fbpx

99 monta ponto de desinfecção de carros no Aeroporto Internacional de Guarulhos

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A empresa de aplicativos de viagem 99 anunciou um novo projeto para o combate ao coronavírus. Em parceria com a startup Aurratech, o projeto, que ainda está em fase de piloto, espera desinfetar até 300 veículos de seus colaboradores por dia durante esta primeira etapa.

A partir desta semana, a empresa pretende organizar as limpezas com a ajuda de uma fila virtual que será inserida no aplicativo. Para ajudar na prevenção dos motoristas que seguem trabalhando, a 99 irá utilizar uma tecnologia já aplicada na Espanha contra a pandemia do COVID-19. Desenvolvida pela Aurratech, a tecnologia FIP® (Fog In Place) garante o contato do produto desinfetante em todas as superfícies internas do veículo. A fabricante do produto – Spartan – garante o efeito da desinfecção por até 72 horas, e o processo de limpeza dura em média cinco minutos.

A empresa escolheu estabelecer o primeiro ponto de operação no interior do estacionamento do Aeroporto Internacional de Guarulhos. O serviço vai atender motoristas das modalidades 99Pop e 99Comfort, de segunda a sábado, das 9h às 16h. Para quem é motorista, a 99 disse que estará informando por aplicativo caso alguma medida for alterada.

Além disso, a 99 ainda anunciou nesta semana o pagamento de auxílios financeiros para motoristas em quarentena ou infectados com a doença.


Auxílio financeiro

Por um período de 28 dias para quem for infectado pelo COVID-19, e de 14 dias para quem estiver em quarentena obrigatória, a empresa fornecerá uma ajuda de custo cujo valor mínimo é R$300. Os recursos virão de um fundo de US$10 milhões criado pela dona da 99 – a chinesa Didi Chuxing – criado para ajudar parceiros no Brasil, Austrália, Chile, Colômbia, Costa Rica, Panamá, Japão e México.

O valor para cada motorista e entregador será calculado com base na sua receita média diária no aplicativo, que terão suas contas suspensas pelo período vigente do auxílio. O valor deste auxílio levará em conta o faturamento do condutor entre os meses de setembro de 2019 e fevereiro de 2020 no 99, e entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020 para o 99Food. Para estar qualificado, o parceiro necessita ter feito pelo menos uma corrida ou entrega pela plataforma nos últimos 30 dias.

Para dar entrada no pedido de ajuda de custo, o motorista/entregador que tiver sido infectado pelo coronavírus terá que apresentar atestado médico em papel timbrado, com nome do paciente, data não superior a cinco dias, Classificação Internacional de Doenças (CID), carimbo e assinatura legíveis, bem como dados bancários e CPF válidos. Caso aprovado, o pagamento será efetuado em até 15 dias.


Você se sentirá mais seguro e confortável ao viajar pelo aplicativo?

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.