para as mãos líquido de até 350ml por passageiro nas bagagens de mão. Os passageiros são obrigados a remover o item da bagagem antes de serem submetidos à triagem dos raios-x. Se uma mala conter um item proibido, os passageiros poderão ser instruídos a retornar à mesa fora da área de segurança para remover o item e descartá-lo. O passageiro também pode ser direcionado para fora da segurança para remover itens que deveriam ter sido originalmente tirados para fora da bagagem (como laptops, líquidos, géis e aerossóis e eletrônicos de grande porte) antes de passá-los novamente para a triagem dos raios-x. Dessa forma, os funcionários da TSA precisarão tocar no conteúdo dentro de uma mala de mão com muito menos frequência, reduzindo o potencial de contaminação cruzada.
  • Praticar o distanciamento social. Os passageiros devem permitir o distanciamento social para reduzir o contato direto entre funcionários e viajantes, sempre que possível, sem comprometer a segurança. Os ajustes que antecedem o ponto de verificação de segurança incluem o aumento da distância entre os indivíduos, lembretes visuais do espaçamento no chão e escalonamento do uso de filas sempre que possível. Essas medidas podem ser um pouco diferentes em cada aeroporto.
  • Usar proteção facial. Os agentes da TSA nos postos de controle agora estão usando proteção facial. Os viajantes são incentivados a usar proteção facial também no ponto de verificação. Observe, no entanto, que os passageiros podem precisar ajustá-la durante o processo de triagem. Os viajantes também são incentivados a remover itens como cintos e outros itens de seus bolsos, como carteiras, chaves e telefones, e colocá-los diretamente em suas bagagem de mão e não nas bandejas, para reduzir os pontos de contato durante o processo de triagem.

Medidas que já estão sendo adotadas

A agência também já estava adotando outras medidas, que incluem:

  • Uso reduzido da faixa de segurança devido à redução no volume de passageiros.
  • Todos os oficiais da TSA nos postos de controle usando máscaras e luvas.
  • Os oficiais da TSA usam opcionalmente proteção para os olhos e protetores faciais de plástico transparente em alguns locais.
  • Os oficiais da TSA continuarão praticando a troca de luvas após cada uso.
  • Blindagem plástica instalada em muitos balcões de verificação de documentos de viagem e locais de busca de malas e entrega.
  • Oficiais da TSA estão praticando distanciamento social.
  • Limpeza e desinfecção rotineiras de superfícies frequentemente tocadas na área do ponto de verificação de triagem.

Comentário

Muitas companhias aéreas e aeroportos também estão fornecendo orientações específicas relacionadas ao COVID-19 para os viajantes; verifique com sua companhia aérea antes de sua viagem.

As novas medidas anunciadas tendem a deixar o processo de triagem de segurança ainda mais lento. A TSA recomenda que os viajantes cheguem aos aeroportos com maior antecedência. Isso garantirá tempo suficiente para despachar as malas, concluir a triagem de segurança e chegar ao portão de embarque.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.