fbpx

Delta estende a isenção da taxa de alteração para voos comprados até 30 de junho

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Delta informou que estendeu sua política de isenção da taxa de alteração para novos voos comprados até 30 de junho. O período de viagem vale para voos até 30 de setembro de 2020.


Política de remarcação da Delta

Confira abaixo as mudanças informadas pelas companhia:

A Delta continua a oferecer flexibilidade adicional se os planos de viagem mudarem durante a pandemia da COVID-19. É por isso que estendemos nossa isenção da taxa de alteração para novos voos comprados até 30 de junho, dando aos clientes a opção de alterar seus voos sem encargo por um ano a partir da data da compra.

Para passageiros cujos planos foram afetados por modificações no cronograma ou desejam garantias adicionais sobre as próximas viagens, também oferecemos maior flexibilidade para remarcar os voos até 30 de setembro de 2022. Entre os clientes qualificados estão aqueles que têm:

  • Viagens programadas até 30 de setembro, cujas reservas foram feitas a partir de 17 de abril de 2020;
  • Viagem em voos que foram cancelados entre março de 2020 e setembro de 2020.

A Delta também congelou as tarifas de viagens nos Estados Unidos e no Canadá até 30 de junho de 2020, medida válida para todas as cabines.

Política de remarcação:

Abaixo a política de remarcações de passagens:

Estamos dispensando as taxas de alteração para viagens afetadas pelo coronavírus. Isso se aplica a todas as viagens internacionais e nacionais com embarque entre março e 30 de setembro de 2020, além de todos os bilhetes comprados entre 1.º de março e 30 de junho de 2020.

Se sua viagem for qualificada para uma isenção, você poderá mudar suas datas de viagem e até mesmo selecionar um novo destino. A passagem não utilizada será aplicada ao seu novo voo e, em alguns casos, uma diferença de tarifa será aplicada. Se a nova tarifa for menor, você receberá um crédito eletrônico no valor da diferença. Se a nova tarifa for maior, será cobrada a diferença. A diferença de tarifa será dispensada para alterações em viagens entre março e setembro de 2020 se a compra tiver sido realizada antes de 17 de abril e se a viagem for para o mesmo destino antes de 30 de setembro de 2020.


Outras medidas

Lembrando que a A Delta anunciou recentemente novas medidas que está adotando em suas operações frente a pandemia da COVID-19, como:

  • Bloqueio dos assentos do meio e limitação da ocupação a bordo a 50% na First Class e 60% em outras cabines para oferecer mais espaço aos clientes;
  • Higienização de 100% dos voos antes do embarque com aspersores eletrostáticos;
  • Embarque do fundo para a frente da aeronave para reduzir a necessidade de os clientes passarem uns pelos outros para chegar à sua poltrona;
  • Simplificação do serviço de alimentação para reduzir os pontos de contato a bordo;
  • Limpeza do ar da cabine com sistemas avançados de filtragem de ar, conhecidos como filtros HEPA;
  • Exigência para que todos os clientes usem uma cobertura facial nas áreas de contato da Delta.

Além disso, a companhia irá distribuir um kit gratuito para seus clientes que chegarem a uma área de check-in da companhia sem máscara facial, que inclui:

  • Uma máscara facial descartável;
  • Sachês de gel desinfetante para as mãos Purell;
  • Um cartão de informações detalhando as medidas que estão ajudando a Delta a transformar o padrão do setor de limpeza.

Alguém com passagens adquiridas com a Delta alterou seus planos de viagem? Como tem sido a experiência com remarcações e cancelamentos?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.