fbpx

Egito vai passar a exigir teste RT-PCR com QR code

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Egito vai começar a exigir testes RT-PCR com QR code para passageiros que chegam ao país. A medida, que entrará em vigor na próxima sexta-feira (18), exclui a necessidade de um carimbo ou assinatura do laboratório que emitiu o resultado do teste.

egito

Por meio da página que instrui passageiros sobre a COVID-19, a EgyptAir, principal aérea do país, atualizou as medidas que devem ser tomadas para que eles possam embarcar.

A empresa diz disse que todos os passageiros viajando ao Egito, incluindo os egípcios, devem portar um resultado negativo do RT-PCR emitido em, ao menos, 72 horas antes da hora de partida do último com destino ao Egito. No entanto, passageiros vindos da América do Norte, América do Sul, Austrália, Canadá, China, Coréia do Sul, Frankfurt, Japão, Londres, Nova Zelândia, Paris, Roma, Tailândia podem apresentar um teste feito em, ao menos, 96 horas antes do voo.

A partir de sexta-feira (18), o resultado do PCR só será aceito se atender a estes requisitos:

  • Inclusão de data e horário;
  • Ser emitido com QR Code (o QR Code substitui o carimbo do laboratório);
  • Indicar o tipo de amostra colhida;
  • Indicar que o tipo de teste foi o RT-PCR;
  • O resultado impresso deverá ser entregue na via-original (cópias não são permitidas);
  • O resultado deve estar em inglês ou árabe.

Testes no Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU)

Entramos em contato com os dois laboratórios localizados no Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU) para checar se eles emitem testes RT-PCR com QR Code.

A CR Diagnósticos nos informou que o resultado do teste RT-PCR é acompanhando com QR Code que pode ser escaneado pela autoridade local ou companhia aérea antes do voo. O laboratório dispõe de 14 guichês de atendimentos, espalhados em um espaço de 265 metros quadrados, com funcionamento ininterrupto (24 horas nos sete dias da semana).

Albert Einstein, que também possui um laboratório em Guarulhos, nos informou que os certificados dos testes RT-PCR estarão disponíveis com QR Code a partir da próxima segunda-feira (21/6). A unidade também fica localizada no Terminal 3 do aeroporto paulista, de onde partem a maioria dos voos internacionais.

Em ambos os laboratórios, o preço dos exames RT-PCR é de R$350.


Lembre-se que mesmo que você já tenha sido totalmente imunizado contra a COVID-19, você deverá realizar o teste antes de embarcar para o Egito – seguindo as exigências acima. Além disso, passageiros que chegam de forma direta ou indiretamente (por conexões) América Latina, Bangladesh, Butão, Índia, Mianmar, Nepal, Paquistão, Sri Lanka podem ser submetidos a um 2º teste na entrada do país (bancado pelo governo).

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

10 anos! O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.