fbpx

Quem tem prioridade para upgrade em voos LATAM? Clientes elite ou quem faz oferta no leilão?

Programas de fidelidade

Por Fábio Vilela

Como vocês sabem a LATAM oferece algumas “facilidades” aos passageiros que desejem fazer upgrade de classe.


Métodos para upgrade

A primeira delas é o upgrade cortesia em todos os voos de forma ilimitada – que é concedido à todos os membros da categoria Black e Black Signature.

Já a segunda é através de cupons – que os integrantes das categorias Gold, Gold Plus e Platinum do LATAM Fidelidade possuem.

E a terceira e última, é o famoso leilão, chamado de “Opção Upgrade”, onde o passageiro faz um lance, que caso for aceito, será beneficiado com a mudança de classe – saiba mais aqui.

Não citei o upgrade com pontos pois ele está indisponível no momento, conforme aviso no site da própria LATAM.


Mas quem tem prioridade?

Quando a LATAM introduziu o “Opção Upgrade” no final de 2016, o programa deixou claro que os clientes elite Gold, Platinum Black e Black Signature não seriam prejudicados, já que somente os assentos não concedidos na modalidade “Upgrade cortesia” e “Utilizando Cupons”, ficariam disponíveis para leilão – leia mais aqui.

Mas hoje ao acessar o site, vi que SOMENTE os clientes Black e Black Signature terão prioridade em cima do leilão, ou seja, se você for Platinum, Gold Plus e Gold, só conseguirá usar seus cupons depois que a cia “vender” os assentos no leilão, prejudicando assim sua chance de viajar em cabine superior. Aliás, alguém sabe quando esta política mudou?

Portanto, a prioridade hoje está da seguinte forma:

  • Clientes Black Signature / Black
  • Leilão – aberto à todos os passageiros.
  • Clientes Platinum, Gold Plus e Gold utilizando cupons

Lembrando também que o horário que você realizou o check-in também conta na hora da disputa na lista de espera.


Check-in com conexão

Existe um grande discussão que é sempre mencionada aqui no site que é o caso de passageiros em conexão versus o lugar na fila pra upgrade, e vou tentar explicar!

Caso você tenha um voo doméstico (Uberlândia p/ São Paulo) que se conecte ao internacional (São Paulo p/ Miami), TEORICAMENTE, suas chances são maiores do que as chances da pessoa que só for fazer o voo internacional direto.

Digo isto porque o voo de conexão se inicia antes, então o sistema permite que você faça o check-in (48 horas antes) até o destino final, ou seja, seu horário de check-in que contará na fila do upgrade será o do primeiro voo (UDI-GRU), e não o do internacional (GRU-MIA) consequentemente melhorando sua posição na fila do upgrade.

Já tivemos diversos relatos aqui no PP à respeito disto, por isto resolvi mencionar este ponto, ou será que isso mudou?


Como tem sido sua experiência?

Agora eu quero saber dos nossos leitores como tem sido sua experiência?

  • Membros Black/Black Signature – tem conseguido com facilidade o upgrade?
  • Membros Gold/Gold Plus e Platinum – notaram que as chances diminuíram?
  • Membros que tem utilizado o leilão – como tem sido o valor dos lances? Conseguem exemplificar no post o destino e valor que pagaram?

Quanto mais relatos tivermos, melhor será para podermos ficar por dentro de como as modalidades estão funcionando na prática.

Conto com vocês!

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliações de voos, salas vips, hotéis, cartões de crédito e promoções.