fbpx

Lufthansa considera tirar todos os A380 de operação temporariamente

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Por conta do momento em que o mundo está passando, com o coronavírus chegando a mais países e impactando diretamente as operações das companhias aéreas, a Lufthansa decidiu reduzir a capacidade dos seus voos mais do que havia planejado anteriormente. A decisão veio por conta da queda de emissões de passagens que a companhia está enfrentando, ao passo que o vírus se espalha tanto pelo continente europeu, quanto pelo mundo todo.

Além disso, a companhia também está considerando tirar de serviço temporariamente toda a sua frota de Airbus A380 (14 aeronaves). O modelo opera voos para diversas cidades saindo dos hubs de Frankfurt e Munique.

Em nota, a Lufthansa disse que a medida busca reduzir os impactos financeiros da queda na demanda. Além de um congelamento imediato das contratações, o Grupo Lufthansa já ofereceu a seus funcionários concessão de férias não remuneradas e a antecipação de férias anuais.

A companhia também informou que dependendo da demanda em seus voos, a capacidade será reduzida em até 50% nas próximas semanas. Esses ajustes de capacidade se aplicam a todas as companhias aéreas do Grupo Lufthansa.

Disse ainda que não é possível estimar o impacto sobre os lucros esperados em função da situação atual. O Grupo publicará números financeiros importantes na conferência de imprensa anual em 19 de março de 2020.

Lembrando que a companhia opera voos para o Brasil com o Boeing 747 e o A350, sendo o primeiro de Frankfurt para São Paulo e Rio de Janeiro e o segundo de Munique para a capital paulista.

Vamos acompanhar se haverá mudanças na capacidade para as rotas brasileiras da companhia. Alguém voando com a Lufthansa nas próximas semanas?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.