fbpx

Barbados está oferecendo visto para quem deseja morar na ilha e trabalhar remoto por 1 ano

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Com muitas pessoas trabalhando remotamente em todo o mundo, a Ilha de Barbados surgiu com uma iniciativa interessante: a possibilidade de se mudar para lá e trabalhar no estilo home island office” por 1 ano.

Barbados lançou oficialmente seu Barbados Welcome Stamp, de 12 meses, anunciado pelo primeiro-ministro no início deste mês. O país do Caribe agora está aceitando solicitações para este novo visto, que permite que os visitantes permaneçam lá por até um ano e trabalhem remotamente.

“Reconhecemos que mais pessoas estão trabalhando remotamente, às vezes em condições muito estressantes, com poucas opções para tirar férias. Nosso novo selo de boas-vindas de Barbados, com duração de 12 meses, é um visto que permite que você se mude e trabalhe em um dos destinos turísticos mais amados do mundo“. disse a primeira-ministra do país, Mia Amor Mottley, no site oficial do visto.

O governo da ilha ainda garantiu que o local tem “os serviços mais rápidos de Internet e fibra móvel do Caribe”, bem como “uma variedade de locais flexíveis para escritórios”. Acrescenta também que Barbados também oferece excelentes serviços de saúde e boas escolas, para aqueles que querem trazer suas famílias.


Formulário de solicitação de visto

Os interessados ​​devem enviar uma foto do tamanho de um passaporte e uma cópia do passaporte e certidão de nascimento de qualquer membro da família com idade superior a 18 anos, de acordo com o processo de inscrição detalhado no site do visto. Eles também devem incluir uma lista de familiares ou dependentes que se juntariam a eles em Barbados, bem como comprovantes de seu relacionamento com eles (como certificados de casamento, nascimento ou adoção).

Os candidatos aprovados terão que pagar US$2.000 por um visto individual ou US$3.000 por um “pacote familiar”. Os portadores de visto não terão que pagar o Imposto de Renda de Barbados, de acordo com o site do visto.


Visitantes em Barbados

De acordo com informações do site Barbados Tourism Marketing, visitantes de países de alto risco (mais de 10.000 novos casos nos últimos sete dias) são “fortemente encorajados” a fazer o teste COVID-19 dentro de 72 horas antes da partida. Os viajantes de locais de baixo risco (menos de 100 casos na última semana) podem fazer o teste até uma semana antes da partida.

Os viajantes que não fizeram um teste antes de sua chegada terão que fazer um no pouso e depois ficar em quarentena por um período estimado de 48 horas até receber os resultados. Se eles testarem positivo, serão “colocados em isolamento, onde receberão cuidados do Ministério da Saúde e Bem-Estar“.

Os visitantes também precisam preencher um formulário on-line de embarque/desembarque relacionado à sua saúde e verificações de temperatura no aeroporto. Segundo o Serviço de Informações do Governo de Barbados, os voos para a ilha foram retomados em 12 de julho, quando foram reabertos aos turistas.

Barbados teve 106 casos confirmados de COVID-19 e sete mortes até o momento, de acordo com dados do Johns Hopkins Coronavirus Resource Center.

Antes de você decidir viajar viajar mudar para uma ilha, confira as recomendações do destino e tome todos os cuidados para se prevenir.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.