fbpx

Adeus TED e DOC! Banco Central lança o PIX

Notícias

Por Lorenzo Firmino

O Banco Central revelou hoje a marca do sistema de pagamentos PIX. Com ele, será possível realizar transações 24 horas por dia, durante os sete dias da semana – um grande avanço em relação ao TED (Transferência Eletrônica Disponível) e DOC (Documento de Ordem de Crédito), que funcionam somente em dias úteis. Pagamentos de boletos bancário serão processados de forma imediata se feitos com o PIX – atualmente, esse tipo de pagamento pode levar até três dias para ser compensado.

O BC vem trabalhando neste sistema desde 2018 com o objetivo de substituir (ou complementar) os métodos atuais. A nova forma de realizar pagamentos e transferências no Brasil estará disponível a toda população a partir de novembro deste ano.


QR Code

Outra novidade do PIX serão os pagamentos feitos por meio de QR Code ou por meio do uso de informações simples das pessoas e empresas (como CPF, CNPJ, número de celular ou e-mail). Esses dados são chamados de “chaves” e, por meio deles, será possível enviar e receber quantias instantaneamente através do celular.

Os pagamentos por QR Code poderão estar disponíveis já no lançamento do sistema e, em 2021, será liberado a transferência de dinheiro via QR Code. Tecnologias de pagamento por aproximação (NFC e MST) também são esperadas para o mesmo ano.


Funcionamento

O PIX funcionará da seguinte forma: as instituições financeiras, instituições de pagamentos ou fintechs deverão disponibilizar em seus aplicativos de celular uma opção relativa ao sistema. Bastará escolher a forma que deseja realizar a operação e fazer a leitura do QR Code ou inserir uma das “chaves” citadas acima que a transação será realizada. A quantia será creditada de forma instantânea na conta do destinatário da transação. O PIX também estará disponível em outros canais de atendimento, como caixa eletrônico ou internet banking.


Ecossistema

O ecossistema é pautado nas seguintes características principais: disponibilidade, velocidade, conveniência, ambiente aberto, multiplicidade de casos de uso e fluxo de dados com informações agregadas.


Médios e grandes bancos

Bancos com mais de 500 mil contas serão obrigados a adotarem o PIX. Este é um dos critérios que o BC já definiu. Este número inclui:

  • Conta corrente;
  • Conta poupança;
  • Conta de pagamento pré-paga.

João Manoel Pinho de Mello, diretor de Organização do Sistema Financeiro e Resolução do Banco Central, disse que “por meio desse critério, teremos cerca de 30 instituições, entre instituições financeiras e instituições de pagamento, representando mais de 90% das contas transacionais ofertadas no Brasil, que deverão ser participantes obrigatórias do PIX”. 


Benefícios

Confira os benefícios para pagadores, recebedores e do ecossistema.


A marca

O Banco Central lançou hoje a marca oficial do sistema – que é única e imprescindível para que os usuários (pagadores e recebedores) identifiquem esse novo meio de realizar pagamentos e transferências de uma forma clara. A identidade visual facilitará o entendimento e a adoção do instrumento.


16 de novembro de 2020. Essa é a data em que a sua vida financeira começará a ficar mais fácil e descomplicada.

Quem mais está ansioso para a chegada do PIX?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.