fbpx

Emitindo três passagens em classe executiva para Orlando – Leitor de Primeira

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

No quadro #LeitorDePrimeira de hoje vamos compartilhar a história do Leonardo Vilela. Ele aproveitou as dicas do site e utilizando milhas do TAP Miles&Go conseguiu emitir uma passagem para ele, namorada e filha para Orlando em classe executiva!

Confira o relato do Leonardo na íntegra!


Eu nunca voei de executiva. Todos voos que fiz sempre foram de econômica.

Acompanhando o Passageiro de Primeira há alguns anos vi que tinha que traçar algumas estratégias para aproveitar melhor os benefícios que as milhas podem nos dar.

Passei a concentrar minhas viagens a trabalho em uma empresa (sempre que possível), troquei o cartão de crédito por um que bonificava melhor e comecei a usar o cartão de crédito para pagar a maior quantidade de gastos possível (inclusive conta de luz e agua) e com isso, em dezembro de 2018 viajamos (4 pessoas) de Belo Horizonte para gramado e depois para o ano novo em porto de galinhas exclusivamente com milhas. Além disso, em julho de 2019 fomos para o Chile (3 pessoas) também com milhas.

As vantagens das estratégias que o PP me mostrou eram absurdas! Só na viagem do ano novo, economizamos o equivalente a 10.000 reais ao emitir todos os trechos com milhas. Passei a fazer propaganda do PP para todos amigos e mostrar o quanto poderíamos ganhar com as dicas de vocês.

Mesmo acreditando que estava usando todo potencial do meu cartão, continuei (e continuo) acompanhando diariamente o PP. Até que em maio vi o post do PP sobre a promoção de até 131% em bonificação na TAP a partir do Livelo e desconto para compra de milhas na Livelo, que permitiria emitir executiva para o EUA a parti de R$ 1.560,00.

Plot twist: Eu tenho uma filha de 8 anos, que no início do ano, pesquisando em revistas para o “para-casa” da escola, viu uma imagem da poltrona flat-bed da Azul e perguntou se um dia podíamos ir no avião que tinha cama. Eu tratei de tirar essa ideia da cabeça dela. Disse que é muito caro e que não tínhamos condições por enquanto de ir nesse tipo de viagem.

Voltando a matéria sobre a promoção Livelo+TAP, de início achei muito arriscado ter esse gasto para depois tentar achar disponibilidade, já que, como sou professor, só podemos viajar em alta temporada. Mas fui surpreendido com a prorrogação da promoção em mais um dia, então resolvi arriscar. Ainda na faculdade que leciono fiz todo procedimento por volta das 22h da noite do último dia da promoção. Foi a melhor decisão que tomei!

Assinei o Clube Livelo 20.000 por 799,00 e comprei mais 130.000 pontos por R$ 5.460,00. O total pelas 150.000 milhas foi de R$ 6.259,00 e na Tap, com o bônus de 100% da promoção para assinantes Clube Livelo, recebi 300.000 milhas. Ganhamos ainda um bônus do PP de 1%.

Pela tabela de emissão do Miles&Go, para emitir uma passagem para os EUA em executiva o valor é de 100.000 milhas. Ou seja, gastei esse valor e teria (em tese) 3 passagens de executiva para América do Norte.

Milhas creditadas, em julho comecei a ter tempo de buscar as disponibilidades pelo site da United como mostrou um dos tutoriais. Só achei disponibilidade pela COPA, que não tem a poltrona flat bed que minha filha queria, mas era executiva e pelo que paguei, sairia mais barato do que econômica.

Minha intenção era ir para Orlando (MCO) em 05 ou 06 de janeiro de 2020, então pensei em sair de Belo Horizonte (CNF) em 01/01, fazer um stopover no Caribe e prosseguir viagem para os EUA. Comentei em uma das notícias do site e o Fábio me alertou que não seria possível, já que eu não poderia voltar ao ponto de conexão Cidade do Panamá (PTY) após o destino do stopover (proibição de backtrack).

Ou seja, eu não poderia fazer Confins – Panamá – Punta Cana para depois prosseguir Punta Cana – Panamá e Orlando. Procurei pela United voos de Punta Cana para os EUA e nada. Desisti.

Pensei então em fazer o stopover no Panamá e usar milhas Smiles para ir a Havana, San Andreas ou Punta Cana. Desisti por dois motivos: 1) Somente a taxa de embarque para 3 pessoas para estes destinos superava 1.000 reais pela Smiles e 2) Fiquei inseguro se teria de pegar as malas em PTY e despachar novamente para o destino no Caribe (o tempo de conexão não era tão generoso), já que até PTY usaria milhas TAP e depois usaria milhas Smiles.

Estava procurando tempo para pesquisar direto para os EUA pela COPA por volta do dia 05 ou 06 de janeiro. Estava satisfeito em ir na Copa, já que o valor de cada passagem seria inferior a passagem paga de econômica para essa época e tinha realmente desistido de viajar em aeronaves wide-body com mais conforto por não ver disponibilidade nenhuma. Mas então veio as colunas dos “leitores de primeira” que falaram sobre o ExpertFlyer.

É bom enfatizar que o EF é muito simples. Tem um tutorial em vídeo do PP explicando como usar. É só ir na parte de “awards”, colocar origem e destino e qual CIA. Ele te da a disponibilidade se SIM (yes) ou NÃO (no).

Na segunda 05/08/2019 me inscrevi no EF, e como os primeiros 5 dias são gratuitos, comecei a buscar. Na noite do dia 08/08 eu achei disponibilidade pela Avianca no A330 partindo de GRU, fazendo conexão em Bogotá e chegando a Miami as 10:30 da manhã. Bingo!

Falei com minha namorada e ela topou. Usaremos milhas Smiles para ir de CNF-GRU. Faltava a volta dia 17/01. Busquei e não achei nada na Avianca ou na United. Fui pesquisar na COPA. Achamos um voo que sai de Orlando 10h da manhã e chega em Belo Horizonte por volta de meia noite. O conforto de já chegar direto em BH compensou ao fato de não ser wide-body nem ter poltronas flat bed (embora tenha possibilidade do 737MAX voltar a voar até lá com uma executiva muito melhor que a atual da Copa).

Dia 09/08 liguei na TAP por volta de 08:30. Uma atendente portuguesa chamada Patrícia me atendeu. Eu disse que já tinha a rota, ela pediu para eu passar a CIA, dia do voo e conexão e BINGO! Tudo disponível.

Tive que pagar o equivalente a US$ 297,62 (88 Euros por pessoa) de taxa de embarque e taxa de emissão. No meu cartão deu algo em torno de R$ 1.160,00. Já recebi o ticket e minha filha está super empolgada de voar no tal avião que tem cama. Está tão empolgada que falou que nem vai dormir 😀

Resumo da ópera: Paguei R$ 6.259,00 das milhas, mais R$ 1.150,00 das taxas de emissão. Total de R$ 7.409,00. Cada passagem saiu por R$ 2.469,66.

Em consulta de 09/08/2019, se fossemos pagar pelas passagens, pagaríamos em cada uma: R$ 4.919,89 (ida) e R$ 7956,46 (volta), totalizando R$ 12.876,35 por pessoa e R$ 38.629,05 no total, um valor que não teríamos condição nenhuma de pagar. Ou seja, economizamos R$ 31.220,05 ao todo.

Se comparado com passagem em econômica (também em pesquisa feita em 09/08), a mais barata GRU-MIA-GRU sairia por R$ 4.297,00, totalizando R$ 12.891,00. Neste cenário, graças ao PP e a promoção da Livelo e TAP, economizamos R$ 5.482,00 frente a econômica para voar de executiva.

So tenho a agradecer ao Fábio e toda equipe do PP, que fazem um trabalho sensacional ajudando pessoas como eu e minha família a viajar mais barato e com mais conforto!


Comentário

Mais um #NinjaDetected que vai viajar com a filha e namorada em classe executiva para os EUA! Parabenizamos o Leonardo pela bela emissão e economia que teve em relação a passagem pagante, e claro, voando em Business! Mande um abraço para o Mickey!

Se você também tem um história de sucesso e quer ter seu relato publicado aqui, siga as instruções deste post – será um prazer para nós!

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.