fbpx

Voos domésticos da GOL poderão ter cobrança de diferença tarifária se alterados

Notícias

Por Lorenzo Firmino

Quem tem passagem para voar com a GOL dentro do Brasil a partir de amanhã (01º de agosto) estará sujeito a cobrança de diferença tarifária caso altere sua passagem da baixa para a alta temporada.

gol aeronave


Quais meses são alta temporada

É considerado alta temporada os meses de julho, dezembro, janeiro e períodos de feriados, incluindo a véspera e o dia seguinte ao feriado. A GOL estabelece as regras da sua política de flexibilização de acordo com a data do voo e não a data da compra.


Voos domésticos

  • A partir de 01º de agosto (amanhã)

remarcação voo gol doméstico

¹ Sem compensação tarifária.
² Conforme disponibilidade de inventário (malha aérea). A solicitação do cliente deve ser realizada antes do voo original. Caso o cliente deseje cancelar o voo remarcado, para remarcações que extrapolem a validade do bilhete, não será possível deixar o valor como Crédito GOL.


Voos internacionais

A mesma medida será aplicada nos próximos meses para voos internacionais.

  • A partir de 01º de setembro (Argentina, Bolívia, Chile, Peru, Paraguai e Uruguai)

remarcação voo gol internacional

  • A partir de 01º de dezembro (República Dominicana, Equador, México, Suriname e Estados Unidos)

remarcação voo gol internacional

¹ Sem compensação tarifária.
² Conforme disponibilidade de inventário (malha aérea). A solicitação do cliente deve ser realizada antes do voo original. Caso o cliente deseje cancelar o voo remarcado, para remarcações que extrapolem a validade do bilhete, não será possível deixar o valor como Crédito GOL.


Remarcação ou cancelamento

Remarque ou cancele a sua passagem com facilidade no seu computador.


Comentário

A política de remarcação e alteração de passagens da GOL continua generosa. A diferença tarifária ainda será isenta para casos de remarcação de voos domésticos entre a alta temporada (da alta para alta), entre a baixa temporada (da baixa para baixa) ou da alta para a baixa temporada.

A mesma política se aplicará para voos internacionais para a Argentina, Bolívia, Chile, Peru, Paraguai e Uruguai a partir do dia 01º de setembro e para a República Dominicana, Equador, México, Suriname e Estados Unidos a partir do dia 01º de dezembro – até lá, estes voos continuam 100% isentos de diferença tarifária (mesmo com mudanças de temporadas).

Revisões e/ou prorrogação de datas ainda poderão ser feitas ao longo dos próximos meses. É de se esperar que a medida que o contágio da pandemia recue no país bilhetes aéreos se tornem menos flexíveis.

Para mais informações, clique aqui

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.