fbpx

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte testa tecnologia de embarque 100% digital

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Governo Federal testou ontem (28) o embarque aéreo com uso de reconhecimento facial no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. A tecnologia dispensa a apresentação do cartão de embarque e de documentos de identificação do passageiro.

Reconhecimento facial BH

A solução começou a ser testada em Belo Horizonte com passageiros voluntários da Azul, convidados para experimentarem a tecnologia. No momento do check-in no aeroporto, o passageiro recebeu uma mensagem, no celular, solicitando autorização para o registro de uma foto. Com o consentimento, o atendente da companhia aérea realizou a validação biométrica do passageiro, comparando os dados e a foto, tirada na hora, com as bases governamentais.

A partir da validação, o passageiro foi liberado para ingressar na sala de embarque e na aeronave passando pelos pontos de controle biométricos, que fizeram a identificação por meio de câmeras, sem a necessidade de apresentar documento e cartão de embarque. No projeto-piloto, são medidos indicadores como redução no tempo em filas, no acesso à sala de embarque e à aeronave, e dos custos de operação.

Para Marcelo Sampaio, secretário-executivo do Ministério da Infraestrutura (MInfra), o reconhecimento trará a identificação precisa dos passageiros. “E espera-se aumento na segurança aeroportuária. Com o reconhecimento facial, teremos uma identificação precisa dos passageiros. Os usuários, por sua vez, têm a garantia de proteção total a seus dados, pois a iniciativa atende a todos os preceitos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD)”.

A iniciativa faz parte do Programa de Transformação Digital do Governo Federal e é coordenada pela Subsecretaria de Gestão Estratégica, Tecnologia e Inovação (SGETI), da Secretaria Executiva no MInfra.

O projeto, apelidado de Embarque +Seguro foi idealizado pelo MInfra e desenvolvido pelo Serpro, empresa de tecnologia do Governo Federal. O objetivo é tornar mais eficiente, ágil e seguro o processo de embarque nos aeroportos. Para experimentar a tecnologia, passageiros da Azul foram convidados a participar da fase de testes no aeroporto. Os usuários selecionados realizaram todo o procedimento para o embarque na aeronave sem a necessidade de apresentar bilhete aéreo e documentos: bastando o reconhecimento biométrico facial.


O que achou da novidade?

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.