fbpx

Jantar com manequins: será esse o novo normal nos restaurantes?

Notícias

Por Gabriel Marinho

A pandemia do novo coronavírus tem mudado hábitos diversos na maneira como cada um de nós tem levado sua vida. Muito se especula sobre quais dessas mudanças devem persistir na sociedade mesmo após o fim do período crítico, comumente chamado de “novo normal”. E já pensando em como combinar um passado pré-pandemia não tão distante com um futuro incerto, alguns restaurantes estão usando manequins para simular consumidores reais e assim fazer companhia e manter o distanciamento social das pessoas no estabelecimento.

Foto: Washingtonian


Jantar com manequins

Algumas semanas atrás, o hotel Inn at Little Washington, na cidade de Washington nos EUA, enviou um e-mail anunciando que o seu restaurante seria reaberto para jantar no dia 15 de maio. Uma medida do governo do estado de Virgínia, porém, alterou os planos do chef Patrick O’Connell já que na “fase um” da reabertura os restaurantes só poderiam receber clientes em pátios externos. O restaurante do hotel, entretanto, só possui um salão interno. O plano de reabertura teve que ser adiado até o fim do mês de maio quando a única exigência do governo do estado era manter a lotação do restaurante com penas com 50% da capacidade. E para isso, o chef tinha um plano.

Segundo reportou o jornal Washingtonian, em vez de deixar as mesas vazias, o chef equipou o salão de jantar com manequins. É isso mesmo, bonecos humanas em tamanho real — com roupa chique e tudo mais. E não é só isso! Os garçons também foram instruídos a servir vinho E PERGUNTAR SOBRE A NOITE DOS BONECOS — desculpe o caps lock, me exaltei.


Acompanhantes de papelão

Em Sydney, na Austrália, o restaurante Five Dock Dining decidiu colocar figuras humanas em tamanho real impressas em papelão para fazer companhia aos clientes.

O governo estadual de New South Wales permitiu que bares, cafés e restaurantes reabrissem mantendo um máximo de 10 pessoas no ambiente. Segundo o jornal australiano 7news, o limite de clientes se tornou um desafio a Frank Angeletta, o proprietário do restaurante. O Five Dock Dining possui um grande espaço para refeições, e ele estava preocupado que a área pudesse parecer vazia, por isso decidiu usar as figuras de papelão. Além disso, Angeletta também passou a tocar barulhos ambientes de pessoas conversando nos alto-falantes para que o local parecesse cheio. O resultado pareceu funcionar e o restaurante foi reservado na sua capacidade máxima definida por lei no dia da reabertura.


O melhor amigo do homem é o… panda?

Quando o restaurante Maison Saigon reabriu em Bangkok, na Tailândia, o distanciamento social foi incentivado colocando apenas uma cadeira em cada mesa. Mas o proprietário disse que os clientes se sentiam isolados e o restaurante parecia vazio. A solução? Dar a seus clientes uma companhia de pelúcia. Agora, pandas de pelúcia ajudam a manter o distanciamento no estabelecimento.

Segundo reportagem da Reuters, um consumidor disse ter gostado da ideia por ser “muito mais fácil entender em comparação com outros restaurantes onde as pessoas sempre ficam confusas sobre onde sentar e acabam sentando muito perto umas da outras.”

Foto: Athit Perawongmetha/REUTERS


O que achou dessa nova ‘tendência’? Gostaria de ter um manequim como companhia para um jantar?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.