fbpx

Alaska Airlines encomenda mais 23 aeronaves Boeing 737 MAX

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Alaska Airlines encomendou mais 23 aviões Boeing 737 MAX 9. O novo acordo levará os pedidos e opções do 737 MAX da Alaska para um total de 120 aeronaves.

Alaska Airlines Boeing 737-9

A companhia aérea informou que o negócio a leva em direção a uma frota mais eficiente, que irá aprimorar a experiência do cliente, melhorar o desempenho operacional e apoiar o crescimento da empresa.

“Estamos extremamente orgulhosos de anunciar este acordo transformador com a Boeing”, disse Brad Tilden , CEO do Alaska Air Group. “Acreditamos neste avião, acreditamos em nossa forte parceria com a Boeing e acreditamos no futuro da Alaska Airlines e nas incríveis oportunidades que temos pela frente, conforme escalamos nosso caminho para sair desta pandemia”.

Os líderes da Alaska Airlines e da Boeing anunciaram o acordo durante uma cerimônia na fábrica da Boeing em Seattle. Em observância às restrições da COVID-19, ambas as empresas limitaram a participação no evento.

“A Alaska Airlines fez um excelente trabalho de resistir aos impactos da pandemia COVID-19 e está bem posicionada para retornar à sua trajetória de crescimento e fortalecer sua posição como uma das principais companhias aéreas dos EUA. Com a reputação de líder do setor, sustentabilidade e atendimento ao cliente da Alaska, estamos honrados por eles terem escolhido investir seu futuro com uma compra significativa de aviões Boeing 737 adicionais”, disse Stan Deal , presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes. “Somos gratos pela confiança e parceria da Alaska . Nossa equipe está focada em entregar seus primeiros jatos 737 MAX e ajudar a garantir uma entrada em serviço segura e contínua”.

A Alaska Airlines diz que o 737 – equipado com novos motores e mais eficientes em termos de combustível e aerodinâmica aprimorada – usará 20% menos combustível e reduzirá as emissões em 20% por assento em comparação com os aviões que ira substituir.

A companhia aérea vai configurar o jato com 178 assentos e três classes. O avião pode voar 3.550 milhas náuticas, cerca de 600 milhas a mais que seu antecessor. Essa capacidade adicional permitirá que a companhia aérea ofereça novas rotas e sem escalas aos passageiros. Cada avião contará com o novo Boeing Sky Interior, com destaque para as paredes laterais e janelas, iluminação em LED e bins maiores.

O primeiro pedido da companhia dos modelos para a Boeing foi em 2012, com 32 jatos 737-9 como parte de seu programa de modernização da frota. No mês de novembro de 2020, a Alaska Airlines anunciou que estaria expandindo seu compromisso com o programa 737 MAX com o leasing de 13 novos 737-9 enquanto vende alguns jatos A320 que adquiriu com a aquisição da Virgin America.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.