fbpx

Azul anuncia a retomada de voos para Fernando de Noronha

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Azul anunciou que voltará a operar voos comercias para o arquipélago de Fernando de Noronha a partir de outubro. Seguindo as leis da Ilha, apenas turistas que já tiveram COVID-19 serão permitidos entrar no arquipélago.

Azul Fernando de Noronha

A companhia voltará à ilha com o Embraer E195 E1, com capacidade para até 118 passageiros. Nesta primeira etapa de reabertura, apenas clientes que apresentarem laudo de RT-PCR positivo para o novo coronavírus, com emissão há mais de 20 dias, ou sorologia positiva para SARS-CoV-2 em até 90 dias da chegada à ilha poderão embarcar.

Os voos com destino ao arquipélago serão comercializados até três dias antes da partida. Esse é o prazo limite para que o cliente que adquiriu o bilhete pela Azul entre no site oficial de Fernando de Noronha, pague a taxa de preservação ambiental e envie a documentação solicitada comprovando os anticorpos contra a doença. Após a análise da documentação, a administração do arquipélago enviará autorização de embarque à companhia aérea, que disponibilizará o check-in, inclusive online, para esses clientes.


Restrição em Fernando de Noronha

Conforme publicamos anteriormente, o arquipélago está disponível para entrada de turistas que já adquiriram a covid-19. O arquipélago de Noronha foi fechado para visitantes no dia 21 de março, e no dia 5 de abril moradores que estavam no continente também não puderam mais entrar.

O retorno dos moradores que estavam no continente só votou a ser permitido a partir do dia 13 de junho, primeiro em voos quinzenais e em seguida semanais, de forma controlada. Foi seguido um protocolo rígido estabelecido pelas autoridades de saúde. Assim que desembarcam, os passageiros recebem uma pulseira de identificação que só pode ser removida pela equipe de vigilância em saúde no fim da quarentena ou quando sair o resultado do segundo teste, realizado na ilha, confirmando a ausência do vírus. Antes do embarque, todos devem apresentar resultado negativo em exame feito no continente, na semana da viagem.

“Será exigida a comprovação do exame de que ele já está curado. Ou o RT-PCR [exame que detecta quando o vírus está ativo no corpo do doente] positivo de mais de 20 dias ou o exame sorológico dando IgG [anticorpo] positivo, para que, assim, ele possa desembarcar na ilha. Esse exame será enviado à administração a partir do pagamento da Taxa de Preservação ambiental, que só poderá ser feito de forma online”, declarou o administrador da Ilha ao G1, Guilherme Rocha.

“Noronha é um caso de sucesso no ponto de vista de controle da Covid-19, não há transmissão comunitária há um tempo e assim desejamos manter”, disse André Longo, secretário estadual de Saúde.


Retomada de voos para Noronha

A Azul já definiu os horários para o arquipélago, veja abaixo:


Alguém pretende visitar Fernando de Noronha em breve?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.