fbpx

American Airlines diminui frequência entre São Paulo e Nova York e suspende voos para a China até outubro

Notícias

Por Dérek Arakaki

Atualização 11/03 – 15:19

A American atualizou a página com os ajustes das operações e não consta mais a informação da redução de frequências entre São Paulo e Nova York. Portanto, os voos diários devem ser mantidos sem suspensão.


A American Airlines anunciou ajustes em suas operações em função da menor demanda de viagens, impactadas pelo coronavírus (COVID-19). Entre as mudanças está a redução nas frequências de voos entre São Paulo e Nova York entre os dias 14 de abril e 6 de maio.

aeronaves american airlines


Ajuste das operações da American Airlines

Segundo divulgado pela companhia, os ajustes resultarão em:

  • Redução na capacidade internacional (durante o pico da temporada de verão) em 10% em relação ao cronograma de vendas anterior, incluindo uma redução de 55% na capacidade transpacífica.
  • Redução na capacidade doméstica em abril em 7,5% em relação ao cronograma atual.

Confira abaixo um resumo dos ajustes feitos pela companhia:

Ásia

  • Suspensão do serviço para a China continental e Hong Kong (HKG) de Los Angeles (LAX) durante o verão.
  • Suspensão do serviço para a China continental de Dallas-Fort Worth (DFW) durante o verão.
  • Suspensão do serviço para HKG de DFW até junho. Sendo que DFW-HKG será retomada com uma programação reduzida em julho.
  • Extensão da suspensão do serviço para Seul, Coréia do Sul (ICN) de DFW até o início de maio.
  • Os voos para o Aeroporto Internacional Narita de Tóquio (NRT) e o Aeroporto Internacional de Haneda (HND) a partir de LAX e DFW serão operados com aeronaves de menor porte, a partir de maio.

Europa

  • A suspensão do serviço para Roma (FCO) a partir da Filadélfia (PHL) entra em vigor imediatamente até o final de abril.
  • Extensão da suspensão do serviço para Milão (MXP) e suspensão dos vôos para FCO de Chicago (ORD) e Charlotte (CLT) até o início do verão.
  • Atraso na retomada sazonal dos voos para Barcelona (BCN) de CLT e para Veneza (VCE) de ORD para o início de junho. Adiando também a retomada sazonal dos voos para o FCO de Nova York (JFK) e DFW até o final de abril e suspendendo a operação de segundo voo diário de DFW para o FCO no verão.
  • Redução no serviço para Paris (CDG) e Madri (MAD) para partes de maio e junho.

América do Sul

  • Os voos para Montevidéu, Uruguai (MVD) a partir de Miami (MIA) serão sazonais, com término em maio e retomada em dezembro.
  • Os voos para Santiago, Chile (SCL) a partir da DFW serão suspensos até abril.

São Paulo x Nova York

De acordo com o que foi divulgado pela American, entre os dias 14 de abril e 6 de maio, os voos realizados as terças e quartas entre São Paulo e Nova York estarão suspensos. As operações diárias serão retomadas no dia 07 de maio.


Passageiros impactados

A equipe de reservas da American entrará em contato com os clientes afetados diretamente por e-mail ou telefone. Os clientes que fizeram reservas através de um agente de viagens serão contatados diretamente pela agência. Se um voo for cancelado e um cliente optar por não ser remarcado, ele poderá solicitar o reembolso total visitando aa.com/refunds.


Comentário

Conforme orientamos desde o começo das suspensão dos voos, se você tem viagem marcada, independente do destino, vale se atentar as políticas das companhias aéreas para se planejar e evitar possíveis contratempos. As atualizações estão sendo constantes, portanto, verifique sua reserva com frequência para saber o status dos seus voos.

Alguém voando com a American foi impactado com os ajustes?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.