fbpx

Ethiopian Airlines é a primeira companhia africana a testar o IATA Travel Pass

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Ethiopian Airlines, tornou-se a primeira companhia aérea africana a realizar testes com o IATA Travel Pass, o aplicativo móvel digital da IATA que auxilia a verificação de documentos.

Conforme a retomada gradual do fluxo turístico no mundo inteiro avança, os viajantes precisam de informações precisas relacionadas ao COVID-19, como requisitos de entrada que variam entre os países. O IATA Travel Pass ajuda a verificar a autenticidade das informações relacionadas aos testes apresentados, o que é essencial para garantir a segurança dos passageiros.

Seguindo essa tendência, a Ethiopian divulgou em suas redes sociais que iniciou os testes com o aplicativo. Confira abaixo o tweet publicado pela empresa:

A companhia tem como objetivo evitar cada vez mais o contato físico direto e combater a propagação da pandemia. O CEO do Grupo Ethiopian Airlines, Tewolde GebreMariam, afirmou que a tecnologia digital é uma ferramenta fundamental para auxiliar nos processos para eventuais problemas que possam surgir. Nossos clientes desfrutarão de uma experiência de viagem mais segura, sem contato e eficiente com seu passaporte digital. Nos tornamos a primeira companhia aérea africana a seguir a iniciativa de passes de viagem da IATA para facilitar as viagens.”


Sobre o IATA Travel Pass

O IATA Travel Pass permite que os passageiros criem um ‘passaporte digital’ para verificar se seu teste pré-viagem ou vacinação atende aos requisitos do destino. Eles também poderão compartilhar os certificados de teste e vacinação com autoridades e companhias aéreas para facilitar as viagens. O novo aplicativo também permitirá que os viajantes gerenciem toda a documentação de viagem digitalmente e de forma contínua durante a experiência de viagem.

No aplicativo IATA Travel Pass, o registro integrado de requisitos de viagem também permitirá aos passageiros encontrar informações precisas sobre viagens e requisitos de entrada para todos os destinos, independentemente de onde estejam viajando. Também incluirá um registro de centros de teste e, eventualmente, de vacinação – tornando mais conveniente para os passageiros encontrar centros de teste e laboratórios em seu local de partida que atendam aos padrões para requisitos de teste e vacinação de seu destino.

A plataforma também permitirá que laboratórios e centros de teste autorizados enviem com segurança os resultados dos testes ou certificados de vacinação aos passageiros. O registro global, gerenciado pela IATA, irá gerenciar e permitir o fluxo seguro de informações necessárias entre todas as partes interessadas e fornecer uma experiência perfeita para o passageiro.

O programa foi desenvolvido como quatro módulos independentes que podem interagir uns com os outros. Esses módulos cobrem registros para requisitos regulamentares de entrada e laboratórios/centros de teste, emissão de certificados verificados, identidade digital e a possibilidade de os passageiros compartilharem os resultados dos testes durante a viagem por meio de seus dispositivos móveis. Esses módulos podem funcionar juntos como uma solução ponta a ponta completa. Ou podem ser usados ​​separadamente para complementar sistemas que outros estão construindo. A IATA desenvolveu esses módulos para garantir que sejam interoperáveis ​​com outras soluções da indústria.

Para obter o máximo benefício do IATA Travel Pass e evitar confusão e inconveniência para os passageiros, a padronização dos certificados de teste ou vacinação e sua aceitação pelas autoridades é fundamental. Uma pesquisa recente da IATA com viajantes descobriu que 89% concordam com a necessidade de padrões globais e 80% desejam usar um aplicativo móvel para gerenciar suas credenciais de viagem. Na sexta-feira passada, a Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO) moveu o estabelecimento de padrões globais para certificações de teste/vacinação.

Os próximos governos precisam fornecer um certificado digital de teste/vacinação de COVID-19 quando as pessoas são testadas ou vacinadas, para que tenham um documento verificável em seus dispositivos móveis. Isso garantirá a equivalência, o reconhecimento mútuo e a aceitação das certificações COVID-19 para passageiros quando viajam ao redor do mundo.


Utilidades do IATA Travel Pass

Inicialmente, passageiros podem usar o IATA Travel Pass para:

  1. Criar uma versão digital segura de seu passaporte em seu dispositivo móvel;
  2. Inserir os detalhes do voo para aprender sobre as restrições e requisitos de viagem;
  3. Receber os resultados dos testes verificados e uma confirmação de que atendem a todos os requisitos de viagem.

O teste do aplicativo está sendo realizado desde ontem (25) em voos partindo do Aeroporto Internacional de Addis Ababa Bole (ADD) para os aeroportos internacionais de Washington DC (IAD) e Toronto (YYZ), bem como em voos partindo dos aeroportos internacionais de Londres (LHR) e Toronto (YYZ) para Addis Ababa (ADD).

Para saber mais sobre o IATA Travel Pass, acesse este site.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.