fbpx

Maldivas estende prazo e teste da COVID-19 pode ser feito até 96 horas antes do embarque

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Governo das Maldivas anunciou que agora o teste da COVID-19 poderá ser feito em até 96 horas do primeiro embarque para o arquipélago. Esta alteração entrou em vigor hoje (15).

Maldivas

Com a mudança, o resultado do teste PCR será aceito se o intervalo de tempo entre a hora programada de saída do primeiro ponto de embarque com destino às Maldivas e o tempo de amostragem não exceder 96 horas. Ainda que o itinerário envolva conexões, o teste PCR inicial continuará válido, desde que o tempo de trânsito não ultrapasse 24 horas.

Por exemplo, se um passageiro partir do Brasil com destino as Maldivas e sua conexão for menor que 24 horas, o teste realizado em até 96 horas antes do embarque estará válido.

Por outro lado, se um passageiro tiver uma conexão superior a 24 horas, o passageiro deve repetir o teste PCR, no prazo de 96 horas antes do embarque no ponto de trânsito.


Quais passageiros deverão portar o teste negativo?

  • Todos os turistas;
  • Titulares de vistos especiais cuja duração da estadia nas Maldivas é de até sete dias;
  • Portadores de visto de negócios cuja duração da estadia nas Maldivas é de até sete dias;
  • Diplomatas estrangeiros e seus familiares acompanhantes;
  • Companhia aérea/tripulação da aeronave, se a estadia em trânsito nas Maldivas for organizada em uma acomodação que não seja uma instalação de trânsito designada ou se a sua estadia exceder sete dias;
  • Tripulação de navios que chegam de avião para embarcar em um cruzeiro;

Vale lembrar que crianças com menos de um ano de idade estão isentas da exigência de teste da COVID-19.


Além disso, todos os passageiros que chegam devem preencher e enviar o formulário online de Declaração de Saúde do Viajante disponível no Portal “Imuga”, dentro de 24 horas antes de sua partida para as Maldivas. Os passageiros devem anexar o teste PCR ao preencher o formulário online.

O governo local ainda informa que todos os passageiros que chegam devem se reportar ao balcão da imigração se estiverem com febre, coriza, tosse, dor de garganta ou dificuldades respiratórias ou se apresentarem diretamente ao balcão do International Border Health.

Aproveitando o assunto, confira nossa matéria mostrando como reservar um bangalô nas Maldivas por 190 dólares a diária.

Para mais informações clique aqui.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.