fbpx

Operadora Thomas Cook anuncia falência

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O Grupo Thomas Cook anunciou sua falência na noite deste domingo. A notícia veio após o fracasso das negociações com credores e acionistas.

Fundada em 1841 por Thomas Cook, a empresa começou com excursões locais, crescendo gradualmente ao longo dos anos até se tornar um gigante mundial do turismo.

A empresa entrará em “liquidação imediata” e as autoridades organizarão um grande trabalho de “repatriamento” de cerca de 600 mil turistas que até então viajavam com a empresa, já que todas as suas operações, tanto como operadora, quanto companhia aérea, foram interrompidas!

O site da empresa já deixu de funcionar e apresenta a seguinte mensagem:

falencia thomas cook


 

ATOL Scheme

Dos 600 mil afetados, 150 mil são britânicos, e o Governo do país iniciará uma operação intitulada “Operação Matterhorn”. Será a maior operação de repatriamento em tempos de paz da História do Reino Unido e, de acordo com informações da Autoridade da Aviação Civil dadas à CNN, terá um custo de cerca de 700 milhões de euros!

Por que o governo está “salvando” os passageiros?

A grande maioria dos operadores de turismo Britânicos fazem parte da ATOL – Air Travel Organisers’ Licensing, que funciona como um seguro para os passageiros.

Segundo a BBC, em 2017, quando a Monarch Airlines faliu, todos os passageiros foram trazidos de volta para suas casas. Na ocasião, o governo ainda optou por “resgatar” aqueles que haviam comprados em agências que não participavam da ATOL.


 

Condor segue voando

A cia aérea Condor faz parte do grupo Thomas Cook mas, apesar disso, segue voando, inclusive com voos para o Brasil (exceto para clientes que adquiriram pacotes de viagens pelas empresas Thomas Cook, Neckermann, Oeger Tours, Air Marin e Bucher Reisen).

Segue comunicado no site da Condor:

No passado, a Lufthansa já demonstrou interesse em comprar a Condor. Talvez este seja um bom momento para fazer uma nova rodada de negociações.


Foi afetado? Veja o que fazer!

Foi criado um site com instruções do que fazer. As informações são em inglês e podem ser acessadas aqui.

Um seguro de viagem vai muito bem neste tipo de situação!


O ano não tem sido fácil para os passageiros… Mais uma empresa de peso ligada ao setor de turismo fechando as portas em 2019. Mais de 600 mil passageiros e 22 mil empregados afetados.

Recomendamos acessar o site do The Guardian para mais informações.

 

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.