fbpx

Prefeito de Nova York planeja vacinar turistas contra a Covid-19 em pontos turísticos

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse que pretende criar postos móveis de vacinação em pontos turísticos da cidade. Informou também que, se houver aprovação do governo estadual, poderá aplicar a vacina em turistas.

Nova York

Segundo apurado pela Associated Press, os postos móveis seriam montados em vans ou furgões e levados aos principais pontos turísticos da cidade, como a Times Square, o Central Park e à Ponte do Brooklyn.

Para o prefeito, o motivo de colocar os postos em lugares com muitos turistas mostra que a cidade está empenhada em cuidar de todos que estão lá. “Faz sentido colocar postos de vacinação móveis onde estão os turistas. É bom para todos nós que eles sejam vacinados. É bom para eles, é mais um motivo para estar aqui e saber que vai ser cuidado”.

Sobre a aplicação em turistas, o Departamento de Saúde do Estado de Nova York, que teria que autorizar essa aplicação, disse que ainda não recebeu um plano formal para revisão. O prefeito utilizou seu perfil no Twitter para anunciar os postos móveis de vacinação, bem como a espera da autorização para vacinar turistas:

Enquanto a vacinação em turistas não é certeza, o porta-voz do prefeito disse que a cidade se mantém focada em garantir as doses às pessoas vulneráveis. “Enquanto isso, continuamos focados na equidade da vacina e na garantia do acesso às pessoas vulneráveis e continuamos avaliando o uso mais eficaz das doses conforme a demanda se estabiliza”, disse o porta-voz Jonah Bruno.


Quais turistas poderiam receber a vacina?

Os turistas poderiam ser de outras cidades norte-americanas, visto que não há restrições de viagens entre as diferentes cidades dos Estados Unidos. Para lugares onde a pandemia está em situação mais grave, como o Brasil, fica um pouco mais complicado, uma vez que o país ainda adota restrições rígidas para viajantes provenientes desses países. Além de nós, China, Irã, Reino Unido, Irlanda, África do Sul, Índia e países do território Schengen na Europa também estão nessa “lista de risco”.


Situação das vacinas em Nova York

Até o momento, mais de 6,8 milhões de doses de vacinas foram administradas na cidade. Até quinta-feira (6), mais de 3,6 milhões de nova-iorquinos ou 55% da população adulta da cidade receberam pelo menos uma dose da vacina contra a COVID-19, segundo dados. Os dados também mostram que 42%, ou mais de 2,7 milhões de residentes da Big Apple, foram totalmente vacinados.

Na última quinta-feira, de Blasio disse que ainda acredita que a cidade atingirá sua meta de ter 5 milhões de nova-iorquinos totalmente vacinados até junho.


O que você achou dos planos do prefeito de Nova York?

Os comentários estão desativados.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.