fbpx

Governo italiano assumirá o controle total da Alitalia

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O governo italiano está prestes a assumir o controle total da Alitalia, já que o surto de coronavírus na Europa o forçou a abandonar os planos de encontrar um comprador para a companhia.

O governo anunciou uma variedade de maneiras pelas quais fornecerá ajuda às empresas, entre as quais 600 milhões de euros em financiamento adicional para a Alitalia. Com esse plano, veremos o Ministério da Economia e Finanças da Itália formar um novo negócio estatal para administrar a Alitalia. De acordo com o plano, que segundo o relatório já estava em um “estágio avançado”, o governo assumiria o controle das operações de aviação e terrestre da Alitalia por meio de um veículo público, disse o relatório, acrescentando que o plano seria implementado “em pouco tempo” ”.


Processo de venda

Roma já havia estabelecido um prazo para 31 de maio para concluir a venda da companhia aérea deficitária, com os potenciais investidores solicitados a enviar manifestações de interesse até 18 de março. Porém, não há razão para que alguém queira comprar a Alitalia em sua forma atual. A companhia, que está lutando há anos, está ficando sem dinheiro, apesar de uma injeção extra de 400 milhões de euros decidida por Roma no início do ano.

A ministra dos Transportes, Paola De Micheli, disse neste mês que o governo queria acelerar o processo de venda após a disseminação do vírus, o que levou ao colapso do tráfego aéreo. No entanto, à medida que a crise se agravou, o setor de transporte aéreo foi atingido com força em todo o mundo, pressionando Roma a mudar seus planos para a Alitalia, disse Il Messaggero.


Intervenção do Estado

Dadas as difíceis condições do mercado, é improvável que a União Europeia se oponha a uma intervenção do Estado na companhia, que atualmente emprega 11.000 pessoas. Em um relatório separado, o jornal La Repubblica disse que Roma estava planejando uma intervenção imediata a favor da indústria de transporte aéreo no valor de 500 milhões de euros (555 milhões de dólares), seguida por outras medidas no valor de 3 bilhões de euros, o que ajudaria a nacionalizar a Alitalia.

Assim, enquanto muitas companhias aéreas correm o risco de fechar seus negócios como resultado da atual situação global, a Alitalia é uma das poucas companhias aéreas que podem realmente ser mantidas vivas por causa disso.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.