fbpx

Companhias aéreas dos EUA, Japão e Coréia do Sul suspendem operações do B777 com motores Pratt & Whitney 4000

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Companhias aéreas dos EUA, Coréia do Sul e do Japão suspenderam as operações dos Boeing 777 equipados com motores Pratt & Whitney 4000-112, após um incidente com o modelo em voo doméstico dentro dos Estados Unidos operado pela United Airlines. Enquanto a investigação do incidente permanece em andamento, a fabricante americana Boeing sugeriu às companhias aéreas que não operassem com os 69 aviões 777 equipados com o motor.

companhias B777 suspendem operações


Sobre o incidente

O incidente ocorreu em um voo doméstico nos Estados Unidos ligando as cidades de Denver, no Colorado, e Honolulu, no Havaí. As 241 pessoas a bordo do voo UA328, operado pela United Airlines, puderam ver o motor explodir, soltando chamas e pedaços do avião caindo. Abaixo, é possível ver os destroços do avião que caíram em vilarejos de Denver e o vídeo do estado do motor, feito por um dos passageiro que estava no voo:

Devido ao problema, no domingo (21) a United retirou imediatamente 24 aviões de sua frota por precaução. A empresa disse que sua mudança foi temporária e deve prejudicar apenas “um pequeno número de clientes”. O Ministério dos Transportes do Japão, por sua vez, disse que pediu a All Nippon Airways e a Japan Airlines para não usar aviões usando essa série de motores. O ministério disse que o pedido se aplica a 19 Boeing 777 da All Nippon Airways e 13 da Japan Airlines que possuem motores Prat & Whitney 4000.

Na Coréia do Sul, a Asiana Airlines, dona de nove dos aviões, disse que também deixaria de usá-los. Já a Korean Air disse que iria adiar a tomada de qualquer decisão até que o Ministério dos Transportes do país emitisse orientações. De acordo com os dados de registro mais recentes, as únicas companhias aéreas que operam com os motores afetados estão nos Estados Unidos, Japão e Coréia do Sul. A United é a única operadora dos EUA com esse tipo de motor em sua frota.


O que disse a Boeing e a Pratt & Whitney

A Boeing solicitou, de forma imediata, que todos os 69 modelos equipados com os motores ficassem estacionados e não operassem voos, até que a National Transportation Safety Board (NTSB) encerrasse a investigação. Em nota, a fabricante disse o seguinte:

“A Boeing está monitorando ativamente eventos recentes relacionados ao voo 328 da United Airlines. Enquanto a investigação do NTSB está em andamento, recomendamos suspender as operações dos 69 777s em serviço e 59 em armazenamento com motores Pratt & Whitney 4000-112 até que a FAA identifique o protocolo de inspeção apropriado. 

A Boeing apoia a decisão ontem do Japan Civil Aviation Bureau, e a ação da FAA de suspender as operações de aeronaves 777 com motores Pratt & Whitney 4000-112. Estamos trabalhando com esses reguladores enquanto eles agem enquanto os aviões estão no solo e outras inspeções são conduzidas pela Pratt & Whitney.

As atualizações serão fornecidas assim que mais informações forem disponibilizadas.”

A Pratt & Whitney disse que:

“Está coordenando com operadores e reguladores para apoiar o intervalo de inspeção revisado dos 4000 motores que impulsionam determinados 777”.

“Quaisquer atualizações investigativas adicionais sobre este evento ficarão a critério do NTSB”.


Reino Unido também suspende o 777

Os reguladores de viagens do Reino Unido proibiram a operação de Boeing 777 equipados com motores Pratt & Whitney PW4000-112 até que alguma decisão da NTSB e da FAA seja tomada. No entanto, a Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido (CAA) disse que o motor não foi usado em modelos operados por companhias aéreas do Reino Unido.

Em comunicado, a CAA disse: “Após o incidente do motor Pratt & Whitney 4000-112 em uma aeronave Boeing 777, suspendemos o uso desta configuração no espaço aéreo do Reino Unido. Ela não é usada por nenhuma companhia aérea do Reino Unido. É operada por companhias aéreas nos EUA, Japão e a Coreia do Sul, onde as autoridades também interromperam seu uso”.


Apesar do susto, não houveram feridos e o avião conseguiu retornar ao Aeroporto Internacional de Denver em segurança.

Entre as companhias que utilizam o Boeing 777 com motores Pratt & Whitney 4000 estão a United Airlines, Korean Air, Asiana Airlines, All Nippon Airways e Japan Airlines. Vale lembrar que não são todos os 777 que possuem o motor P&W 4000, só os mais antigos. Entre os modelos estão o 777-200, 200ER e o 300.

Hotéis com Desconto + Selos
Hotéis com Desconto + Selos
5% de desconto + selos no Rewards em estadias até 31 de março de 2022!
Hotéis com Desconto
Hotéis com Desconto
8% de desconto em estadias até 31 de março de 2022!
Seguro Viagem com Desconto
Seguro Viagem com Desconto
Desconto especial no seu Seguro Viagem!
Compras com Desconto
Compras com Desconto
5% de desconto em itens vendidos e entregues pelo Magalu!
Clube de Milhas
Clube de Milhas
Receba 1.000 milhas por mês + 7.000 milhas bônus na hora!
Gerencie suas Milhas
Gerencie suas Milhas
6 meses grátis do AwardWallet Plus para novos usuários!
Ver todos os cupons

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.