fbpx

Tráfego aéreo de passageiros na Europa volta para os níveis de 1995

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

A Associação Europeia de Comércio de aeroportos (ACI Europe) divulgou os números de tráfego de passageiros em 2020. Os números apresentados representam uma queda de 70,4%, mostrando uma perda total de 1,72 bilhão de passageiros em comparação com o ano anterior, o que significa que o tráfego de passageiros na região voltou aos níveis de 1995.

Aeroporto

Também foi dito que o tráfego nos cinco principais centros da Europa estava “irreconhecível” no ano passado, com o aeroporto de Frankfurt registrando uma queda de tráfego de 73,4%, seguido por London Heathrow (-72,7%), Amsterdam Schiphol (-70,9%), Paris CDG (-70,8%) e Istambul (-59,6%).

“Com apenas 728 milhões de passageiros em 2020 em comparação com 2,4 bilhões de passageiros no ano anterior, os aeroportos europeus voltaram aos seus níveis de tráfego de 1995”, disse o Diretor Geral Olivier Jankovec. “Nenhuma indústria pode suportar tal choque por si só. Embora alguns Estados tenham tomado medidas para apoiar financeiramente os seus aeroportos, apenas 2,2 mil milhões de euros foram até agora reservados para esse fim na Europa. Isso é menos de 8% das receitas que os aeroportos perderam no ano passado”, disse a Associação em nota.


Aeroportos mais movimentados

A Associação disse que os aeroportos da União Europeia (UE) foram mais afetados do que os do bloco fora da UE, “principalmente devido ao tamanho e resiliência relativa dos mercados domésticos principalmente na Rússia, mas também na Turquia, combinados com bloqueios menos rigorosos e restrições de viagens em comparação com o mercado da UE”.

No quarto trimestre de 2020, o aeroporto de Istambul havia se tornado o aeroporto europeu mais movimentado, seguido pelo Sabiha Gocken, também na Turquia. Na Rússia, os aeroportos de Moscou Sheremetyevo, Moscou Domodedovo e Moscou Vnukovo também registraram bastante movimentação.


Outras perdas para os aeroportos

O baixo trânsito de passageiros causado pela pandemia de Covid-19 ocasionou, além de perdas financeiras, perdas de colocações rankings. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil britânica (CAA), o número de passageiros em Heathrow foi 83% menor em dezembro de 2020 em comparação com o mesmo mês do ano anterior. O pouco fluxo de passageiros fez com que o aeroporto perdesse o título de mais movimentado da Europa, como resultado da redução das viagens.


Realmente, o ano de 2020 foi um dos piores da história da aviação mundial – muito além da Europa apenas. Segundo o IATA, o número de transporte de passageiros e cargas pelas companhias aéreas apresentaram são os piores desde 1990, quando ela começou a monitorar o setor.

No entanto, há uma esperança com a chegada das vacinas que as fronteiras voltem a se abrir para os turistas e, com isso, mais pessoas queiram viajar. Não é nada de imediato, mas sim algo para ser pensado no futuro – visto que, até o momento, a maioria das pessoas que receberam a primeira dose da vacina são profissionais da saúde e pessoas de risco.

Baixe o app Passageiro de Primeira

google-play
app-store

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas VIP, hotéis, cartão de crédito e promoções.