fbpx

Copa Airlines volta a voar para Belo Horizonte em novembro

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Copa Airlines informou que vai retomar suas operações para Belo Horizonte a partir do dia 23 de novembro. Inicialmente, os voos sairão da capital mineira pelo Aeroporto Internacional de Confins três vezes por semana em direção ao Aeroporto Internacional de Tocumen, localizado no Panamá. A cidade é a quarta a receber voos da companhia após o reinício das atividades no Brasil.


A volta das operações para CNF

A companhia relembrou o início da operação na cidade para celebrar o momento atual. “Assim como aquele agosto de 2008, quando o primeiro voo da Copa chegava a Belo Horizonte, a emoção é inevitável! Depois de oito meses de operações suspensas em função da pandemia, a partir do dia 23 de novembro conectaremos de novo nossa cidade às Américas”, disse Jacqueline Ledo, a gerente de vendas da base Belo Horizonte.

“Estamos retomando as atividades no Brasil aos poucos e muito felizes por poder voltar à Minas Gerais, um mercado muito importante para nós. Queremos compartilhar com os nossos clientes que estamos tomando todas as medidas de biossegurança necessárias para garantir uma experiência de voo segura para nossos passageiros e colaboradores, do check-in até o desembarque”, disse Carlos Antunes,  gerente regional de vendas da Copa.


Malha da Copa Airlines

A companhia atualmente conecta seus destinos no Brasil ao Panamá (Cidade do Panamá e David), México (Cidade do México e Cancún), Estados Unidos (Miami, Nova York, Washington DC, Los Angeles e Orlando), Canadá (Calgary, Montreal, Toronto e Vancouver), República Dominicana (Santo Domingo e Punta Cana), Equador (Quito e Guayaquil), Guatemala (Guatemala), Honduras (San Pedro Sula e Tegucigalpa), El Salvador (El Salvador), Porto Rico (Santa Cruz), Jamaica (Kingston e Montego Bay), entre outros destinos que são adicionados semanalmente a malha regional.


Reabertura das fronteiras no Panamá

Segundo o site Visite Panama, o Ministério do Turismo tem trabalhado em estreita colaboração com autoridades governamentais, incluindo o Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Saúde, entre outras entidades governamentais, para implementar protocolos de biossegurança que garantam a segurança tanto dos viajantes quanto dos moradores, já que o destino reabriu para turismo e viagens de negócios.

Requisitos de entrada no Panamá

  • Os viajantes serão obrigados a apresentar um teste PCR ou teste de antígeno para a COVID-19 feito não mais do que 48 horas antes da chegada no Panamá;
  • Se o teste for feito mais de 48 horas antes do momento da chegada, o passageiro será obrigado a fazer um novo teste rápido no desembarque e arcar com o seu próprio custo;
  • Atualmente, não há restrições de entrada de qualquer país;
  • Seguro de saúde não é um requisito para a entrada, mas é altamente recomendado;
  • Não é recomendado o uso ou o transporte de itens não essenciais a bordo, como cobertores ou travesseiros, a fim de minimizar o risco de contaminação cruzada;
  • Os passageiros que não cumprirem esses requisitos não poderão entrar no país.
  • O governo encoraja todos os passageiros a verificarem as restrições de viagem do seu país de destino;
  • Antes do check-in, todos os viajantes serão obrigados a completarem uma Declaração Eletrônica concordando com:
    – Cumprir todas as medidas de controle sanitário delineadas pelo Ministério da Saúde do Panamá;
    – Fornecer informações de localização para residência enquanto estiver no Panamá.
    – Confirme que está saudável (sem sintomas de qualquer doença respiratória) e que não foi exposto a COVID-19 nos últimos 14 dias.
  • Clique aqui para ver a declaração.

Comentários

Após a companhia divulgar a retomada dos voos para o Rio de Janeiro e Brasília, chegou a vez da capital mineira. E com isto a Copa começa a retomar gradativamente suas operações no Brasil.

Alguém tem planos de fazer esse voo?

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.