fbpx

Nova York e outros estados americanos fecham estabelecimentos e Nova Jersey lança toque de recolher

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Nova York fechará seus bares e restaurantes às 20h da segunda-feira pelo ‘tempo que for necessário’. Cassinos, academias e cinemas, também serão fechados como parte de um esforço com os estados vizinhos Connecticut e Nova Jersey para impedir a propagação de coronavírus.

O governador de Nova York Andrew Cuomo anunciou a parada em um tweet na manhã de segunda-feira, depois de pedir a Trump que “parasse” o país para combater o coronavírus e disse que o atual sistema de “colcha de retalhos” de alguns estados sendo mais vigilante do que outros não está funcionando.

O desligamento total havia sido planejado para terça-feira de manhã às 9h. No entanto, Cuomo acelerou, anunciando no Twitter: “NY, CT e NJ estão tomando ações regionais conjuntas para reduzir a disseminação de #COVID19″. Ele disse que eles decidiram agir por conta própria porque o governo federal não estava sendo decisivo o suficiente.

O #Coronavirus não se importa com as fronteiras estaduais, portanto este contrato ajudará a proteger toda a Área Tri-State.”

Esses fechamentos temporários durarão o tempo necessário para proteger a saúde pública.”

Os supermercados permanecerão ABERTOS“, acrescentou.

Nosso principal objetivo é retardar a disseminação do #Coronavirus para que a onda não atinja nosso sistema de saúde. O distanciamento social é a melhor maneira de fazer isso.”.

Convidei o governo federal a implementar protocolos em todo o país, mas, na ausência deles, estamos assumindo isso sozinhos“, acrescentou. Ele não descartou o cancelamento de cirurgias eletivas em hospitais na próxima semana, em um esforço para abrir espaço para as pessoas com o vírus.

Não existe um toque de recolher – as pessoas ainda terão permissão para deixar suas casas, mas estão sendo firmemente desaconselhadas.


Nova Jersey

Nova Jersey  lançou um ‘toque de recolher’ em todo o estado entre as 20:00 e as 05:00 para todas as ‘saídas não essenciais’, mas não está claro o que é isso ou o que acontecerá a quem não seguir as regras. O governador Phil Murphy não confirmou se as pessoas poderão ou não trabalhar entre essas horas ou como ele planeja cumpri-las, mas está apenas dizendo que ele ‘desencoraja fortemente‘ alguém de sair de casa nessas horas.

Já em Hoboken, Nova Jersey, existe um toque de recolher às 22h, mas ainda não está claro como ele está sendo cumprido. Todos os residentes ficarão restritos a suas casas, exceto em emergências e se forem obrigados a trabalhar, a partir da segunda-feira à noite, entre as 22h e as 5h.


Medidas em conjunto

Anteriormente, em uma entrevista ao Good Morning America na segunda-feira, o governador de Nova York Cuomo disse que não fazia sentido ele tomar medidas duras em Nova York, mas que estados vizinhos como Nova Jersey e Connecticut não, porque as pessoas simplesmente migrariam para lá para continuar vivendo suas vidas. vidas e potencialmente espalhar o vírus.

Cuomo já pediu ao governo federal que mobilize o corpo de engenheiros do exército para instalar prédios em Nova York e transformá-los em hospitais temporários. Existem mais de 700 casos no estado de Nova York, quase metade deles na cidade de Nova York. Cuomo revelou que existem apenas 50.000 leitos hospitalares em todo o estado e apenas 3.000 deles estão em unidades de terapia intensiva.

“A única esperança que temos até hoje é modernizar as instalações existentes. Coloque algumas pessoas dos hospitais nessas novas instalações médicas e encha as camas com coronavírus. Os estados não podem construir – é o corpo de engenheiros do exército.”

Outras cidades implementaram suas próprias paralisações, mas o governo federal ainda não tomou posição.

Trump disse aos americanos que ‘se acalmassem’ no domingo e os alertou para parar de estocar suprimentos, dizendo que as lojas de alimentos permaneceriam abertas, não importa o que acontecesse. No entanto, ele está sendo amplamente criticado por sua abordagem da pandemia, que muitos dizem ter sido muito lenta desde o início.

Agora, teme-se como o sistema de saúde do país reagirá ao aumento de pacientes que inundarão os hospitais nas próximas semanas e meses.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.