fbpx

Por que temos jet lag? E como reduzir seus efeitos?

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Se você viaja ao redor do mundo a trabalho ou de férias, com certeza já sentiu os efeitos do famoso jet lag, termo que identifica que estamos sofrendo uma variação de fuso horário. A Air Europa escreveu uma matéria interessante sobre esse assunto e decidimos trazer algumas informações relevantes para você para que possa entender melhor o que é o jet lag e como reduzir seus efeitos para uma viagem melhor.


Por que acontece o jet lag?

Nosso relógio biológico, também chamado de ritmo circadiano, controla o sono e a atividade. A luz do dia é quem regula nosso relógio biológico, portanto quando atravessamos diversos fusos horários diferentes, nosso corpo não consegue sincronizar imediatamente ao horário local.

Normalmente, os sintomas do jet lag se manifestam mais claramente quando estamos em uma diferença de pelo menos 5h do nosso horário habitual. Os principais sintomas são: cansaço e sono, dificuldade para dormir mesmo com o cansaço, insônia, falta de concentração durante o dia, além de se sentir desastrado e irritado.


É pior voar para leste ou oeste?

Para muitas pessoas, os sintomas do jet lag são piores ao voar para leste, porque nos sentimos mais acordados durante a noite e com sono durante o dia. Ao viajar para a Ásia, por exemplo, sentimos muito sono por volta do meio dia, o que é normal pois é quando normalmente vamos dormir no horário habitual.

Por outro lado, muitas pessoas se sentem melhor ao viajar, por exemplo, para a costa oeste dos Estados Unidos, pois demora menos tempo para nosso corpo se adaptar a esses fusos do que para o leste.


Como reduzir os efeitos do jet lag?

Algumas medidas podem ser tomadas, antes, durante e depois do voo para que você consiga atenuar os efeitos do jet lag:

  • Se você irá ficar no destino por mais de dois ou três dias, antes de viajar tente acordar mais cedo do que o habitual se vai para leste, e mais tarde se vai para o oeste.
  • Ao embarcar, já ajuste seu relógio para o local do destino e tente segui-lo, por mais difícil que seja.
  • Ao chegar, evite álcool e cafeína pelo menos 4h antes de dormir, pois ambos são estimulantes.
  • Evite refeições muito pesadas.
  • Evite exercícios físicos intensos antes de dormir, porém atividades leves podem te ajudar a relaxar e dormir melhor.
  • Máscaras de dormir e tampões de ouvido pode ser úteis para bloquear luz e barulho, facilitando na hora de pegar no sono.
  • Saia no sol. A luz do sol ajuda muito a regular o horário biológico mais rapidamente.
  • Evite estresse, pois ele pode ocasionar insônia e atrapalhar sua adaptação no novo horário.
  • Os efeitos do jet lag são sentidos literalmente na pele, isso porque ele afeta todas as células do nosso corpo, inclusive as da pele. Portanto, ele aumenta o risco de queimaduras solares. Use filtro solar sempre que for pegar muito sol.

Com essas dicas, você poderá se adaptar mais rápido ao horário do destino e se sentir melhor para aproveitar ao máximo sua viagem.

Você já sentiu os efeitos do jet lag? O que você normalmente faz para reduzi-los?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.