fbpx

Já é possível utilizar milhas da Alaska Airlines para emitir passagens na Singapore Airlines

Programas de fidelidade

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Novidades para quem possui milhas no Mileage Plan, programa de fidelidade da Alaska Airlines. A partir de agora, é possível realizar resgates de voos em mais uma companhia parceira, a Singapore Airlines.

Apesar das companhias firmarem uma parceira, ainda no ano de 2017, que permitiria que os clientes dos seus programas de fidelidade acumulassem milhas e resgatassem passagens na Alaska e na Singapore, isso não ocorria na totalidade. Apenas clientes do Singapore KrisFlyer conseguiam realizar o resgate de passagens da Alaska, o contrário não era possível.

Pois bem,  agora a opção já está disponível para clientes do Mileage Plan.


Resgatando passagens da Singapore no Mileage Plan

Realizamos diversas pesquisas no site da Alaska. O interessante é que o programa não está cobrando taxa de combustível, o que deixa os resgates ainda mais atrativos.

Encontramos, por exemplo, passagens entre São Francisco e Singapura por 100.000 milhas o trecho em Executiva.

Em voos na Ásia, como entre Singapura e China, o Mileage Plan cobra 17.500 milhas em econômica, 25 mil milhas em Executiva e 35 mil milhas em primeira classe.

Encontramos resgates inclusive para a First Class Suite da companhia no A380, entre Singapura e Hong Kong, por 35 mil milhas.

Já em voos ligando a Ásia à Oceania, como na rota de Singapura e Auckland, o programa cobra 30 mil milhas para voos em Classe Econômica e 65 mil em Executiva.

Nós inclusive encontramos uma emissão em Primeira Classe, por um custo de 90 mil milhas no voo entre Auckland e Singapura.


Resgates Star Alliance

Lembrando que a disponibilidade de lugares na Singapore para emissões via Mileage Plan é diferente da que a empresa libera para parceiros da Star Alliance – portanto se um voo aparece disponível pelo programa da Alaska, não necessariamente ele estará disponível para outros programas da Star já que os acordos são diferentes e aparentemente a SQ não está restringindo os acessos a executiva para os membros do Mileage Plan, como ela costuma fazer para os demais parceiros.


Comentário

A notícia é muito boa, ainda mais considerando que a Singapore Airlines não costuma disponibilizar assentos em cabines premium para o resgate utilizando milhas de programas parceiros em seus voos de longa distância, como para Europa e América do Norte. Ainda não há um posicionamento oficial das companhias com a tabela de resgate e mais detalhes dessas emissões.

Uma pena que para nós brasileiros seja tão difícil acumular as valiosas milhas da Alaska. Alguém com milhas por lá vai aproveitar a oportunidade?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.