fbpx

Número de passageiros transportados no primeiro trimestre do ano cresce mais de um milhão

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

No primeiro trimestre do ano, a demanda doméstica (em passageiros-quilômetros pagos transportados, RPK) acumulou alta de 4,3% em relação ao mesmo período de 2018. Já a oferta (em assentos-quilômetros ofertados, ASK), na mesma comparação, registrou elevação de 3,4%. Os dados constam no Relatório de Demanda e Oferta disponibilizados, pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

O número de passageiros pagos transportados, no mercado doméstico, alcançou o patamar de 24 milhões nos três primeiros meses do ano, um aumento de pouco mais de 1 milhão de passageiros em comparação com o mesmo período do ano passado.


Dados e estatísticas

Para o mês de março deste ano, a demanda doméstica em RPK subiu 3,4% em relação ao ano anterior. Enquanto a oferta apresentou variação positiva de 2,2% no mesmo período.

Em Março, na participação do mercado doméstico, as empresas brasileiras mantiveram a classificação histórica com a Gol (34,1%), com a maior fatia do mercado, seguida pela Latam (31,8%), Azul (21,2%) e Avianca (12,6%). No entanto, a Avianca e Latam apresentaram redução em suas demandas (RPK) no mês, de 7,5% e 0,7%, respectivamente. Azul e Gol apresentaram crescimento, de 20,1% e 3,2%, respectivamente.

A Taxa de Aproveitamento dos Assentos em março de 2019 foi de 81%, o que representou alta de 1,1% frente ao mesmo mês do ano anterior. Já no acumulado do ano, a taxa cresceu 0,9% em relação ao ano anterior, ficando em 82,6%.


Mercado Internacional

Em Março, a demanda internacional das empresas brasileiras apresentou aumento de 10,7%, enquanto a oferta cresceu 11,7%. No mês, foram transportados 801 mil passageiros pagos em voos internacionais. No acumulado de janeiro a março de 2019, a demanda internacional cresceu 10,7% e a oferta aumentou 13,1%, em comparação com igual período de 2018.

A Latam encerrou o mês de março de 2019 com 70,9% de participação e alta de 15,3% no RPK. Já a Azul obteve 13,6% de participação e crescimento de 2,7% no RPK em comparação a março de 2018, enquanto a Gol alcançou a fatia de 12,5% (aumento de 20,7% no RPK). A Avianca figura como a quarta empresa aérea brasileira neste mercado, alcançando 3,0% da demanda internacional de passageiros em março do ano corrente (redução de 42,6% em comparação com o mesmo mês do ano anterior).


Infográfico

A ANAC preparou um infográfico com os dados.


Conclusões

Apesar do aumento na demanda doméstica durante o primeiro trimestre do ano, o número foi tímido: 4,3%. Assim como a Taxa de Aproveitamento dos Assentos domésticos, que em março de 2019 teve uma alta de 1,1% frente ao mesmo mês do ano anterior.

O mês de março confirma a Gol como a líder em participação no mercado nacional com uma diferença de 2,3% em relação a 2ª colocada Latam. E enquanto a participação da Avianca caiu em 7,5%, a Azul aumentou sua participação em incríveis 20,1% no cenário nacional.

Já a demanda internacional das empresas brasileiras trouxe números mais animadores se comparados a demanda nacional. A demanda internacional em março aumentou em 10,7%. Entre as brasileiras a Latam segue líder no mercado internacional com 70,9% de participação. Azul conquistou uma fatia de 13,6% assumindo o 2º lugar. Gol com 12,5% de participação ficou com o 3º lugar. E sem surpresas, a Avianca foi a última colocada com 3,0% da demanda internacional de passageiros em março – uma redução de 42,6%(!) em comparação a março passado.

O que foi (ou não) uma supresa para você nesses números?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.