fbpx

Canadá atualiza requisitos de entrada e passa a aceitar testes antígenos antes do embarque

Notícias

Por Equipe

O governo do Canadá anunciou uma série de ajustes nas atuais medidas de fronteira, representando o início de uma flexibilização gradual das restrições de viagem. As novas regras passam a valer a partir de 28 de fevereiro. Confira quais são elas!

canadacover


Mudanças na chegada ao Canadá

Os viajantes agora terão a opção de apresentar um teste de antígeno (feito no dia anterior ao voo ou chegada à fronteira terrestre e marítimas) ou um resultado de teste molecular (feito no máximo 72 horas antes do voo ou chegada à fronteira terrestre e marítimas) ao chegar no país. Antes, o Canadá só aceitava testes PCR.

A realização do teste rápido de antígeno em casa não é suficiente para atender ao requisito de entrada – ele deve ser autorizado pelo país em que foi adquirido e deve ser administrado por um laboratório, entidade de saúde ou serviço de telessaúde.

Para quem se recuperou da COVID, a comprovação também mudou. Para provar a infecção do vírus, o governo do Canadá continuará aceitando apenas resultados de testes moleculares, obtidos há pelo menos 10 dias corridos antes de entrar no país – e não mais de 180 dias corridos.


Mais mudanças

Apesar das novidades, o país manteve a escolha aleatória de passageiros para realizar um teste na chegada. Contudo, diferente da regra anterior, agora os passageiros selecionados não precisarão mais ficar em quarentena para esperar o resultado do teste.

Crianças menores de 12 anos, viajando com adultos totalmente vacinados, continuam isentas de quarentena, e sem nenhuma limitação de suas atividades. Isso significa, por exemplo, que eles não precisam mais esperar 14 dias para ir à escola, acampamento ou creche.


Viajantes não vacinados

Para os viajantes não vacinados, com direito a entrar no Canadá, as medidas anteriores permanecem, como por exemplo:

  • eles continuarão obrigados a serem testados na chegada e no 8° dia;
  • obrigatório permanecer em quarentena por 14 dias.

Estrangeiros não vacinados não poderão entrar no Canadá, a menos que estejam autorizados. Lembre-se que brasileiros não podem entrar no país se não estiverem vacinados.


Voos internacionais voltam a ser permitidos em todos os aeroportos

Também no 28 de fevereiro, a restrição de voos internacionais de passageiros vai expirar. Isso significa que os aviões em rotas comerciais do exterior terão permissão para pousar em todos os aeroportos canadenses.


Províncias canadenses retiram algumas restrições

Atualmente, cerca de 80% dos canadenses estão totalmente vacinados e mais de 40% também tomaram a dose de reforço, de acordo com o Ministério da Saúde. Por conta disso, várias províncias, incluindo Alberta, Saskatchewan, Quebec e Ontário, a província mais populosa do Canadá, anunciaram um relaxamento das restrições impostas durante a pandemia.

Ontário também informou que estará acelerando seu plano para remover os requisitos do comprovante de vacinação e aumentar a capacidade de alguns estabelecimentos, enquanto a província de Alberta encerrou seus requisitos de máscaras para crianças em idade escolar na segunda-feira (14).

De toda forma, o governo aconselha que você verifique os requisitos adotados por cada província antes de entrar no Canadá, uma vez que as regras são diferentes em algumas regiões canadenses.


ArriveCAN permanece obrigatório

O governo lembra que todos os viajantes, independentemente de quanto tempo forem ficar no Canadá, continuam obrigados a enviar suas informações para o ArriveCAN (via aplicativo ou website), incluindo comprovante de vacinação em inglês ou francês e um plano de quarentena antes de chegar ao país.

O ArriveCAN é um aplicativo lançado pelo governo canadense como forma de monitoramento da COVID-19. A obrigatoriedade de anexar seus documentos e certificado de vacinação, teste de COVID e afins, se tornou necessária à partir de 21 de novembro 2020.

Com este sistema, fica fácil compartilhar informações entre províncias e territórios canadenses. Além da segurança e agilidade, o aplicativo facilita a comunicação com viajantes para o acompanhamento da saúde de cada pessoa que entra no país, e também permite ter uma visão completa da saúde pública em relação ao vírus. Caso o viajante não envie as informações de saúde, ele poderá enfrentar empecilhos, como por exemplo:

  • Atrasos na hora de passar pela imigração;
  • Advertências e multas, que podem chegar até $1.000 (aproximadamente R$5.160, na cotação atual).

Alguém pensando em visitar o Canadá em breve?

Para mais informações, acesse o documento do governo canadense

Hotéis
Hotéis
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2023!
Supermercado
Supermercado
35% de desconto na primeira compra e 10% de cashback nas próximas!
Seguro Viagem
Seguro Viagem
10% de desconto na contratação do seu seguro viagem!
Confraria Grand Cru
Confraria Grand Cru
Ganhe 3 meses grátis e R$ 150 de crédito por indicação!
Clube 1.000
Clube 1.000
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Ver todos os cupons

Baixe o app do Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de programas de fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, voos e salas VIP, hotéis e lazer, cartão de crédito e promoções.