fbpx

Smiles lança novos cartões de crédito – Vale a pena?

Programas de fidelidade

Por Fábio Vilela

Pessoal, acho que vocês viram que a Smiles lançou seus novos cartões de crédito semana passada em parceira com Banco do Brasil, Bradesco, Santander e Visa. Agora serão quatro categorias que se adaptam aos diferentes perfis de clientes: Internacional, Gold, Platinum e Infinite e está disponível também para não correntistas dos banco.

A Smiles também está oferecendo até 40 mil milhas na aquisição de novos cartões Visa durante o mês de lançamento. A promoção é válida até 08/jan, para pagamento da primeira anuidade até 31/jan.

Os benefícios dos cartões variam de acordo com a modalidade, então vou focar exclusivamente no Infinite, o top de linha e que oferece as seguintes vantagens:

A anuidade dele, se emitido pelo Santander por exemplo, custa mais e nada menos que R$1.092,00. Anram – pasmem!

E sobre o “bônus” na contratação do cartão (que estão pregando como se fosse uma maravilha) – também não vem de graça. Para receber os 40k você precisa ser assinante do Clube – que na modalidade mais barata vai te custar R$504,00 anualmente (R$42,00/mês) – caso contrário receberá somente 25.000.

Ao final das contas (no primeiro ano), você terá 40.000 milhas +12.000 do Clube por R$1.596,00, ou seja, custo da milha R$0.3 – gente isto é valor de custo de milha de programas Americanos com tabelas competitivas e inúmeros parceiros – pagar R$0.3 em milha Smiles é dinheiro mal investido.

Vamos agora falar sobre o fator conversão – novamente – assumo que você é do Clube (implicando o custo mensal) e que irá acumular 2.5 por U$ gasto.

Supondo um cenário onde eu gaste R$20.000 por mês, então terei por mês acumulado em torno de 15.000 milhas (assumi o dólar R$3.3).  Em um ano, acumularei 180.000 milhas – que vão diretamente para o Smiles.  (independente das promoções de adesão/renovação)

Agora eu te pergunto – você suou para ganhar estas milhas, e agora quer viajar com conforto – seja e executiva ou primeira classe – vamos fazer simulações:

Brasil x Europa – 180.000 por trecho em executiva (isto se for em vôo direto com a KLM/AF sem conexão).

Brasil x Oriente Médio – 250.000 por trecho em executiva (isto se for em vôo direto com a Emirates sem conexão).

Brasil x Am. do Norte – 100.000 por trecho em executiva (isto se for em vôo direto com a Air Canada sem conexão).

OBS: Para emitir Delta com milhas Smiles, o valor que o programa cobra é a partir de 85.000 por trecho em executiva (mas não consegui nenhuma data para ilustrar o post).

Como vocês puderam ver, o máximo que você conseguiria fazer com os 180k seria uma ida e volta para a Am. do Norte em executiva (isto se conseguir disponibilidade).


Enfim, comparando com os demais cartões do mercado os quais você não fica atrelado à um programa só:

The Platinum Card (R$1200 anuidade) / Unlimited Santander (R$897 anuidade) / Black Porto Seguro (R$1.200 anuidade) – todos pontuam 2,2 pontos por U$1 gasto, ou seja, em um ano (gastando R$20.000) você acumularia em torno de 160.000 pontos. [Assumi as anuidades em valores cheios – sem contar possíveis descontos]

No caso do TPC e do Black da Porto Seguro que tem a TAP como parceiro – você transfere p/ o Victoria e consegue o seguinte:

  • Ida e volta para a Europa de executiva por 120.000 (parceiros Star Alliance), ou até mesmo 90.000 na Saving Season em voos puros TAP p/ Lisboa. [ainda te restaria 40.000]
  • Ida e volta para os EUA de executiva por 90.000 (parceiros Star Alliance). [ainda te restaria 70.000]
  • Ida de primeira classe e volta de executiva p/ Europa por 150.000 (parceiros Star Alliance). [ainda te restaria 10.000]

Já o Unlimited Santander, você transfere para o programa da Iberia e consegue:

  • Ida e volta para a Europa de executiva por 85.000 Avios – vôos puros Iberia p/ Madrid sem conexão e na baixa temporada. [ainda te restaria 75.000] – ou seja, inteirando mais 10.000 você já tem outra executiva.

E claro, sem mencionar que os pontos do cartão de crédito não ficam atrelados à nenhum programa de fidelidade específico, portanto você ainda tem a liberdade de poder transferir para diversos, inclusive aproveitando promoções pontuais que acontecem.


Vale lembrar também os outros “destaques” que eles estão oferecendo pelo cartão que para mim os únicos com valores monetários seriam o despacho gratuito de bagagem na GOL e acesso à salas VIP’s. Pela anuidade de R$1.092, você teria:

  • Aproximadamente 36 despachos gratuitos de 1 bagagem de 23kgs (assumindo o valor de R$30 pela primeira peça)
  • Aproximadamente 7 acessos gratuitos ao GOL Premium Lounge (assumindo o dólar R$3,3 – acesso à sala custa U$45 para qualquer cliente – elite geralmente tem desconto)

Se você fizer 36 despachos gratuitos de bagagem com certeza já virou Diamante (30 trechos necessários), portanto não tem necessidade de pagar a mala – o que não vale o investimento.

Já em relação à sala vip – tanto os cartões Unlimited do Santander tanto o Black da Porto te dão o Priority Pass/Lounge Key que dão acesso gratuito e ilimitado p/ você e acompanhantes para mais de 1.000 salas vip’s parceiras ao redor do mundo – onde as da GOL estão incluídas – portanto já contabilizado no custo do cartão.


Bom, como vocês puderam ver – o cartão não é interessante para quem tem intenção de viajar em classe executiva/primeira em vôos saindo do Brasil (já que a tabela da Smiles anda superfaturada) – e tão pouco em relação à benefícios se consideramos o custo anuidade x vantagens, concordam? Para mim – existem outras opções mais baratas e melhores no mercado. Qual a opinião de vocês?

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.