fbpx

União Europeia propõe restringir viagens a países do bloco por 30 dias

Notícias

Por Equipe | Passageiro de Primeira

Por conta do surto de coronavírus, que assola o continente europeu, a União Europeia está pensando em proibir voos não essenciais aos 27 países que fazem parte do bloco econômico – mais quatro que fazem parte da zona de Schengen. As propostas serão apresentadas a líderes do G7 que se reúnem por vídeo-conferência amanhã (17).

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, divulgou uma proposta de proibição de todas as viagens não essenciais de não cidadãos para 26 países que compõe a zona de Schengen, por 30 dias.

Von der Leyen disse: “Aqui na Europa somos fortemente afetados pelo coronavírus e sabemos que tudo o que reduz a interação social também reduz a velocidade de propagação do vírus. Portanto, quanto menos viagens, menos chances de contrair o coronavírus. Por isso, como acabei de informar nossos parceiros do G7, propondo aos chefes de estado e de governos a introdução de restrições temporárias a viagens não essenciais à União Europeia.”

Ursula disse ainda que a medida terá algumas exceções, entre elas, estão permitidos entrar em países europeus apenas cidadãos europeus (cujo país faz parte do bloco), residentes e familiares diretos, profissionais de saúde ou transporte e cientistas. Também foi dito que a medida, até o momento válida por 30 dias, pode ser antecipada ou se prolongar conforme a situação do vírus for atualizando.

O continente europeu vem sofrendo muito com o vírus, com mais de 48 mil casos confirmados. Dentre esses, a Itália é o país que mais vem enfrentando problemas, com quase 25 mil casos confirmados e 1.809 vítimas.

Além de uma possível proibição de estrangeiros, alguns países europeus estão fechando suas fronteiras, como é o caso da Alemanha, que a partir de hoje, além de fechar as fronteiras está limitando horários a estabelecimentos, bem como proibindo aglomerações de grupos que ultrapassem 100 pessoas, conforme publicado pelo principal jornal do país – Bild.

A Espanha é outro país que vem sofrendo com o vírus, sendo o segundo mais afetado após a Itália, confirmando mil novos casos nas últimas 24 horas.

Ursula von der Leyen utilizou seu Twitter para anunciar a proposta:


Vamos aguardar a reunião de amanhã para saber mais detalhes dessa restrição.

Newsletter

O maior portal de Programas de Fidelidade do Brasil.
Tudo sobre milhas e pontos, avaliação de voos, salas vip, hotéis, cartão de crédito e promoções.