fbpx

American Airlines elimina cobrança de US$75 para emissões com milhas a menos de 21 dias da partida

Notícias

Por Lorenzo Firmino

Pessoal, conforme o TPG apontou hoje pela manhã, por anos a American Airlines cobrou US$75 de taxas para emissão de bilhetes com milhas ou upgrades com milhas solicitados a menos de 21 dias (3 semanas) antes da partida. Pois bem, a taxa, que era gratuita apenas para clientes com categorias elite no AAdvantage, foi eliminada. A partir de agora todos os usuários do programa não pagam mais por emitir bilhetes e/ou solicitarem upgrades com milhas com pouca antecedência a partida.


Exemplo de emissão sem taxa de processamento

Fiz uma busca de voos de Nova York a São Paulo para hoje a noite (com poucas horas de antecedência a partida). Observe que apenas o valor da taxa de embarque (muito barata nos EUA, btw) está sendo cobrada.


Comentário

Se US$75 já é um valor salgado para os americanos emitirem um bilhete award, imagine pra nós, brasileiros. Na cotação atual do dólar o valor ultrapassa a casa dos R$300 – o que inviabiliza inviabilizava a grande maioria dos resgates (principalmente aqueles de curta distância, nas quais os custos de emissão com milhas são relativamente baixos).

Um porta-voz da American Airlines disse ao TPG que a companhia “está sempre procurando maneiras de facilitar o resgate de prêmios no AAdvantage para seus clientes, e esta atualização oferece mais flexibilidade ao reservar bilhetes e solicitar upgrades com milhas”.

A retirada da taxa para emissões de última hora também é válida para resgates com os parceiros do AAdvantage (da aliança oneworld e parceiros pontuais).

Taí uma melhoria em programas de fidelidade, meus amigos!

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.