fbpx

Como uma aeronave é montada?

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A KLM disponibilizou um texto mostrando o passo-a-passo de como é montada uma aeronave. A companhia aérea holandesa usou o Boeing 787-10 para mostrar como que um avião toma suas formas, antes de fazer o voo teste. Confira conosco!


Como montar uma aeronave?

Assim como todo quebra-cabeça, uma aeronave também chega às mãos da montadora totalmente desmontada. Ainda mais um 787-10, que tem seis metros a mais de extensão que seu antecessor, o 787-9.

  • Começando do zero

É nesse momento que a fuselagem traseira e dianteira são unidas à fuselagem do meio do corpo. Após isso, as asas são montadas e o trem de pouso é instalado. O mais curioso, é que todo esse processo leva apenas três dias!

As seções da fuselagem são conectadas por dentro e são instalados sistemas como fiação, dutos de ar condicionado e estruturas de piso. As paredes laterais e algumas das cozinhas e banheiros estão instaladas. A energia elétrica e hidráulica são ativadas.

Fuselagem pronta, hora de colocar as poltronas!

  • Assentos

Após a instalação das asas, trem de pouso, dutos de ar e etc, é a vez de colocar os assentos. O B787-10 possui novos assentos na Classe Executiva e Econômica, que foram remodelados e são mais leves do que os antigos. As partes mais caras de toda a aeronave – os motores – são instaladas no final do processo. A maior parte do trabalho de teste do sistema é realizada antes da aeronave sair da fábrica. Além do mais, os novos 787-10 possuem 344 poltronas, enquanto o antigo possuem 50 lugares a menos, com 294. 

Com o avião montado e os assentos para os passageiros, falta apenas uma coisa para fazer o avião voar – os motores.

  • Motores

A parte mais cara da aeronave é uma das últimas coisas a serem adicionadas à lataria. Feito isso, é a vez da aeronave passar por uma série de testes, ainda na fábrica da Boeing, para, só assim, o avião alçar voos.

  • A primeira vez a gente nunca esquece

Após a bateria de testes a aeronave é posta à prova. Ela é então preparada para o seu primeiro voo executando outro teste de sistemas, no qual os motores são testados e os testes de vazamento são executados nos sistemas de combustível e hidráulica. Se tudo ocorrer conforme o planejado, a aeronave conclui o chamado “vôo B1”, onde B significa “Boeing”, o que é adequado porque apenas os pilotos da Boeing estão a bordo. Se necessário, um voo B2, B3 e B4 pode ser operado (ou mais, se necessário), mas geralmente um B1 é suficiente.

Depois que o programa de voo B é concluído com êxito, a aeronave é preparada para atividades relacionadas ao cliente, como o voo Customer Walk e Customer 1 (C1). O Walk oferece aos clientes, a chance de verificar se tudo foi construído de acordo com seus desejos e especificações. Uma vez concluído, há uma transferência formal de título, tornando a companhia proprietária oficial do avião.


Gostaram das curiosidades?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.