Novidade! Air China vai voltar a operar voos para o Brasil

Notícias

Por Igor Tonetti

Depois de um hiato grande de voos entre o Brasil e a China, a Air China vai voltar a operar para cá. A companhia chinesa vai operar para o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, para Pequim, com uma escala em Madri, na Espanha. Com esta rota a empresa também poderá vender o trecho separado somente entre São Paulo e Madrid, uma vez que o voo se encaixa no quesito de “quinta liberdade”. As operações já constam no sistema de rastreio da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Confira!

Air China Boeing 787-9


Volta da Air China no Brasil

A Air China operava esta mesma rota para o Brasil até cancelar as operações, ainda antes da pandemia, em 2020. Contudo, ao consultar no site da ANAC, já foi possível encontrar os voos da companhia chinesa para São Paulo com 2 frequências semanais (às quartas-feiras e aos sábados), como é possível ver abaixo:

A rota para São Paulo trata-se de um voo de quinta liberdade do ar, ou 5th freedom flights, e será operado pelo Boeing 787-9 da empresa – o mesmo modelo que operava para cá antes da suspensão dos voos.


Cronograma de operações

Veja abaixo as informações da rota:

São Paulo (GRU) x Madri (MAD)
Voo CA898
Dias de operação: quartas e sábados
Horário de saída: 10h05
Horário de chegada: 19h40
Aeronave: Boeing 787-9

A partir de Madri, o voo ruma sentido a Pequim, capital da China. Veja abaixo o cronograma de operações:

Madri (MAD) x Pequim (PEK)
Voo CA898
Horário de saída: 2h40 da manhã (horário de Madri)
Horário de chegada: 7h30 da manhã (horário de Pequim)
Aeronave: Boeing 787-9


O que é a 5ª liberdade do ar ou os “5th freedom flights”?

Em 1944, 54 países se reuniram em Chicago para discutir, entre outros assuntos, a chamada “Liberdade do Ar”. Dentre as resoluções acordadas, que são 9, vamos focar nas 4 seguintes:

  • Direito de sobrevoar outro país sem pousar;
  • Direito de voar comercialmente do próprio país da companhia aérea (País “A”) para o país do parceiro do tratado (País “B”);
  • Direito de voar comercialmente do país “B” de volta ao país “A”; e
  • Direito de uma companhia aérea de voar comercialmente do país “B” para outros países (“C”, “D”, etc.) em voos que começam ou terminam no país de origem da companhia aérea, país “A”.

Sendo assim, podemos definir como voos de quinta liberdade quando a companhia aérea parte de um país no qual possui operação, segue para um destino no qual não opera localmente e, a partir dele, continua para outro país na mesma situação.

Esse tipo de voo acontece quando a companhia parte de um país na qual possui operação, segue para um destino na qual não opera localmente e, a partir dele, continua para outro país na mesma situação.

Exemplo: A Turkish Airlines opera um voo Istambul x São Paulo x Buenos Aires. Aproveitando da 5ª liberdade, ela tem a permissão de voar entre o Brasil e Argentina, com embarque e desembarque de passageiros em todos os pontos. O mesmo acontecerá com a Air China nos voos para cá.

Para mais informações, acesse este post.


Boeing 787-9 da Air China

O modelo é o mesmo que a companhia chinesa usava nas operações para o Brasil. A classe executiva conta com um layout 2-2-2, como é possível ver abaixo:

15235390_646972588822003_2268990440432447800_o

Já na classe econômica o layout é 3-3-3, onde todas as poltronas contam com entretenimento individual:

air_china_7879_delivery7_960x540


Emitindo o voo com milhas

Por fazer parte da Star Alliance, os voos da Air China podem ser emitidos nos programas de outras companhias que fazem parte da aliança, como é o caso do TAP Mliles&Go e do ConnectMiles, da Copa. Ambos os programas permitem que você envie seus pontos da Livelo para lá. No entanto, até o momento os voos não estão sendo comercializados.

Pela tabela fixa dos programas, você consegue emitir trechos Brasil-Europa e Europa-Ásia a partir dos seguintes valores:

Emitindo parceiros na tabela fixa do ConnectMiles

Trecho Brasil – Europa
Econômica: 47.500 milhas
Executiva: 87.500 milhas

Trecho Europa – China (Norte da Ásia)
Econômica: 45.000 milhas
Executiva: 75.000 milhas

Trecho Brasil – China (Norte da Ásia)
Econômica: 50.000 milhas
Executiva: 85.000 milhas

Emitindo parceiros na tabela fixa do Miles&Go

Trecho Brasil – Europa
Econômica: 75.000 milhas
Executiva: 120.000 milhas

Trecho Europa – China
Econômica:  70.000 milhas
Executiva: 115.000 milhas

Trecho Brasil – China
Econômica:  95.000 milhas
Executiva: 140.000 milhas

Como o voo tem apenas uma escala em Madrid, a numeração não muda, o que significa que conta apenas um trecho na hora de emitir com o TAP Miles&Go, por exemplo.


Comentário

É uma excelente notícia para o passageiro que pensa em ir à China, por exemplo, já que o voo representa uma forma mais curta de chegar à capital chinesa. Além disso, como o voo tem apenas uma escala em Madrid, a numeração não muda, o que significa que conta apenas um trecho na hora de emitir com o TAP Miles&Go, por exemplo.

Vale ressaltar, contudo, que até o momento os voos não estão sendo comercializados, mas assim que eles refletirem nos programas, faremos uma matéria com as disponibilidades!

Gostaram do retorno da Air China no Brasil?

Clube Smiles
Clube SmilesReceba até 330.000 milhas em 12 meses + benefícios exclusivos para viajar!
Grupos de Alerta do PP
Grupos de Alerta do PPReceba alertas de passagens aéreas no seu WhatsApp!
Clube Livelo
Clube LiveloAssine o Clube Classic e ganhe 2.000 pontos em 10 parcelas de 200 pontos
Clube LATAM Pass
Clube LATAM PassReceba 1.000 pontos por mês + até 10% de bônus em parceiros
Seguro Viagem
Seguro ViagemAté 69% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.