fbpx

Emitindo cinco passagens na classe executiva da Latam para Los Angeles – Leitor de Primeira

Leitor de Primeira Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

No quadro #LeitorDePrimeira de hoje vamos compartilhar a história do Lucas, que inicialmente iria viajar para Los Angeles em classe executiva com a namorada. Depois, ele acabou convidando o sobrinho, o irmão caçula, a mãe… e agora embarcarão todos juntos rumo à Califórnia!


Relato de Primeira

Bom dia, pessoal!

Ontem contei um pouco para o Ale Zylberstajn sobre as passagens que eu resgatei seguindo as dicas do Passageiro de Primeira e ele me pediu para compartilhar com vocês.

Bom, eu sou torcedor do Los Angeles Lakers e muito fã da NBA, e, para os que acompanham a liga, sabemos que a temporada está próxima de começar e promete ser muito boa. Logo, ja comecei a planejar com a minha namorada uma viagem para assistirmos um jogo em LA ainda esse ano. Como fazemos faculdade, nossas datas são restritas e a semana ideal seria a do feriado do dia 15/11. Para nossa sorte, o jogo que o Lakers terá nessa semana é contra o Warriors, um prato cheio para qualquer fã da NBA.

Com as datas mais ou menos certas comecei a pesquisar os vôos e com uma certa facilidade encontrei o trecho de ida pela Latam no dia 09/11: GRU>SCL>LAX por 79.750 pontos Multiplus na Premium Business. A conexão em SCL é de 3h55min. Aconselho, na hora da pesquisa, a mudar o filtro de “Vôo recomendado” para “Preço”.

Já na volta, os preços estavam mais altos e, para mim, inviáveis, então comecei a pesquisar por trechos separados. Como eu havia lido aqui que Lima é um sweet spot da Latam, fiz a pesquisa e encontrei uma tarifa muito boa no dia 15/11: LAX>LIM por apenas 31.250 pontos Multiplus na Premium Business.

Depois disso, eu só precisava encontrar um ultimo trecho de volta para casa e certamente foi o mais chato. Me sobraram duas opções:

  • Pegar o vôo das 9:15 no dia 16/11, na cabine econômica, pois é um A320 e não tem classe executiva, mas em compensação eu chegaria em casa mais cedo, por 18.500 pontos Multiplus;
  • Ou aguardar o vôo das 23:45, que é em um 737-300 que tem a classe executiva. Porém, neste caso a ideia era emitir a passagem em classe econômica pelos mesmos 18.500 e tentar um upgrade cortesia, pois sou cliente Gold da Latam.

Fui dormir pensando nisso, no outro dia, depois de conversar com a minha namorada e pesquisar um pouco, vi que as chances de eu conseguir o upgrade eram baixíssimas e então decidi que voltar no primeiro vôo.

Quando eu abri o site para fazer as emissões o preço deste voo tinha subido para 22.000 pontos, ou seja, de um dia para o outro subiu 3.500 pontos. Mas decidi emitir mesmo assim.

Depois de ter emitido os bilhetes meu e da minha namorada, convidei meu sobrinho e meu irmão caçula que também gostam bastante de basquete para irem junto. Minha irmã (mãe do meu sobrinho) ja tinha alguns pontos na conta dela e completou comprando via Km de Vantagens por R$27,90 o milheiro. Eles conseguiram emitir as mesmas passagens que eu pelos mesmos preços.

Minha mãe também decidiu ir com a gente, mas infelizmente, a passagem de ida para LAX tinha subido de 79.750 para 139.800 pontos e a bendita passagem de LIM>GRU tinha subido para 29.000. De qualquer forma ela quis ir nos mesmos vôos que a gente e então emitimos para ela também. Ela ja tinha a maior parte dos pontos necessários, mas teve que comprar alguns que restavam, compramos via Multiplus mesmo aproveitando a promoção de 55% de desconto, saiu por R$31,50 o milheiro.

Ah, quanto aos meus pontos, eu ja vinha acumulando na Multiplus e também aproveitei a promoção do Boomerang Livelo que teve a pouco tempo atras.

Enfim, eu vejo que criticam bastante a Latam, muitas vezes com razão, mas eu vejo que ainda da para achar passagens com preços legais, além da comodidade de ser uma cia aérea brasileira.

​Abraços,
Lucas N. Lopes


Comentário

A ida do Lucas por 79.750 pontos Multiplus em executiva para Los Angeles foi excelente! Na volta, ele se deparou com valores inviáveis e contornou o problema “quebrando a emissão” com o bilhete para Lima, no Peru. Conectar internamente na América do Sul é sempre uma boa alternativa para fugir dos valores proibitivos que muitas vezes encontramos nas passagens para o Brasil. Muito, bom Lucas!

Se você tem um história de sucesso e quer ter seu relato publicado aqui, siga as instruções deste post – será um prazer para nós!

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.