fbpx

Hilton irá fechar a maioria dos seus hotéis nos Estados Unidos

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Hilton Worldwide Holdings Inc. planeja fechar a maioria de seus hotéis nas principais cidades dos EUA, disse ontem o diretor-executivo Christopher Nassetta em uma reunião com o presidente Trump na Casa Branca.

A empresa já começou a fechar temporariamente propriedades em Nova York e Washington e pretende fechar outras, mas os nomes ainda não foram informados oficialmente. O diretor afirma que as taxas de ocupação podem cair para 10% globalmente à medida que os governos mundiais buscam parar a propagação do novo coronavírus.

O surto atingiu a indústria de “forma devastadora”, disse Nassetta, acrescentando que as taxas de ocupação nas principais cidades dos EUA estavam “funcionando com poucos dígitos (…) Hilton tem cerca de 100 anos – nunca fechamos um hotel que não fosse demolido ou reconstruído”, disse ele. “A maior parte de nossos hotéis nas principais cidades estão fechando enquanto nos falamos.”

As observações vieram quando executivos da hospitalidade viajaram à Casa Branca para buscar apoio para uma indústria que enfrenta uma paralisação global nos próximos meses.

O grupo já fechou temporariamente 150 hotéis na China devido ao coronavírus. De acordo com  Chris Nassetta, pode levar de seis a 12 meses para a cadeia de hotéis se recuperar, com base na experiência vivida com a epidemia do Sars.

A rede está flexibilizando a política de cancelamentos e remarcações e extendendo o prazo de status e validade de pontos. Para mais informações, clique aqui.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.