fbpx

Câmara dos Deputados discute a criação de um passaporte digital de imunização

Notícias

Por Equipe

O Brasil é mais um país que está estudando a implementação de uma espécie de passaporte digital que comprove a vacinação do cidadão para frequentar lugares públicos como eventos, meios de transporte e outros espaços com bastante pessoas. O objetivo é aumentar o controle sanitário sobre locais com aglomeração de pessoas.

Celular

Segundo o projeto, governos estaduais poderão utilizar o Passaporte Digital de Imunização como mecanismo de controle sanitário e de acesso a espaços públicos e privados, podendo determinar multas e penalidades. “Tendo em vista o cenário de incertezas gerado pelo prolongamento da pandemia de COVID-19, precisamos de novas tecnologias que garantam a circulação segura de pessoas em espaços públicos. Por isso, sugerimos a substituição do Atestado de Vacinação impresso pelo Passaporte Digital de Imunização”, diz o autor, deputado Felipe Carreras (PSB-PE).


Sobre o projeto

O documento digital poderá ser usado para autorizar a entrada do portador em eventos e locais públicos, meios de transporte ou qualquer local onde haja aglomeração de pessoas. Para preservar o direito de não compartilhar informações pessoais, o texto impede que o passaporte seja visualizado sem a concordância do portador. Quando a emissão do Passaporte Digital de Imunização não for viável, o documento digital poderá ser substituído pelo Atestado de Vacinação impresso.

Na aviação, a IATA está implementando o IATA Travel Pass, que funciona de forma parecida com o passaporte digital proposto pela Câmara.


IATA Travel Pass

O IATA Travel Pass permite que os passageiros criem um ‘passaporte digital’ para verificar se seu teste pré-viagem ou vacinação atende aos requisitos do destino. Eles também poderão compartilhar os certificados de teste e vacinação com autoridades e companhias aéreas para facilitar as viagens. O novo aplicativo também permitirá que os viajantes gerenciem toda a documentação de viagem digitalmente e de forma contínua durante a experiência de viagem.

No aplicativo IATA Travel Pass, o registro integrado de requisitos de viagem também permitirá aos passageiros encontrar informações precisas sobre viagens e requisitos de entrada para todos os destinos, independentemente de onde estejam viajando. Também incluirá um registro de centros de teste e, eventualmente, de vacinação – tornando mais conveniente para os passageiros encontrar centros de teste e laboratórios em seu local de partida que atendam aos padrões para requisitos de teste e vacinação de seu destino.

A plataforma também permitirá que laboratórios e centros de teste autorizados enviem com segurança os resultados dos testes ou certificados de vacinação aos passageiros. O registro global, gerenciado pela IATA, irá gerenciar e permitir o fluxo seguro de informações necessárias entre todas as partes interessadas e fornecer uma experiência perfeita para o passageiro.

O programa foi desenvolvido como quatro módulos independentes que podem interagir uns com os outros. Esses módulos cobrem registros para requisitos regulamentares de entrada e laboratórios/centros de teste, emissão de certificados verificados, identidade digital e a possibilidade de os passageiros compartilharem os resultados dos testes durante a viagem por meio de seus dispositivos móveis. Esses módulos podem funcionar juntos como uma solução ponta a ponta completa. Ou podem ser usados ​​separadamente para complementar sistemas que outras empresas ou países estão construindo.

Para saber mais sobre o IATA Travel Pass, acesse este site.


Companhias aéreas aderiram à tecnologia

Além da IATA, algumas companhias aéreas também implementaram um sistema parecido, que informa sobre a saúde do passageiro. A British Airways e a American Airlines, por exemplo, estão utilizando o aplicativo VeriFLY para ajudar seus clientes a verificar em tempo real de credenciais relacionadas à COVID, como resultados de testes de laboratório de diagnóstico.

O VeriFLY também está disponível no Brasil. Os passageiros da American Airlines que viajam entre os Estados Unidos e o Brasil podem usar o aplicativo e permitir que eles armazenem e exibam digitalmente os resultados dos testes com segurança. Desde o dia 04 de fevereiro, os clientes que viajam entre o Aeroporto Internacional de Dallas Fort Worth (DFW) ou o Aeroporto Internacional de Miami (MIA) e o Brasil tem a oportunidade de testar o novo serviço sem nenhum custo, criando um perfil seguro e confirmando os detalhes de sua viagem.

  • Para usar o aplicativo é necessário baixá-lo para iOS ou Android;
  • Feito isso, crie uma conta, insira seu destino e coloque a documentação necessária, como a prova de um teste COVID-19 negativo, por exemplo;
  • Você será aconselhado a revisar os requisitos de viagem para seu destino, incluindo quaisquer restrições ao passaporte ou ponto de origem.

O novo documento, segundo a proposta, deverá ser homologado pelo Ministério da Saúde e emitido pelo Ministério da Economia ou por empresas e entidades credenciadas. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

O que você espera do passaporte digital de imunização brasileiro?


Fonte: Agência Câmara de Notícias.

Hotéis
Hotéis
10% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Chip de Viagem
Chip de Viagem
20% de desconto na compra do chip de viagem!
Supermercado
Supermercado
35% de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Seguro Viagem
Seguro Viagem
25% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Prêmio Passageiro de Primeira 2022
Prêmio Passageiro de Primeira 2022
Vote agora nos melhores do ano!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.